A segunda-feira louca de Wimbledon



Há quem goste. Há quem não goste. A segunda-feira de Wimbledon põe todo mundo pra jogar por conta do Mid-Sunday, pra mim a tradição mais sem noção do torneio de Wimbledon que dá margem a muitos problemas, principalmente com os frequentes dias chuvosos constantes em Londres.

Este ano São Pedro vem ajudando, mas o Manic Monday, como é chamado por lá, faz com que alguns jogadores como Marin Cilic, Tomas Berdych, Caroline Wozniacki, Agnieszka Radwanska joguem na quadra 2, quadra 3 nas oitavas de um Grand Slam. Bem legal pra quem não tem verba para ingressos da quadra central, mas coloca Federer e Djokovic para atuarem ao mesmo tempo e deixa esse pessoal totalmente secundário também para a imprensa que pagou um mico gigante com um membro (não sei quem é) que perguntou como havia sido a vitória de Tomas Berdych no jogo que ele havia tomado 6/3 6/3 6/2.
Não que justifique o erro grave do colega de imprensa que no mínimo deveria ter olhado o resultado do jogo ou perguntado a algum coleguinha da plateia, mas difícil pra quem cobre o torneio dar algum foco a um jogo Berdych x Simon com Serena x Venus, Federer, Murray x Karlovic,  Djokovic em ação, não é ?
Quem está rindo com esse Manic Monday é Marin Cilic que vai torcer para que Novak Djokovic faça um quinto set bem longe contra Kevin Anderson – o que acho que não vai ocorrer – e se possível com uma chuva para atrapalhar já que ele enfrenta o vencedor desta partida na quarta-feira.
O sul-africano jogou os dois melhores sets talvez de sua vida contra o sérvio e como quase todo franco-atirador, quando começou a achar que realmente poderia ganhar, perdeu rapidinho dois sets. E não vejo firmeza e nem experiência suficiente nele para manter aquele foco no set decisivo. Será muito surpreendente.
E porque o jogo não foi pra quadra central para ser encerrado hoje mesmo ? Um jogo só é mudado de quadra para uma coberta ou com luz em casos extremos. Por convenção os jogos vão pro dua seguinte, na mesma quadra. . Monfils x Simon teve exceção aberta por conta do fatídico Mid-Sunday. Lá na Inglaterra eles quebram alguns paradigmas, mas o Mid-Sunday é uma das tradições intocáveis.
Federer segue voando, mas também com uma chave boa. Berdych saiu do seu caminho, Simon não é moleza, mas um rival melhro do que o tcheco na minha visão nesse tipo de quadra. Murray passou por uma barreira complicada: o saque de Ivo Karlovic. Com direito à sequência de lobs incríveis no grandalhão de 2,11m.
Tudo leva a crer na semi Federer x Murray que poderia até ser uma final antecipada se Anderson cometer o crime amanhã.
Nick Kyrgios apareceu mais em Wimbledon por xingar o juiz, entregar game e fazer o papel bad-boy do que o jogo em quadra. Bom ter alguas personalidades assim, mas que apareça em quadra também. Perdeu o jogo com duas duplas-faltas e dois erros bobos na devolução.

 



MaisRecentes

Nadal chega em Paris com sobras. Djokovic pode brigar



Continue Lendo

Nadal não será afetado por derrota em Madri. Zverev cresce, mas precisa confirmar em um Slam



Continue Lendo

Triplo 11 de Nadal ?



Continue Lendo