É preciso abrir os olhos! A chance de rebaixamento é maior do que a de G4



Há duas semanas, Tite se incomodou com a chance de apenas 1% que o Corinthians tinha de ser campeão brasileiro. Afirmou, em tom irônico e bem humorado, que a matemática não joga bola. E que Tristão Garcia, que faz os cálculos, jogava “no máximo uma peladinha”.

De lá para cá, o Timão perdeu mais três (para Botafogo, Goiás e Ponte Preta) e empatou um jogo (contra Cruzeiro). E – o que nem o mais pessimista dos fiéis poderia prever – as chances de ocupar posição no G4 ficaram menores até do que a de rebaixamento.

Sim, acredite! De acordo com o mesmo Tristão, é de apenas 4% a chance de o Timão garantir vaga na Libertadores de 2014, e de 8% a de cair para a Segundona – na matemática mais simples, a distância para o G4 é de oito pontos e para a zona de degola, sete.

É um panorama catastrófico imaginar o Corinthians campeão do mundo brigando contra Criciúma, Vasco, Flamengo e outros, por pontinhos para não cair. Principalmente se o seu parâmetro for o time que fez bom segundo tempo contra o Cruzeiro. Mas, se a confiança que os jogadores demonstraram depois do empate por 0 a 0 não fizer a equipe manter o nível contra o Grêmio, amanhã, pela Copa do Brasil, é bom colocar as barbas de molho e considerar a matemática, ao contrário do que Tite fez há duas semanas.

Nas próximas duas rodadas do Brasileirão, o Timão enfrentará duas equipes que flertaram ou ainda flertam com a zona neste Brasileirão: Portuguesa e Bahia (que já passou o Corinthians). A considerar o momento atual deles (venceram Internacional e Botafogo fora de casa, respectivamente), é de se preocupar.



  • Alexandre

    Os 07 erros do Corinthians em 2013:

    1º Suas categorias de base continuam sendo uma piada. Para quem se lembra o Paulo Vitor hoje no time principal disputou a copa São Paulo com a 10 nas costas. Seu desempenho foi horrível, como presente recebeu a promoção para o time principal. Fica o óbvia dúvida se ele não conseguiu ir bem nas categorias de base, como alguém pode esperar que ele vá bem no time principal?
    2º O time só tem dois meias com características de armação, um deles é o patético Douglas e o outro é o bom Renato Augusto que infelizmente tem uma saúde comprometida.
    3º Alguns dos jogadores do elenco após comerem muito caviar e lagosta celebrando as conquistas recentes, esqueceram de jogar bola. Será que os fisiologistas não percebem que o Sr. Sheik está pelo menos uns 07kg acima de seu peso. O Half é outro, porem este tem mantido sua boa regularidade.
    4º As contratações de Ibson e Maldonado foram umas das piores de toda nossa história.
    5º O time tem muitos jogadores que não tem a sua cara, por exemplo antes da compra do jogador Pato, todo mundo sabia que ele não tnha perfil para jogar no Todo Poderoso. O Douglas chinelinho é mais um sem perfil, não marca, não tem raça, não tem personalidade, se esconde, etc. Incluo ai o Ibson, E cogitaram trazer o Kaká, era só o que faltava.
    6º Vendeu seu principal jogador, Paulinho. Tudo bem ele queria ir, os empresários queriam vender, no mínimo dava para ter lucrado mais.
    7º A sorte de 2012 virou azar em 2013. Ao invés de arrebentar o Ibson o fraquíssimo Douglas, arrebentou o bom Renato Augusto.

  • Ricardo

    o tite é um técnico de um esquema só, que todos os outros times já sabem, prioriza a marcação e sobrecarrega o ataque, tá feio de assistir o time brigar por uma única bola nos jogos.

  • SAULO

    Como você não falou de qualquer torcida, nada vou dizer sobre o MILKSHEIK!

MaisRecentes

Dois gols que o time de 2015 não tomaria. Isso levará tempo…



Continue Lendo

Quatro anos da morte de Sócrates: Doutor fala da Fiel Torcida



Continue Lendo

Desmotivado e desentrosado, Timão tem seu pior jogo no BR-15



Continue Lendo