Nadal aterroriza em Monte Carlo



Roger Federer é um visionário. Além de precisar de férias para preservar seu físico diante de sua idade avançada, o suíço parece que já sabia que Rafael Nadal viria com tudo na temporada de saibro.
O que Nadal fez em Monte Carlo foi impressionante. Ganhou todos os jogos perdendo no máximo cinco games por partida. Fez isso contra jogadores bons para medianos como Khachanov, Bedene e também contra aqueles que poderiam desafiá-lo como Dominic Thiem (6/0 6/2), Grigor Dimitrov (6/4 6/1) e agora Kei Nishikori (6/3 6/2).
O detalhe é que nos dois últimos jogos Nadal não apresentou seu melhor tênis, sobretudo na semifinal quando após a vitória foi para quadra treinar ainda mais para chegar afiado na final o qual não foi perfeito mesmo com o placar dilatado.
Tudo isso aterroriza qualquer adversário e deixa a questão no ar: será esta temporada de saibro uma barbada ?
O ponto de convergência para analisar se alguém pode desafiá-lo está em Novak Djokovic. O sérvio voltou a apresentar lampejos de um bom tênis, mas precisa ainda aprimorar o físico e confiança.
Para Madri e Roma difícil imaginar que Nadal terá esse amplo domínio por conta da altitude do saibro espanhol e o jogo também tradicionalmente mais rápido no piso lento italiano. Só que para Roland Garros o recado já ficou claro que o espanhol só perde para ele mesmo.
Os números de Nadal são impressionantes na superfície. São 37 sets ganhos seguidamente com títulos em Paris, dois jogos da Copa Davis este mês contra a Alemanha, mais cinco vitórias em Monte Carlo. São 14 vitórias seguidas já. Ao todo 398 vitórias na superfície e apenas, pasmém, 35 derrotas. 54 títulos ganhos, 11 em Monte Carlo, 10 em Barcelona mais 10 em Roland Garros. Agora são 31 Masters 1000 com o recorde absoluto e 76 canecos na carreira. E pelo que vimos em Mônaco, Rafa não quer parar por aí, não perde a motivação em evoluir e ganhar. E quer seguir batendo recordes.


MaisRecentes

Nadal chega em Paris com sobras. Djokovic pode brigar



Continue Lendo

Nadal não será afetado por derrota em Madri. Zverev cresce, mas precisa confirmar em um Slam



Continue Lendo

Triplo 11 de Nadal ?



Continue Lendo