Pode Zverev segurar Thiem ? Djokovic comendo pelas beiradas



Primeira quartas de final para Alexander Zverev. Custo. Três jogos seguidos de cinco sets alternando altos e baixos, mas chegou, quebrou a barreira, tirou o peso das costas em jogos onde era o favorito. Agora a situação muda. Dominic Thiem pela frente, jogo sem favoritismo destacado e é aí a chance de Zverev finalmente se soltar em Roland Garros, fazer o que fez no último set contra Karen Khachanov.
A questão é ? Teria condições de encarar Thiem com o nível que o austríaco vem jogando. Com poucos lapsos no torneio  e a quadra mais lenta da Chatrier – difícil imaginar esse jogo na Suzanne Lenglen, imagino -, Thiem leva um pouco de vantagem para alcançar sua terceira semifinal seguida.
Enquanto isso, Novak Djokovic superou um jogo muito difícil contra Roberto Bautista Agut e passou firme sobre Fernando Verdasco. O sérvio vai comendo pelas beiradas, do jeitinho mineiro, e ganhando confiança para uma semifinal empolgante seja contra Thiem ou contra Zverev.
Falando em mineiros, nossos meninos da terra do pão de queijo estão um patamar abaixo da última temporada. Nos acostumamos a vê-los lá em cima com finais e títulos, principalmente Melo ano passado com Kubot e qualquer queda antes da semi ou quartas já não consta como bom resultado, mas é preciso lembrar que o circuito de duplas é muito equilibrado e que daqui a pouco eles devem voltar a vencer. É bom lembrar que a dupla é bem dinâmica também e nenhum jogador gosta de perder seguidamente.
Juvenil
Três brasileiros avançaram à segunda rodada. Thiago Wild, João Lucas Reis e Mateus Alves. Ana Paula Melilo e Mateo Reyes caíram com muita dignidade por sinal. Foam convidados através do pré-quali nacional e mundial que vencera


MaisRecentes

Zverev tem tudo, mas ainda falta muito. Estranho, não ? 



Continue Lendo

Nem sempre se pode ganhar todas



Continue Lendo

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo