Meio de campo povoado não fica com a bola, mas Corinthians soma pontos…



Depois da vexatória derrota para o Atlético, na quarta-feira passada, Mano Menezes decidiu povoar o meio de campo do Corinthians. Bruno Henrique, Elias, Petros e Renato Augusto jogaram com Guerrero diante do Inter, no último domingo, e com Romero diante do Vitória, nesta quarta-feira. A equipe venceu as duas partidas, mas não porque porque teve o controle da bola. Diante dos colorados foram 39% de posse e, diante dos baianos, 43%. Foram jogadas rápidas pelas pontas, em bolas enfiadas pelos meias, ou bola parada, que renderam seis pontos e a volta ao G4.

Bruno Henrique é o único que destoa para o bem. Marca e sai para o jogo como se fosse o dono da região. Em Cuiabá, Petros, Elias e Jadson estiveram muito abaixo. Renato Augusto, como tem sido nos últimos jogos, não aguenta o ritmo. Pela genialidade, conseguiu achar Luciano livre na área para fazer o segundo gol.

A aposta pelo meio povoado foi boa. Até porque são jogadores que não sentem e que precisam encarar o momento atual da equipe. Mas é preciso traduzir em posse e criação.

Nesta quarta, Renato e Jadson começaram abertos. Depois, Renato cansou e ficou mais pelo meio, enquanto Petros passou a ajudar Ferrugem. Na frente, o Corinthians usou o setor cheio para se fechar e tentar sair nos contra-ataques. Os inúmeros erros de passe prejudicaram a ideia.

Sem Guerrero, Mano ainda terá de escolher seu atacante no Dérbi de sábado. Romero perdeu pontos e Luciano, ganhou. O esquema será mantido no mais novo “jogo mais importante do ano” para o Corinthians.



  • Mauro

    Doze anos de roubalheiras, acorda BRASIL é hora de Mudança…….

MaisRecentes

Dois gols que o time de 2015 não tomaria. Isso levará tempo…



Continue Lendo

Quatro anos da morte de Sócrates: Doutor fala da Fiel Torcida



Continue Lendo

Desmotivado e desentrosado, Timão tem seu pior jogo no BR-15



Continue Lendo