O tênis ganha duas brilhantes personagens



A história foi escrita de uma forma bem peculiar neste final de semana. Duas experientes italianas roubaram a cena, acabaram com o favoritismo das melhores do mundo e fizeram a final do US Open.

Mais épica ainda a improvável vitória de Roberta Vinci sobre Serena Williams. Era o David x Golias, a Tartaruga x Lebre, 300/1 a cotação da italiana que deu um show de simpatia na americana e com certeza a melhor entrevista do ano dentro de quadra. Sem pompas e papas na língua, expressou toda sua sinceridade e surpresa pelo feito que acabara de alcançar, impedir que Serena vencesse o quarto Major seguido.
E na final, título para Flavia Pennetta que também roubou a cena ao anunciar a aposentadoria em plena cerimônia de troféus, aos 33 anos. Momento propício e que deixou de queixo caído todo mundo no Arthur Ashe Stadium e todos os fãs do tênis mundo afora. A cara de Billie Jean King no estádio entregou o sentimento de todos.
E se para Vinci restaria alguma chateação pelo vice….que nada, ficou sentada e rindo com Flávia e ainda roubou o microfone dela pedindo o troféu quando Flávia dizia que ela havia jogado muito bem.
Cenas de um desfecho melancólico para o tênis americano e Serena, mas que fizeram muito bom ao tênis feminino ganhando duas enormes personagens.
Curtinhas:
Já fiz diversos comentários do comportamento nada agradável de Serena com a imprensa. Tudo bem que ela não gosta de dar entrevistas e descaradamente faz jogo que está tudo bem, que não sente a pressão, mas ficou óbvio no US Open o motivo pelo qual Serena não chegue nem perto dos fenômenos de Federer, Nadal, Djokovic e Sharapova mesmo tendo mais Grand Slams que ele. É preciso tratar bem e com educação a todos. Sem soberba.
Pennetta vai se retirar ao fim do ano, joga mais dois WTAs na China. Em coletiva, porém, ela afirmou que não joga a Olimpíada, mas depois disse que “nunca se sabe…”. Aguardemos.


MaisRecentes

Laver Cup faz história e dá um tapa na cara da Davis. E Bia Maia muda seu patamar no circuito



Continue Lendo

Nadal no Olimpo



Continue Lendo

O enorme coração de Del Potro



Continue Lendo