Rio Open tem boa sacada, mas será que Nishikori vai lotar as arquibancadas ?



Teremos bom público, mas não vejo lotação esgotada para todos os dias ainda mais na crise que o país vive.  Na última quinta-feira a organização do Rio Open divulgou o preço dos ingressos, iguais aos de 2016 nos primeiros dias com acréscimo de 5% a partir de sexta-feira. A final na casa dos R$ 600 é um tanto indigesto para a final em um torneio sem Nadal, sem Roger Federer, sem Novak Djokovic e até mesmo Andy Murray ou até Juan Martin Del Potro. Na Olimpíada. por exemplo, o valor inicial do ingresso da final ficou pouco acima de R$ 200 e com mais estrelas na disputa.

O Rio Open se consolidou como principal torneio no país não só por ter Nadal, David Ferrer entre outros, mas pela organização, qualidade e experiência para o público. Você passeia pelo complexo, faz amizades, negócios, se diverte nas lojinhas, tendas, cruza com vários tenistas em sessão de autógrafos ou treinamentos bem concorridos.
A boa sacada para 2017 foi a retirada do torneio feminino. Péssima notícia para nossas meninas que perdem uma chance e tanto de pontuar, ganhar mídia e alavancarem suas carreiras – quem não lembra das campanhas memoráveis de Teliana Pereira, Bia Maia e Paula Gonçalves -, mas uma boa para o evento que por logística e concorrência não conseguia atrair bons nomes e ainda tinha que se descabelar na programação com jogos na hora de pico do calor de 40º C escaldante da capital carioca. Para a nova edição os jogos começam às 16h30, horário em que com toda certeza não teremos aquelas arquibancadas vazias que fica feio para qualquer competição.
Outra boa notícia é a chegada de Jamie Murray com Bruno Soares, a melhor dupla de 2016, dona de dois títulos de Grand Slam. Uma atração bem legal para os brasileiros que poderão ver Thomaz Bellucci, Thiago Monteiro e provavelmente Rogério Dutra Silva e João Souza, o Feijão.
Começa neste final de semana a disputa do torneio Rei e Rainha da Praia do Beach Tennis do Estado do Rio de Janeiro com presenças de dois jogadores do top 20, Ralff Abreu e Diogo Carneiro, campeões Pan-Americanos em Aruba. Entrada gratuita na Praia do Flamengo a partir das 9h com todos jogando contra todos, os oito melhores do masculino e seis do feminino. O esporte já tem mais de 25 mil praticantes no país e o Brasil já teve dois número 1 do ranking. As inscrições nas categorias amadoras (A.B e C) foram estendidas até hoje com sorteio de brindes e brindes para os campeões. Inscrições pelo email atendimento@smashbt.com.br.


MaisRecentes

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo

Del Potro pisa mais forte que Nadal no US Open. NextGen ainda não embala



Continue Lendo