Nadal não será afetado por derrota em Madri. Zverev cresce, mas precisa confirmar em um Slam



Como disse anteriormente, uma derrota em Madri não impacta em nada para Roland Garros para Rafael Nadal. Condições totalmente diferentes, jogo mais rápido com altitude. Em tese em Roma não afetaria a menos que Dominic Thiem seja supostamente seu algoz novamente. Na Itália as condições também são mais rápidas pelo tipo de saibro mais ralo e veloz. Só que perder duas vezes seguidas mentalmente já muda um pouco o cenário para um Major.
Alexander Zverev cada vez mais se consolida e aproveita as janelas sem Federer, Nadal e com um Djokovic apagado. Segunda final de Masters seguida, um título, e um jogador completo indo bem em todos os tipo de piso e na maioria das condições. Se aproxima de Federer e Nadal no ranking, os dois primeiros com três Slams a defender. O alemão precisa confirmar sua condição de ótimo jogador fisica e mentalmente nos Grand Slams. Mesmo que levante um troféu, uma ou duas ótimas campanhas em Paris, Wimbledon ou Nova York pode lhe levar ao topo do ranking caso mantenha uma boa constância. Roma será uma prova interessante onde defende sua primeira conquista de um grande evento.
A situação de Djokovic não é nada boa. A derrota para Kyle Edmund mostrou que a confiança está no chão e o ritmo inadequado. O sérvio corre o risco até de sair do grupo de cabeças de chave para Roland Garros com má campanha no Foro Itálico onde defende o vice-campeonato.
Curtinhas:
E o Brasil vem reagindo nos futures com títulos nas últimas semanas de Jordan Correa, João Menezes, Thiago Wild, Rafael Matos e neste final de semana com Oscar Gutierrez e Felipe Meligeni derrotando Orlando Luz no Egito.


MaisRecentes

Nadal chega em Paris com sobras. Djokovic pode brigar



Continue Lendo

Triplo 11 de Nadal ?



Continue Lendo

Nadal aterroriza em Monte Carlo



Continue Lendo