O tênis ganha duas brilhantes personagens



A história foi escrita de uma forma bem peculiar neste final de semana. Duas experientes italianas roubaram a cena, acabaram com o favoritismo das melhores do mundo e fizeram a final do US Open.

Mais épica ainda a improvável vitória de Roberta Vinci sobre Serena Williams. Era o David x Golias, a Tartaruga x Lebre, 300/1 a cotação da italiana que deu um show de simpatia na americana e com certeza a melhor entrevista do ano dentro de quadra. Sem pompas e papas na língua, expressou toda sua sinceridade e surpresa pelo feito que acabara de alcançar, impedir que Serena vencesse o quarto Major seguido.
E na final, título para Flavia Pennetta que também roubou a cena ao anunciar a aposentadoria em plena cerimônia de troféus, aos 33 anos. Momento propício e que deixou de queixo caído todo mundo no Arthur Ashe Stadium e todos os fãs do tênis mundo afora. A cara de Billie Jean King no estádio entregou o sentimento de todos.
E se para Vinci restaria alguma chateação pelo vice….que nada, ficou sentada e rindo com Flávia e ainda roubou o microfone dela pedindo o troféu quando Flávia dizia que ela havia jogado muito bem.
Cenas de um desfecho melancólico para o tênis americano e Serena, mas que fizeram muito bom ao tênis feminino ganhando duas enormes personagens.
Curtinhas:
Já fiz diversos comentários do comportamento nada agradável de Serena com a imprensa. Tudo bem que ela não gosta de dar entrevistas e descaradamente faz jogo que está tudo bem, que não sente a pressão, mas ficou óbvio no US Open o motivo pelo qual Serena não chegue nem perto dos fenômenos de Federer, Nadal, Djokovic e Sharapova mesmo tendo mais Grand Slams que ele. É preciso tratar bem e com educação a todos. Sem soberba.
Pennetta vai se retirar ao fim do ano, joga mais dois WTAs na China. Em coletiva, porém, ela afirmou que não joga a Olimpíada, mas depois disse que “nunca se sabe…”. Aguardemos.


MaisRecentes

Nadal chega em Paris com sobras. Djokovic pode brigar



Continue Lendo

Nadal não será afetado por derrota em Madri. Zverev cresce, mas precisa confirmar em um Slam



Continue Lendo

Triplo 11 de Nadal ?



Continue Lendo