Desmotivado e desentrosado, Timão tem seu pior jogo no BR-15



*Por Fábio Suzuki

Uma única chance de gol em 90 minutos de jogo. Esse dado exemplifica bem o que foi o Corinthians na derrota por 2 a 0 para o Sport. Sonolento, sem motivação para brigar pelas bolas e desatento na movimentação dos adversários. Foi a pior partida da equipe comandada por Tite na campanha vitoriosa neste Campeonato Brasileiro.

A principal dificuldade do time foi sair da marcação feita pelo Sport. Com até seis jogadores adversários em seu campo para marcar a saída de bola, o Corinthians não conseguiu ter uma boa transição entre defesa, meio e ataque durante todo o jogo. Em várias oportunidades, viu seus jogadores perderem a bola na intermediária em lances que levaram perigo ao gol de Walter.

Sem seis titulares (Cássio, Felipe, Ralf, Elias, Renato Augusto e Malcom), o Corinthians teve muitas dificuldades para criar jogadas. Em todo o primeiro tempo, foi apenas um chute fraco ao gol adversário. A única chance clara ocorreu apenas nos acréscimos da segunda etapa.

Querendo mostrar trabalho já pensando na próxima temporada, Romero foi quem mais se movimentou, tanto em jogadas no ataque como também ajudando na defesa. Aberto pelos lados do campo, foi o melhor do time mesmo tendo feito pouco no jogo, o que resume a fraca atuação corintiana no jogo.

O futebol bem abaixo do que mostrou na campanha do título deve-se muito pela falta de motivação no campeonato, pois o único objetivo que falta para a equipe no Brasileirão é passar os 80 pontos do Cruzeiro e ter a melhor campanha da história dos pontos corridos com 20 times.



  • Tricolor Supremo

    O apito amigo deixou o curica e foi ajudar o vasquinho…!!!

    • Wilian Nanzer

      kkkkkkkkkkkkkkkkkk, #Eterno6x1

    • Mais1DúbandLOKO

      Supremo de que ? Soberano de que ? , só se for em levar sacode do Timão

MaisRecentes

Dois gols que o time de 2015 não tomaria. Isso levará tempo…



Continue Lendo

Quatro anos da morte de Sócrates: Doutor fala da Fiel Torcida



Continue Lendo

Neto lembra o maior jogo de sua carreira – Corinthians 2 x 1 Galo



Continue Lendo