CBF atrapalha planejamento, mas dirigentes dos clubes são cúmplices



Final Recopa- Corinthians x Sao Paulo

Pato vai desfalcar o Corinthians em três jogos no Brasileirão – Internacional, Náutico e Botafogo (Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)

O Corinthians ainda está fora do G4 do Brasileirão, mas a distância para o líder (agora, o Cruzeiro) continua pequena – cinco pontos – e a evolução do time nos últimos jogos com Douglas e Pato em grande fase dá esperança de uma arrancada no segundo turno da competição. Tite, em algumas entrevistas, já afirmou que o objetivo do time neste ano é conseguir uma vaga na Libertadores de 2014. Se for com título, da Copa do Brasil ou do Brasileiro, melhor.

O problema da vez, no entanto, é definir quem jogará como referência, já que Pato e Guerrero, os dois centroavantes, foram convocados para as seleções do Brasil e do Peru, respectivamente, e vão desfalcar a equipe nos próximos três jogos – dois deles importantíssimos, contra Internacional e Botafogo. Emerson fará a função contra o Internacional, nesta quarta-feira, mas a insegurança é tamanha que Romarinho e até Danilo foram testados.

A CBF, de novo, atrapalha a programação dos clubes brasileiros, cujos dirigentes, como acontece há décadas, aceitam os atropelos no calendário nacional.



  • Pingback: CBF atrapalha planejamento, mas dirigentes dos clubes são cúmplices | timaodiariotv()

  • Daniel Santoro

    Nunca vi uma Federação que prejudique tanto os seu próprios clubes como a CBF.
    No entanto, os clubes aceitam tudo bovinamente. Então não da nem pra reclamar.
    Aí reclamar no final do campeonato depois que o título já estiver perdido não adianta.

  • Edson Fernandes

    Fim dos tempos!!! levar o podre do Pato pra seleção? se é pelo momento, desculpe mas quem vive um grande momento é o Valter do Goias kkk que gordinho joga mais que esse Pato kkkk que de 5 chances perde 4 kkkkkkk já começou a falcatrua do sr. Andres (FDP)

  • matheus

    isso é uma palhaça, a CBF e os dirigentes n podem ouvir falar em dinheiro que ja arreganham todo….entra ano e sai ano, tudo continua a mesma, quando se fala em dinheiro tudo muda…ja que esta tudo na merda mesmo, vamos colocar o FENOMENO como presidente da CBF, quem sabe de certo, é o jeito…se der certo deu se n der…..fazer oqe?? é a cara mesmo do Brasil nada dar certo

  • Eduardo

    A ÚNICA SOLUÇÃO: A CRIAÇÃO DE UMA LIGA NACIONAL DE FUTEBOL, PRESIDIDA APENAS POR DIRIGENTES DA 1ª DIVISÃO E REVEZANDO-SE A CADA 4 ANOS SEM DIREITO À REELEIÇÃO, MAS OBSERVANDO-SE O DIREITO DE CASSAÇÃO DE MANDATO, POR INCOMPETÊNCIA OU CORRUPÇÃO ATIVA/PASSIVA. COM A CRIAÇÃO DA LIGA, OS CLUBES PODERIAM DEIXAR DE PARTICIPAR DOS DEFICIENTES CAMPEONATOS ESTADUAIS E CRIAR UMA OUTRA COPA, A DA LIGA NACIONAL, À EXEMPLO DA INGLESA. TERÍAMOS 3 COMPETIÇÕES NACIONAIS, CAMPEONATO BRASILEIRO, COPA DO BRASIL E DA LIGA, ESTAS 2 EM FORMATO DE MATA-MATA. OS CLUBES, ATRAVÉS DESTA LIGA NACIONAL DE FUTEBOL, TERIAM TOTAL AUTONOMIA P/ ORGANIZAR UM CALENDÁRIO PROGRAMADO DE ACORDO COM AS FÉRIAS, PRÉ-TEMPORADA COMPLETA E COMPETIÇÕES POR TODO O ANO, INCLUINDO AMISTOSOS INTER-TEMPORADA E AMISTOSOS DA SELEÇÃO EM DATAS FIFA, SOMENTE, E RECUSAR A CONVOCAÇÃO DE SEUS ATLETAS, FORA DAS DATAS FIFA. ASSIM, ESSES AMISTOSOS CAÇA NÍQUÉIS, TIPO SUPERCLÁSSICO DAS AMÉRICAS BRASIL X ARGENTINA, OU JOGOS TIPO CONTRA PAPUA-NOVA GUINÉ, BIRMÃNIA E CATADOS POR TODO O LADO, DEIXARIAM DE EXISTIR. OUTRA COISA: OS CLUBES QUE CEDEM ATLETAS À SELEÇÃO EM AMISTOSOS/COMPETIÇÕES, DEVERIAM EXIGIR UMA PORCENTAGEM DO PATROCÍNIO DA CBF, JÁ QUE SEM OS ATLETAS DOS CLUBES, NÃO HÁ SELEÇÃO. ESSA PORCENTAGEM SERIA DE ACORDO COM A CLASSIFICAÇÃO DOS CLUBES EM RANKING, BASEADO SEMPRE EM DESEMPENHO NAS COMPETIÇÕES NO ANO ANTERIOR. MELHOR DO QUE ISSO, NÃO EXISTE NEM NA EUROPA, ISSO EU GARANTO. TERÍAMOS COMPETIÇÕES DE ALTO NÍVEL, DE GRANDE APELO POPULAR, MUITO MAIS BEM ORGANIZADAS E SEM O MÍNIMO IMPROVISO, TÃO CARACTERÍSTICO EM NOSSO PAÍS.

    • Sunao

      Aprovado!

MaisRecentes

Dois gols que o time de 2015 não tomaria. Isso levará tempo…



Continue Lendo

Quatro anos da morte de Sócrates: Doutor fala da Fiel Torcida



Continue Lendo

Desmotivado e desentrosado, Timão tem seu pior jogo no BR-15



Continue Lendo