O lado político das mudanças na diretoria



Roberto de Andrade e Duílio Monteiro Alves deixaram nesta quinta-feira os cargos de diretor de futebol e diretor-adjunto do Corinthians, respectivamente. O primeiro sairá para descansar, renovar-se e começar a trabalhar para a campanha presidencial, em fevereiro de 2015. O segundo convive com problemas de saúde e tem viajado direto aos Estados Unidos, onde faz tratamento e sua família mora há alguns meses.

Os motivos acima (reais e urgentes, vale destacar), porém, foram a deixa certa para uma troca que já era alarmada nos últimos meses de 2013, por questões políticas. As rusgas entre o presidente Mário Gobbi Filho e o ex-presidente Andrés Sanchez respingavam no CT e no dia a dia dos profissionais, como o LANCE! publicou em matéria no dia 20 de setembro, em que até o técnico Tite já se incomodava.

Roberto e Duílio nunca esconderam mais afinidade com o ex-presidente do que com Gobbi. Foram levados por Sanchez ao departamento de futebol. Recebiam-no direto no CT e o tinham como espécie de consultor para todos os assuntos – algo que sempre incomodou o atual mandatário, que sentia seu poder diminuído no futebol.

Gobbi e Andrés, publicamente, sempre fizeram questão de mostrarem proximidade, com cumprimentos e abraços para as câmeras. Fora dos microfones, porém, não evitam alfinetadas. Andrés já reclamou que Gobbi mal aparece na Arena Corinthians, e que também é ausente no CT. Nesta semana, Gobbi chegou a dizer que não era presidente que gostava de aparecer, que nem mesmo tinha apresentado Alexandre Pato, e até cantou um dos jingles da Globo para ironizar a situação…

Vale lembrar que, em setembro, Mário Gobbi deixou sua sala no Parque São Jorge para se instalar no CT Joaquim Grava. Oficialmente, para estar presente e dar apoio a Tite, na época muito pressionado pela falta de resultados. A verdade é que ele queria ver de perto o que se passava no dia a dia, ficar em cima da disciplina de jogadores como Sheik, perguntar o porquê e para quê os diretores faziam isso ou aquilo. Desde aquela época, ele já conversa com o secretário da presidência, Ronaldo Ximenes, seu braço direito, que desejava vê-lo em um cargo da diretoria. Ximenes foi o escolhido para iniciar a função a partir desta sexta.

Gobbi não sabe, mas, no ano passado, funcionários, membros da comissão técnica e jogadores tinham um apelido para ele, em tom pejorativo. Não vou dizer qual é, por ser ofensivo, mas toda vez que Gobbi aparecia, diziam “Xi, lá vem o…”. O mandatário já não tinha agradado ao grupo quando, na decisão da Recopa Sul-Americana contra o São Paulo, depois que o Corinthians já havia conquistado Libertadores, Mundial e Paulista, ele fez um discurso no vestiário antes do primeiro jogo, no Morumbi, dizendo que o título seria muito importante para ele. O fato pegou mal internamente.

Com Roberto e Duílio fora do departamento, e a presença de Ximenes no CT Joaquim Grava, Gobbi ficará tranquilo para conduzir seu último ano de mandato presidencial. A Andrés, caberá fazer seu jogo político no Parque São Jorge e esperar para voltar com toda sua influência no dia a dia corintiano a partir de fevereiro do próximo ano.



  • BRANCÃO SJC

    ESSE GOBBI NÃO SABE NADA DE FUTEBOL. É um atraso para o Corinthians tê-lo como presidente. “Futebol é business…” Cai fora.

  • Esse Mario Gobbi é um cartola que não deixará nenhuma saudade no Timão!

  • Edson D.

    Se o time mais rico do hemisfério sul ta falido, imagino o seu.

  • Juvenal Boca de Litro

    manifestação de uma barbie mal comida….

