O fim de um ciclo do São Paulo



Muricy não caiu só pela derrota para o Cruzeiro. Foi o desfecho de uma temporada muito ruim do técnico à frente do São Paulo. Foram seis meses preparando e preparando e preparando um time que nunca virou uma equipe de verdade. Coloque os resultados obtidos por Muricy este ano em qualquer outro técnico em qualquer outro time do Brasil. Quem resistiria? Ninguém. Mano Menezes (para pegar exemplo do técnico mais badalado do momento), se passar seis meses tentando e não conseguindo fazer o Corinthians jogar, cai.

Muricy resistira até agora no cargo pelo retrospecto espetacular dos últimos anos. Isso ninguém tira do seu currículo pessoal nem apaga da história do Tricolor. O tricampeonato brasileiro seguido tem a participação decisiva deste excelente treinador, que só não pode ser considerado o melhor da história que passou pelo Morumbi justamente porque falhou por quatro vezes no maior desejo desta torcida: a Libertadores, o Mundial.

Muita gente acha injusta a saída de Muricy no São Paulo. Mas esta análise leva em conta o que ele fez até nos anos anteriores, mas não o que ele não fez em 2009, como se o seu retrospecto o isentasse de críticas. E todos sabem que a banda não toca assim nem no futebol nem em qualquer empresa. O funcionário de quem se espera muito é cobrado o tempo todo.

Justiça seja feita, 2009 tem sido um ano de muito azar para o São Paulo e disso Muricy não é culpado. Tem sido um ano de contusões e vários jogadores em má fase ao mesmo tempo. Sinal de que um ciclo está se encerrando. Não um ciclo qualquer, mas um ciclo impressionante de vitórias. Desde 2005, o clube venceu: um Paulista, uma Libertadores, um Mundial e três campeonatos brasileiros. Este feito absurdamente positivo só pode ser comparado ao próprio São Paulo da era Telê, que foi campeão Paulista, brasileiro, bi da Libertadores e bi mundial. Além de uma Conmebol de lambuja. 

Muricy dá adeus ao São Paulo. Não há dúvida de que vai brilhar em outro clube em breve, competente que é. Não há dúvida de que o São Paulo vai inaugurar outro ciclo vencedor. Mas é provável que não seja tão em breve.

E se o São Paulo dominou o futebol brasileiro nos últimos anos, o espaço agora está aberto para outra hegemonia. Minha aposta é que será do Corinthians.

 

 

 

 



MaisRecentes

Só punição pode acabar com a cafajestagem



Continue Lendo

Ainda é cedo para tudo



Continue Lendo

Nove verdades (ou não) e uma mentira (ou não) do mundo do futebol



Continue Lendo