Djokovic faz história. E Melo está sem freio



djokovicmeloparis15med

 

A dupla Marcelo Melo e Novak Djokovic está sem freio. Os dois conquistaram, neste domingo, o quatro torneio consecutivo com o troféu de Paris.

Djokovic entrou pra história ao ser o primeiro tenista a ganhar seis Masters 1000 em uma temporada. Disputou oito torneios no ano e fez oito finais. Disputou 15 torneios no ano, ganhou 10 títulos em 14 finais. São 14 decisões consecutivas. O único evento que não esteve na cerimônia decisiva foi o primeiro, em Doha, no Qatar, onde perdeu para Ivo Karlovic.
Na minha visão é um ano melhor que 2011 onde venceu onze títulos e três Grand Slams, mas não teve tamanho domínio como o de agora. Perfeito só se conquistasse Roland Garros.
Para colocar a cereja no bolo só falta o ATP World Finals e do jeito que está difícil pensar que alguém pode surpreendê-lo.
E Marcelo Melo marcou sua 16ª vitória seguida, quarto título seguido e já carimbou o troféu como campeão do ranking individual de duplas no ano, primeiro brasileiro depois de Guga em 2000 a fechar um ano no topo. A campanha em Paris foi a prova de que Melo vive um momento mágico, saindo de jogos e situações complicadas e com grandes viradas. E o mais importante. Dessas quatro conquistas, três foram com parceiros diferentes, Ivan Dodig, Lukasz Kubot e Raven Klaasen, o que dá ainda mais valor aos triunfos do brasileiro, de uma semana pra outra adaptando aos novos parceiros e vencendo.
Para Melo a conquista já lhe deixa com cerca de 700 pontos de vantagem como número 1, mas ainda resta uma outra conquista também para colocar a cereja no bolo. Fechar o ano com a melhor parceria da temporada com Ivan Dodig. Eles estão em terceiro pouco mais de 300 pontos atrás dos Bryans e 270 de Rojer/Tecau (HOL/ROM). Precisam no mínimo da semifinal com três vitórias no grupo e para garantir sem depender de ninguém, o título invictos. Ou seja, a fome para o mineiro não vai acabar.
Curtinhas:
Durante a cerimônia de premiação, Melo clamou por mais duplas na TV e fez jabá da hashtag #somostodosgirafa criado pela blogueira especialista em duplas Aliny Calejón assim como agradeceu a todos os torcedores brasileiros que acompanham os livescores sofridos pelo site da ATP já que a transmissão da categoria só vai para jogos decisivos. Simples e humilde, lembrando de quem o apoia. Gigante.
A nova geração está aí. João Menezes, de 19 anos, ganhou seu primeiro título, em Santa Maria, batendo Orlando Luz que jogou sua segunda final na carreira.


MaisRecentes

Nadal no Olimpo



Continue Lendo

O enorme coração de Del Potro



Continue Lendo

Federer, Nadal ou Zverev ? Quem é o favorito ao US Open ?



Continue Lendo