  • Sempre Fiel

    Alternância no poder, é isso que o Corinthians precisa. A gestão Andres foi excelente, com o próprio Gobbi na direção e tal. Por sua vez, Gobbi foi um ótimo diretor, mas um presidente mediano. Faltou pulso em algumas situações (indisciplina extra campo do Sheik, absurdos na Liberta 2013, gastos exorbitantes na área social) e sobrou em outras (caso Jorge Henrique). Espero que o clube retome o sucesso ainda em 2014, apesar da copa e da preparação para o pleito. Em tempo: Leitores, procurem expor suas opiniões com clareza e educação. O país muda qd a gente muda! Saudações Corinthianas!

    • Mateus

      Sempre Fiel , entendo que quando fala da alternância no poder no Corinthians se refere a presidência que teoricamente esta na mão do mesmo grupo desde a reconstrução em 2008.

      Mas mesmo assim discordo um pouco da sua opinião pois vejo que estamos tendo essa alternância se por um lado um grupo consegue se manter as figuras desse grupo são diferentes tanto presidentes quanto diretores e neste caso colocarei ate a comissão técnica Tite / Mano concordo que a alternancia eh necessaria e desejada pois com gente nova vem normalmente novas ideias alem de se possivel manter o q ja esta bom, mas eh necessario tbm manter um certa base afinal nao podemos dizer q essa diretoria fez(roberto e duilo e Edu) um pessimo trabalho acredito sim que o contrario q apesar de ano passado o time nao ter se encontrado no segundo semestre apos a saia do Paulinho e as contusoes e covocacoes de guerreiro e pato, o time na minha opiniao eh muito bom e tem total condicoes de conquistar Paulista a copa do Brasil e o Brasileiro logo mexer mais do que ja foi mexido no corinthians hj acredito q ira atrapalhar mas as trocas que ja ocorreram podem dar bons resultados.

  • Leo Trindade

    Mudem o que quiser no Corinthians, esses cartolas não entendem picas de futebol. Todos contam com profissões paralelas que nada tem a ver com a vida desportiva, só estão onde estão por politicagens inerentes à bola.

    No Brasil as pessoas que trabalham com futebol são, no geral, sócios abastados dos clubes. Pessoas que adquirem poder por motivos que passam longe das 4 linhas. Como uma pessoa assim pode ter poder de decisão em algo tão grande como um clube de futebol? Só o atraso explica.

    As únicas pessoas que podem fazer desse um ano diferente pro Corinthians são os 30 e tantos atletas do elenco. A eles eu desejo toda a sorte de bons resultados. A diretoria pode ir à merda.

  • Este enfadonho jogo politico,havido de troca de farpas é uma constante neste ´pobre e falido futebol brasileiro. Observem quem se beijava na boca ontem,hoje ataca seus ex-parceirinhos a unhadas e dentadas. E toma falação,que vasa para a midia chovinista que detona os com e os sem culpa no cartorio!!! Mas os cães ladram e co Todo Poderoso Timão passa,por cima!!!!
    VAI CORINTHIANS!!!

  • Coringão no Topo

    Tem nego invejoso q só entra pra falar besteira… é o Maior Clube das Américas, q tem o melhor CT, o melhor estádio, o melhor centro de recuperação de atletas (CEPROO). Time mais rico do Brasil. Vai chorar na cama q é lugar quente… cuidado pra não piorar esta dor de cotovelo… kkkkkkkkkkkk

  • Ronaldo

    #FORA MARIO GOBBI, um dos presidentes mais fracos, e q não entende nada de futebol, q já passaram pelo Timão!

  • wilson costa

    Alem de termos o melhor elenco, a torcida mais apaixonada e maior, ainda temos a maior torcida contra que é o resto do Brazil, salve o TIMÃOOOO…

    Sobre a reportagem, temos que ter o cara chato na empresa para botar respeito, temos ter pessoas que querem aparecer isso é normal, politica interna é assim mesmo, imagine se o Lance não tem politicaaaa, kkkkk, e deve ter gente ai com cada apelido…nem quero imaginar…

    não gostei muito da reportagem foi superficial demais…

MaisRecentes

Dois gols que o time de 2015 não tomaria. Isso levará tempo…



Continue Lendo

Quatro anos da morte de Sócrates: Doutor fala da Fiel Torcida



Continue Lendo

Desmotivado e desentrosado, Timão tem seu pior jogo no BR-15



Continue Lendo