Grama ? Pra que te quero ?



Acabou a temporada de grama para o Brasil em simples. E saímos sem nenhuma vitória. Bem certo que só Thomaz Bellucci jogou um torneio preparatório, em Nottingham,  na Inglaterra, mas a contratura sofrida nas costas “ajudou a atrapalhar” seus planos de conseguir algo além do sorteio sórdido de encarar logo um Rafael Nadal na estreia.

Como já previa, a vida do brasileiro seria dura. Encarar um Nadal logo de cara, sem confiança no piso e tampouco 100% seria o pior dos cenários para Thomaz independente da fase do ex-número 1. O saque que poderia ser uma arma do brasileiro pouco causou efeito. É bom lembrar, um problema nas costas afeta justamente o serviço.
João Souza e Teliana Pereira não fizeram torneios preparatórios, até que fizeram bons jogos, mas também sucumbiram. O número dois do Brasil falhou em momentos decisivos nos dois primeiros sets e não jogou bem no terceiro. Teliana foi a que melhor desempenho teve, com dois set-points, quebra no primeiro, quebra no começo do segundo. Independente disso, a grama não se adapta a nenhum dos estilos de jogo, principalmente ao da pernambucana.
Nossa esperança é nas duplas onde Wimbledon reserva um diferencial com jogos melhor de cinco sets. André Sá vem de título em Nottingham, Marcelo Demoliner tem uma estreia que dá para vencer, Marcelo Melo e Ivan Dodig mesmo sem jogar ainda na grama tem uma estreia favorável e Bruno Soares e Alexander Peya jogam bem na superfície. Temos ainda Bellucci estreando amanhã contra Guillermo Duran, uma incógnita para uma dupla que foi formada no torneio e nunca jogou junta.
Entre os principais tenistas, Djokovic, Federer, Nadal e Murray tiveram problemas de acordo com o nível dos rivais. Philipp Kohlschreiber é aquele jogador que sempre é perigoso, mas nunca vai. Foi uma vez em 2009 contra o próprio sérvio em Roland Garros, mas Djokovic não era Djokovic, digamos assim.

 



  • Paulo

    Acho engraçado escutar esses tipos de comentarios ridiculos, apenas espero q não seja retirado como o anterior.
    Morei 8 anos na espanha, e não existe quadras com gramas por la e resido a 12 no EUA e tambem não exist quadras com gramas aqui, o Pete Sampras foi 6 ou 7 vezes campeao nease piso e o Nadal se nao me engano 2 vezes, ou seja sera q o problema esta no piso??? Qtos anos existem o Wimbledon e nunca um brasileiro se adaptou, pq sera?? Problema do piso???
    Qdo se tem vontade e desejo de atingir metas se constroi quadras, ao menos algumas para poder se deficar ao treino.
    Papinho ridiculo esse seu Fabricio!

    • Fabrizio Gallas

      Paulo,

      Tem o lado que vou concordar contigo, tenista brasileiro não gosta de jogar na grama, assim como não vai bem no Australian Open. Parece que a cultura também pesa.

MaisRecentes

Nadal no Olimpo



Continue Lendo

O enorme coração de Del Potro



Continue Lendo

Federer, Nadal ou Zverev ? Quem é o favorito ao US Open ?



Continue Lendo