A goleada contra o Linense diz que há esperança. É um novo Corinthians



Em seis minutos, ou mais precisamente entre o 17 e o 22 minutos, Jadson destruiu a resistência do Linense contra o Corinthians, na quarta-feira à noite, em Lins.

Foram dois golaços: um com chute forte de fora da área, outro colocado, cobrando falta. A noite foi toda dele, do Magic Jadson, como a torcida decidiu chamá-lo (e o LANCE!Net encampou) depois do primeiro gol que ele fez, parecido com o primeiro de ontem, contra o Oeste, em 20 de fevereiro.

O meia já havia deixado Luciano na cara do gol, no primeiro lance de perigo, com um passe no meio da defesa do Linense – o goleiro Anderson defendeu. Aos 32 minutos, encontrou o meia-atacante de novo sem marcação, desta vez se deslocando sozinho da direita, enquanto Romarinho puxava os marcadores para o outro lado. Foi o terceiro gol de Luciano em dois jogos – não considere os minutos finais que ele jogou antes de estrear de verdade nos 3 a 0 contra o Comercial, há sete dias.

Os 3 a 0 do primeiro tempo permitiram que Mano Menezes lançasse Emerson e Renato Augusto no segundo tempo, já pensando no clássico de domingo, contra o São Paulo – Jadson, é bom lembrar, só poderá jogar se a diretoria do Corinthians pagar R$ 1 milhão ao rival, o que não deve acontecer.

Luciano ainda fez o quarto gol. Sem passe de Jadson, desta vez. Um belo cruzamento de Fagner, finalizada com uma “cabeçada de olho aberto”, como dizemos para aquele lance em que o cabeceador manda a bola conscientemente fora do alcance do goleiro.

O Linense não é lá essas coisas, é verdade. Em 12 jogos, ganhou apenas três, empatou um e perdeu OITO. Mas é importante dizer também que o Corinthians mostrou qualidades tática e técnica que não se viu em jogos anteriores. O trio Ralf-Bruno Henrique-Guilherme e os laterais Fagner e Uendel, mais entrosados, protegeram a defesa e armaram o jogo com mais desenvoltura. E permitiram, por exemplo, que Jadson encontrasse espaços na defesa adversária com mais facilidade. Romarinho e Luciano também se encaixaram bem nesse sistema, deslocando-se e explorando os buracos na defesa adversária.

O Majestoso de domingo será um bom parâmetro para a torcida ver se o time, de fato, encontrou um novo caminho.

A goleada sobre o Linense disse que há esperança.



  • Pingback: A goleada contra o Linense diz que há esperança. É um novo Corinthians -()

  • Nilo Araújo

    Realmente está mudando. O que precisamos é que o Renato Augusto, se num primeiro momento não for titular, possa substituir o Jadson como será o caso domingo, tenhamos outro atacante (li sobre o Nilmar, seria ótimo) e aproveitar com calma os garotos da base (os dois laterais, o Malcom, o Zé Paulo e o volante).

  • Valdemir

    Ainda é muito, muito cedo para dizer qq coisa. Ainda acho que estamos em patamar inferior a Palmeiras e Santos e de igual para igual com SPFC. Esse time ai chegaria no máximo a 10º no campeonato brasileiro

  • jenner leite pereira

    Finalmente, as coisa voltaram ao normal, FLAMENGO voltou a ser a marca mais valiosa do brasil

    • Carlos

      Duvido que você é Corinthiano, deve ser um enrustido e vem aqui ficar falando merda.

    • Tião Fiel

      um time que coloca no estádio a impressionante marca de 375 torcedores não pode ser a mais valiosa do Brasi, meu querido!

  • Jurandir Silva

    Meu… na boa… tem q colocar esse centro-avante da base para jogar tb… o zé paulo precisa de outras oportunidades… agora é um momento bom para lançar os jovens jogadores… o mano colocou o zé paulo numa fria, mas agora ele precisa consertar a mancada que ele deu…. e em 2015 aguardem… Malcom vem aí…

  • Luiz

    Jurandir primeiro o Zé Paulo não é centro avante, ele é meia, segundo o time encaixou e você quer colocar quem? Acho que a única mudança a ser feita é a volta do Fábio Santos na lateral, por mais que o Uendel, na minha opinião seja mais jogador que o Fábio, defensivamente o Fábio tem o poder e pode soltar o Bruno Henrique, acho que uma grande surpresa é bom jogador mais não esperava que fosse tão bom e vai dar liberdade pro Fagner esse sim volto a joga o futebol do Vasco que ele tinha o Eder Luis pra ajuda, bom creio que o Corinthians ta no caminho, concordo com o Valdemir, hoje o time ainda está se encaixando teremos o primeiro grande desafio contra a freguesia, nada melhor que manter um tabu no Pacaembu é jogar bem e sem o Magic Jadson acho que além disso tudo precisamos não depender só dele. Deixaram o Corinthians acordar e se chegarmos nas quartas ninguém segura. #vaicorinthians

MaisRecentes

Dois gols que o time de 2015 não tomaria. Isso levará tempo…



Continue Lendo

Quatro anos da morte de Sócrates: Doutor fala da Fiel Torcida



Continue Lendo

Desmotivado e desentrosado, Timão tem seu pior jogo no BR-15



Continue Lendo