Federer tem chances contra Nadal ? Djokovic prejudicado



A sexta-feira pode e deve marcar o capítulo final de Roger Federer x Rafael Nadal em Roland Garros. Sim, a carreira do suíço está chegando ao fim, não este ano, mas se especula que para o fim de 2020 – não é o que eu e a maioria querem, óbvio. Diante do duro calendário para o ano que vem com Jogos Olímpicos no Japão é difícil imaginar que Federer volte a disputar o torneio de Paris e caso volte, mais complicado ainda que tenhamos um outro repeteco de Fedal no saibro parisiense.
Então a sexta-feira será simbólica. Se será histórica em termos de competitividade aí já não sei. Tenho minhas dúvidas. Mesmo buscando a rede até no segundo serviço, aplicando deixadas, variando e sendo agressivo, a solidez de Rafa Nadal ao longo do torneio me faz acreditar que ele tem amplo favoritismo contra o suíço. Difícil imaginar que passará por cima de Roger como fez na final de 2008, mas minha aposta é numa vitória em sets diretos.
As chances de Roger passam por começar em um ritmo acelerado e minar a confiança do espanhol. No saibro contra Federer existe uma freguesia, 13 vitórias em 15 jogos, mas nos últimos cinco encontros só deu Federer. Nadal tem essa pressão do piso, de defender Roland Garros e de não ganhar do rival nos últimos anos e Roger em tese pode jogar bem solto sabendo que a semifinal era até certo ponto um resultado acima do esperado para ele em Paris.
Djokovic prejudicado
A chuva desta quarta-feira fez com que a rodada fosse cancelada. O lado da chave de Novak Djokovic foi prejudicado assim como Simona Halep e etc. Nole não deve ter vida fácil contra Alexander Zverev e ainda um provável jogo muito duro contra Dominic Thiem – não o vejo perdendo de Karen Khachanov – na sexta-feira. Dias seguidos com partidas duras. Se jogar mais que seis sets vai chegar mais baleado para eventual final. Ele ainda é meu favorito para alcançar a decisão.
Caso Serena
No último final de semana Serena Williams mostrou porque está longe de ter a popularidade da dupla Fedal e até mesmo de Novak Djokovic. Perdeu, correu para dar entrevista e pediu a saída de Dominic Thiem da sala e sequer pediu desculpas ao austríaco. Thiem deu uma pancada nela aodizer que Federer ou Nadal jamais fariam ou aceitariam tal atitude pela organização. A americana não sabe perder e tem uma soberba acima do normal.


MaisRecentes

Os sabores doces e amargos de uma épica final



Continue Lendo

Federer conseguirá tirar um novo coelho da cartola contra Djokovic ?



Continue Lendo

Federer x Nadal número 40. Quem leva vantagem ?



Continue Lendo