Outro baque para Roland Garros



As emoções de Roland Garros estão vindo mais fora das quadras pelas desistências do que pelos jogos em si. Dias após Roger Federer dar a primeira porrada ao não jogar o torneio, Rafael Nadal anunciou uma coletiva surpresa e anunciou que não poderia seguir no torneio por uma inflamação no tendão do punho esquerdo. Afirmou que o risco era alto de rompê-lo e que os médicos não asseguravam que poderia jogar mais cinco partidas.
E lá se foi toda aquela expectativa de um duelo semifinal contra Novak Djokovic e até mesmo de ótimos jogos do espanhol contra Dominic Thiem nas oitavas ou contra Jo Tsonga nas quartas. É um baque dos piores um torneio como o parisiense perder mais essa, seu maior campeão.
Sobre o futuro do espanhol não se sabe como ficará, uma vez que precisa descansar e temos um Wimbledon a começar em quatro semanas no piso que demora mais para se adaptar.
Sobre Roland Garros abre-se mais uma porta para Novak Djokovic. Coloca ainda mais pressão no sérvio que venceu seus primeiros jogos mostrando ansiedade acima do normal. É bom lembrar que o ano que Federer venceu o espanhol havia ficado pelo caminho diante de Robin Soderling.
E porque não abre porta para Andy Murray ? O britânico começou muito mal o torneio jogando cinco sets nas duas primeiras rodadas, mas pelo visto embalou contra Ivo Karlovic nesta sexta-feira.
O certo é que teremos tenistas como Dominic Thirm, Alexander Zverev ou Marcel Granollers com chances de fazer quartas em um Grand Slam pela primeira vez. Vai ter surpresa por aí.


MaisRecentes

Federer o franco favorito em Londres. Pouco a se tirar do Next Gen Finals



Continue Lendo

Quanto Nadal está disposto a arriscar por Londres ?



Continue Lendo

Quem é o melhor do ano ? Federer ou Nadal ?



Continue Lendo