Visão de jogo: Vem, freguês!



Dentinho comemora o seu gol no 3 a 0 (Foto: Tom Dib)

Líder do Paulistão, classificado para a próxima fase e invicto há mais de quatro anos (sete vitórias e quatro empates) contra o São Paulo. É com todos esses trunfos que o Corinthians começará o Majestoso de domingo depois de superar o Oeste por 3 a 0, na noite de quarta-feira, no Pacaembu.

Além do topo da tabela, o Timão garantiu vaga nas quartas de final do Estadual com tranquilidade antes de fazer seu terceiro clássico na temporada.

Se na terça-feira Tite disse que o Timão é um time “fogoso”, apressado até demais em certos momentos, a chama corintiana começou acesa. Aumentou ainda mais quando o primeiro gol do Paulista sobre o rival do Morumbi foi anunciado nos alto falantes do Paulo Machado de Carvalho, para delírio dos oito mil fãs presentes.

No começo, este ímpeto chegou a prejudicar a armação de jogadas, cujas consequências foram alguns erros primários de passe na tentativa de destinar a bola aos flancos do gramado.

Mesmo com o meia Léo Salino improvisado na lateral direita do Oeste, o Corinthians insistiu, em vão, em avançar pelo outro lado, com o Alessandro batendo de frente com Fernandinho.

Com Paulinho bem marcado, o Timão sofreu um pouco para sair para o jogo. Até que em um contra-ataque ele lançou Morais. O meia cruzou, e Dentinho tirou tinta da trave de Fábio.

Mas foi  pelo lado esquerdo que o Corinthians chegou ao primeiro gol. Aproveitou espaço deixado por Marino (substituto de Léo Salino, machucado) e conseguiu escanteio. Morais alçou e Paulinho fez de cabeça: 1 a 0.

Com a vantagem no marcador, os comandados de Tite continuaram com o domínio do jogo – o time do interior chegou quatro vezes à área de Julio Cesar, mas, todas elas, sem oferecer perigo.

Mais do que a soberania, Morais, Dentinho e sobretudo Jorge Henrique e Liedson, se movimentaram bastante à frente.
Quatro minutos do segundo tempo foram suficientes para Liedson resolver mais uma vez, marcar o segundo do confronto (o décimo em nove exibições desde o retorno) e se igualar a Elano, do Santos, no topo da  artilharia do Campeonato Paulista.
Antes de sair, Liedson chutou e Dentinho aproveitou a sobra da zaga para garantir o 3 a 0. Ponto positivo para Bruno César, que no seu primeiro lance já deixou o Levezinho livre para finalizar.

E a vitória só não foi mais elástica porque o goleiro Fábio parou Bruno César cara a cara e Fábio Santos em arremate rasteiro.

blogs.lancenet.com.br/timao/wp-admin


  • DAVI OLIVEIRA DE SOUZA

    Vai pra cima delas timão !!!!!!!!!!!

  • lauro cesar

    QUERO SOMENTE UMA COISA ALEM DA VITORIA? FIEL CANTA ? AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA QUE ISSO ELAS ESTAO DESCONTROLADAS AAAAAAAAAAAAAAAAA QUE ISSO ELAS ESTAO DESCONTROLADAS.

MaisRecentes

Dois gols que o time de 2015 não tomaria. Isso levará tempo…



Continue Lendo

Quatro anos da morte de Sócrates: Doutor fala da Fiel Torcida



Continue Lendo

Desmotivado e desentrosado, Timão tem seu pior jogo no BR-15



Continue Lendo