Uma outra visão de Luverdense x Corinthians



Na chegada ao Passo das Emas, percebi que os torcedores de Luverdense e Corinthians andavam juntos. Os da casa estavam honrados com a visita do campeão mundial, e os visitantes não se incomodavam com o pequeno desconhecido do Mato Grosso. Mas foi legal ver o clima amistoso, ou de provocações sadias, entre muitos torcedores que até se chamavam pelos nomes. É assim que é no interior, ainda mais quando se tem uma atração de porte internacional, como disse o presidente do Luverdense, Helmute Lawisch dias antes. No fim, a torcida local entrou no clima de festa com gritos de “Eu acredito”, “olé” e “timinho”

Ao contrário do que sempre fiz, em qualquer estádio, não fiquei em uma das cabines de imprensa. Os camarotes improvisados estavam reservados para operadores de rádio e TV, torcedores e autoridades. Tive de fazer a cobertura da partida do gramado, atrás do gol, ao lado dos radialistas. Uma visão completamente diferente, sem noção de profundidade, algo que me fez parecer um marinheiro de primeira viagem.

Minutos antes do jogo, estava ao lado do vestiário do Luverdense e o capitão do time, Zé Roberto, me viu e foi ao meu encontro. E disse: “Fiz questão de vir pessoalmente agradecer pela matéria que você publicou. Teve uma repercussão muito boa, meu irmão disse que nunca viu meu pai chorar daquele jeito”. Isso ocorreu faltando uma hora, mais ou menos, para a bola rolar.

No banco de reservas do Corinthians, a escalação para a partida já estava à disposição, em um papel divulgado pela assessoria de imprensa. O assessor do Luverdense pediu licença e “roubou” o papel. Segundos depois, a banda que entretia o público em um palco instalado atrás de um dos gols, começou a anunciar a escalação. A organização dos funcionário do LEC, aliás, é louvável. São poucas pessoas que ralam e fazem inúmeras funções. “Batem escanteio e correm para cabecear”, brincam. Às vésperas do duelo, foi o diretor de futebol, Edu Pascoski, que ajudou a passar máquina no gramado do estádio. Foi ele também que esteve na reunião da CBF que definiu o sorteio das oitavas de final.

Atrás do gol de Gabriel, assisti aos dois tempos do duelo. Fiquei com a sensação que levaria uma bolada, que derrubaria computador, óculos… uma tragédia! Nada disso aconteceu, até mesmo porque o ataque do Timão chegou pouco. Estava perto do goleiro e ouvia muitos gritos da torcida, xingando, provocando. Lá dentro, o jogador também ouve. Pode sentir ou não, mas ouve muita coisa que falam.

Após o apito final do árbitro, uma multidão invadiu o gramado, e outras tantas pessoas nas arquibancadas vibraram como se fosse um título. Afinal, o time da Série C havia batido o da Série A. O patinho feio havia desbancado o todo poderoso, depois de tanto ralar, acreditar e desacreditar. Jogadores deram entrevistas como talvez nunca deram na vida. E nem o clube sabia como lidar.

O presidente do LEC estava louco para reunir seus jogadores no vestiário e dar uma palestra. Quando viu Misael cercado por diversos jornalistas, saiu bufando. Sem paciência, foi em direção dele e gritou “Está bom, acabou! Vamos lá, vamos lá!”. O assessor de imprensa pediu calma, que ele estava no meio das respostas. Depois, pediu que o jogador fosse para o vestiário e depois continuasse a falar com os jornalistas.

O Luverdense merecia a vitória. Mereceu. Pode falar que quer mais, quer a vaga, que quer desbancar o Corinthians no Pacaembu. Claro que quer! Mas o que queria mesmo conseguiu. A vitória em Lucas do Rio Verde, diante de sua torcida, foi a coroação. O Corinthians deveu futebol. E nem imagina o quanto o rival trabalhou para conseguir o que queria…



  • caroline

    Onde assino? Concordo com absolutamente tudo que foi dito.

  • Caio

    Disse tudo, o corinthians jogou com sono e horrivelmente, o luverdense mereceu a vitória, justíssima Ps. Sou corinthiano e estarei quarta no pacaembu!

  • Serginho Chuteira

    […] Eles só pensam em beijar! Beijar, beijar, beijar!
    Esqueceram até de jogar! Pra beijar, beijar, beijar!!![…]

    Dizem que o São Paulo tá tão ruim, que perdeu o título de bambis pro Corinthians!!!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Donizeti – SP

    Tite pode colocar a barba de molho.

