Quais técnicos podem dar certo?



As quatro mudanças de técnico mais relevantes das últimas semanas aconteceram no Morumbi, Vila Belmiro, Laranjeiras e Parque Antarctica. Abaixo, uma análise dos pontos fortes e fracos dos treinadores que assumiram e uma projeção para São Paulo, Santos, Fluminense e Palmeiras para o Brasileiro.

Luxemburgo saiu do Palmeiras e foi para o Santos:

Pontos fortes: sabe armar times como poucos e extrair muito de seus jogadores.

Pontos fracos: não faz um trabalho realmente relevante desde o Brasileiro do Santos em 2004.

Projeção: vai pegar um elenco deficiente. A melhor dos mundos será se conseguir trazer alguns reforços e focar sua vida só em treinar o time. Neste caso, poderá brigar pela Libertadores. Mas se deixar o time entre os 10 primeiros da tabela já será um resultado elogiável.

Muricy Ramalho saiu do São Paulo e foi para o Palmeiras

Pontos fortes: sabe extrair muito de seus atletas e tem a rara qualidade de achar a posiçao ideal para cada jogador. Seus times jogam no limite.

Pontos fracos: demora muito para montar o time. Pode ser fatal pegando um time no meio do campeonato, ainda que o Palmeiras esteja no alto da tabela.

projeção: vai brigar pelo título

Renato Gaúcho assumiu o Fluminense

Pontos fortes: é boleiro e motivador. Motivação é parte do que o time do Flu necessita neste momento. A experiência de perder a Libertadores, quase rebaixar o Flu e cair com o Vasco podem ter dado ao treinador um pouco mais de rodagem.

Pontos fracos: seu melhor trabalho foi com um Fluminense muito melhor do que este que ele pega agora. Não é exatamente um estrategista

Projeção: tem condição de tirar o time do sufoco, não mais do que isso

Ricardo Gomes assumiu o São Paulo

Pontos fortes: é o oposto de Muricy: refinado, fala baixo… a mudança de método de trabalho pode ser benéfica para o grupo reagir

Pontos fracos: Não tem histórico bom em sua carreira de treinador. O time ainda sobfre com a falta de pegada e Ricardo Gomes pode não ser o sujeito que vai conseguir fazer com que os jogadores joguem todas as partidas com a faca entre os dentes, até pelo seu estilo “educado demais”.

Projeção: o elenco é bom. Se o time encaixar, ainda é possível fazer uma campanha digna e ficar entre os 10 primeiros colocados. Sonho seria ainda brigar pela Libertadors. Mais do que isso já é sonhar demais.

 

E você, caro internauta. Que achou das últimas movimentações de técnicos do Brasileiro?



MaisRecentes

Waldir Peres foi um herói improvável



Continue Lendo

A nova moda dos técnicos



Continue Lendo

Trabalhos incompletos favorecem jogo reativo



Continue Lendo