Corinthians perdeu em MG. Previsível!



Como passar ileso com 12 jogadores de fora? Como não sentir falta de entrosamento com tantos desfalques? Como querer um futebol melhor e/ou a vitória diante de um quadro tão complicado? Não dá, não tem jeito…

A derrota do Corinthians para o Cruzeiro, num jogo bastante ruim tecnicamente, era esperada. E até mesmo pela comissão técnica do Timão que, ao ignorar o jogo de Varginha (MG) para cuidar das partes física e mental de seus principais jogadores, tinha total consciência de que não jogaria bem, de que a derrota era provável.

Alessandro não estava do lado direito quando o lateral-esquerdo do Cruzeiro cruzou para a área – Welder não é nem reserva dele, posição essa que é ocupada por Guilherme Andrade, que estava do lado esquerdo.

Wallace não conseguiu cortar a bola, mas era Chicão que deveria estar por ali. E Anselmo Ramon não perdoou, abrindo o placar em MG.

Depois de uma linda jogada de Danilo, que é titular absoluto da equipe, Edenílson não conseguiu cabecear mesmo estando cara a cara com o goleiro Fábio. Emerson e Guerrero, se estivessem ali, teriam bem mais chance de empatar o jogo.

Esses dois lances da primeira etapa exemplificam a falta que os titulares fizeram em Varginha. No segundo tempo, o Corinthians ainda tomaria o segundo, de Martinuccio, nas costas de Guilherme Andrade, que trocou de posição com Welder.

Deu até para Tite promover a entrada do chinês Zizao que, enfim, fez sua estreia e entrou para a história do clube como o 36 estrangeiro a suar a camisa alvinegra desde 1910.

A derrota corintiana para o Cruzeiro foi construída sem sustos, sem reações…como era previsto pela própria comissão técnica ao tirar a semana para “fechar para balanço”.



  • Missori

    Rodrigo, o resultado foi previsível. Sem 12 jogadores do elenco só sobrava como expectativa a estréia do Zizao. Daqui prá frente a expectativa para as próximas rodadas é o mesmo jogo que se viu ontem em Varginha. Mas nos últimos 6 jogos do brasileirão, o Tite já avisou que vai colocar o time titular prá jogar, adquirir ritmo de jogo e chegar ao mundial voando baixo. Abçs.

MaisRecentes

Dois gols que o time de 2015 não tomaria. Isso levará tempo…



Continue Lendo

Quatro anos da morte de Sócrates: Doutor fala da Fiel Torcida



Continue Lendo

Desmotivado e desentrosado, Timão tem seu pior jogo no BR-15



Continue Lendo