    O time não está jogando nada desde o início do Brasileiro e se for desclassificado por esse time de 5a. categoria, sua cabeça pode rolar, a torcida não vai engolir uma tolimada por 2 vezes.

    O time anda em campo, perde todas as divididas, parecem jogadores de solteiro e casado.

    Os jogadores parecem enfastiados de jogar bola no melhor clube do Brasil, que paga altos salários e em dia, a torcida está começando a ficar de saco cheio com tanto pouco caso do time em campo, joga quando quer.

    E o Tite dá sua parcela de contribuição para esse jogo horrível do Timão, ele transformou o atacante Romarinho num defensor, num beque, o rapaz só defende o jogo inteiro e não ataca mais.

    Ontem antes da expusão do Romarinho devia ter trocado ele pelo Douglas, já que não tinha armação. Esperou o jogador ser expulso para fazer substituições que deram em nada e o Sheik está cavando sua saída do Timão, primeiro causando polemica desnecessaria com aquele beijo fora de hora e agora com essa expusão besta.

    Se perder a classificação 4a. feira para esse time amador do luverdense, será a maior crise o Timão em 4 anos, cabeças rolarão no time e na comissão técnica.

    Acabou a lua de mél da torcida com o time.

    • Falou tudo cara,
      A torcida nao vai aguenta outro “tolima” na nossa cola
      Tite, tem que mudar essa postura de somente defender dele, com um time que vale milhoes, não se pode jogar assim sempre.
      Quarta feira vamos ver a postura do time contra esse LEC, que concerteza, ira jogar com os 11 atras do meio de campo.

    • Gallo_SJC

      Esse Donizeti não é corinthiano. Deve ser torcedor do tricoflor tentando tumultuar.

  • quem é esse tal de luverdense? depois da revelação do sheik esperar o q? o timão vai disputar o campeonato feminino.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • eduardo

    Bom dia a todos! Perder pro Luverdense ontem pra mim foi uma VERGONHA! Time horrível, com medo de jogar.. errava passe, e o Corinthians pior ainda, parecia q tava com medo de jogar.. parecia q o Luverdense era o time grande e o Corinthians o pequeno. Vcs podem não concordarem comigo.. mais aquele Felipe, não é zagueiro pro Corinthians… ainda bem que o Cleber chegou e vai jogar no lugar dele! Fica a lição .. claro que vamos classificar.. mais o Tite aprendeu que retranca msmo que seja contra time pequeno .. pode dar errado e perder jogos. Abraços

  • Leonardo

    A partida de ontem foi sofrível e apática, o Corinthians não produziu nada em campo e a tempos vem devendo futebol.

    O Luverdense teve seus méritos na vitória mas muito se deveu a pouca produtividade do Corinthians. Há tempos digo a amigos que o Tite precisa mexer no esquema tático do time pois desde a era Mano Menezes jogamos da mesma forma, com o mesmo padrão de jogo entrando ou saindo jogadores, a forma de jogar é a mesma e todos os adversários já sabem como o time joga independente se jogam na Série A ou C.

    A nossa defesa é a única coisa sólida no time. As vitórias ultimamente quando vem, são mais em cima de erros dos adversários ou em algum lampejo individual de jogadores como Renato Augusto (que sozinho não vai conseguir mudar nada) do que em jogadas trabalhadas nos treinos.

    O caso do Pato não estar rendendo o que deveria nem é motivo para culpa-lo. Nossos laterais não sabem cruzar uma bola para área, nossos meias não fazem a bola chegar nos atacantes, os cobradores de falta e escanteio então, que vergonha e vou crucificar o Pato sendo que o cara é reserva e mesmo assim é vice artilheiro do time? Se o time der condição para o Pato mostrar seu talento ele vai arrebentar, mas não tem como cobrar do cara nada se o time não ajuda.

    No meu pensamento, o que está acontecendo com o Corinthians é uma acomodação geral, da diretoria, da comissão técnica e dos jogadores e se não começarem a mudar o andar da carruagem a coisa vai ficar feia.

MaisRecentes

Dois gols que o time de 2015 não tomaria. Isso levará tempo…



Continue Lendo

Quatro anos da morte de Sócrates: Doutor fala da Fiel Torcida



Continue Lendo

Desmotivado e desentrosado, Timão tem seu pior jogo no BR-15



Continue Lendo