Brasil faz lição de casa e torce por bom sorteio



Brasil classificado na Copa Davis. Fizemos nosso papel. Aos trancos e barrancos é verdade, em parte por conta das condições rápidas escolhidas que acabaram não sendo as ideais para nossos jogadores de simples, em outra pela tradição de na competição o ranking da ATP ficar em segundo plano com grandes atuações dos tenistas equatorianos.
Ganhamos. Mas não podemos comemorar muito, esteve longe de um grande feito para o tênis e o alívio é maior do que qualquer coisa. Agora é bola pra frente esperando o sorteio de quarta-feira onde temos em tese poucas chances de jogar em casa se o ranking não mudar muito nesta segunda-feira – apenas contra a Alemanha ou Suíça como mandantes e diante da Austrália, Canadá, Espanha e Bélgica com sorteio para Japão ou Cazaquistão.
A Suíça aqui seria o ideal. Dificilmente teríamos um Roger Federer ou Stan Wawrinka de volta um mês após os Jogos Olímpicos e logo após o US Open. O time suíço sem um deles é acessível, sem os dois é muito ganhável. Para um duelo fora os belgas mesmo com David Goffin seria uma boa opção.
Curtinhas:
Enquanto ficou de fora do time da Davis, Thiago Monteiro aproveitou para furar mais um quali em Gstaad. Jogou uma partida só, mas pega um convidado e pode embolsar mais 32 pontos na ATP. Com os 65 de Hamburgo seriam quase 100 pelo menos em duas semanas. E sua chave tem Gilles Simon, um jogador encardido que é precisaria paciência.
André Ghem furou em Umag e pega o embalado Renzo Olivo que fez semis em Hamburgo. Thomaz Bellucci depois de jogar na grama de Wimbledon, saibro em Braunschweig, duro coberto na Davis, volta pro saibro em Gstaad e Biella (Itália) e volta pra dura na Olimpíada. Fisioterapia precisa estarem dia com essas constantes trocas. Rogério Dutra silva joga Kitzbuhel.


MaisRecentes

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo

Del Potro pisa mais forte que Nadal no US Open. NextGen ainda não embala



Continue Lendo