De barco…



É bem incomum. Pelo menos no tênis não conheço torneio algum onde se chega de barco no local da competição. Em Londres, para o ATP World Finals, é assim. Não é nenhuma novidade, o meio de transporte já é usado desde o início do evento. Quando se está de perto se entende que, além do glamour, a facilidade de deslocamento são dois motivos para tal transporte.

Em primeiro lugar o trânsito. Pelo que vi, Londres não parece ter aquela fama de São Paulo, mas o trânsito não é dos melhores e o local do evento é um pouco longe de onde os tenistas se hospedam. Em segundo lugar o hotel, escolhido a dedo, fica às margens do rio Tâmisa, colado à London Eye (a roda gigante famosa da cidade), o hotel Marriot. Por fim é claro, o passeio é muito agradável e percorre alguns dos pontos turísticos da capital britânica.

E os tenistas pegam os barcos na estação London Eye, a mesma do público geral, um local que costuma ser bem movimentado. Obviamente eles vão com segurança, mas é algo curioso. Você pode estar na fila da roda gigante ou na mesma querendo fazer um passeio e vê Nadal ou Federer passando do seu lado, por exemplo.

Como chegar à O2 Arena – Para o brasileiro que virá ao evento torcer por Bruno Soares, Marcelo Melo e seu tenista favorito, além de ônibus e taxí, o metrô e o barco são duas boas opções. Como me referi acima, o barco, da linha thames clippers, é bem interessante e diferente. Custa 10 libras um ticket para se usar o dia todo, em qualquer lugar podendo descer e subir em qualquer estação. A estação da O2 Arena é a North Greenwich e o barco te deixa na porta da entrada. (olhe o itinerário e detalhes aqui!)

O metrô também te deixa na porta, na estação de mesmo nome. Basta tomar a linha cinza, a Jubile, com direção à Stratford. O metrô com jornada para o dia todo custa 7.30 libras.

Não utilizei nem taxí e nem ônibus para dar detalhes.

Dentro da O2 Arena não faltam opções de comida para todos os gostos, como o TGI Friday´s, pizzarias e até uma churrascaria para o visitante se lembrar do Brasil. Confesso que ainda não tive tempo de provar as demais opções e também não sou expert em gastronômia, mas fica a dica que comer aqui não será um problema.

Gafe na O2 Arena – Ao chegar dentro da O2 Arena e dar de cara com o término dos preparativos do torneio, encontroalguns cartazes de propaganda do torneio com Andy Murray. Se ele tivesse desistido do evento na semana passada teria uma desculpa, mas o fez há mais de um mês…



  • Felipe

    Ola Fabrizio! Sabe me dizer como que funciona para entrar na O2 neste sabado ou domingo que antecede o torneio? Obrigado!

  • cao mirisola

    Lendo a MATÉRIA logo vem a cabeca a comparacao com o transporte público da pátria amada,quanta corrupcao,quanto roubo,me lembro dos anos oitenta e noventa,quando sequer 1 km de metro foi construido em SÃo Paulo a maior cidade da América Latina,jogo tenis em um conhecido clube de Sao Paulo,e o presideste do metro na gestao fleury e sua esposa frequentam o mesmo clube,este cidadao roubou o metro e a populacao paulistana ,que até hoje paga o preco desse roubo andando esmagada feito sardinha.Este canalha e sua esposa caminham pelas alamedas do clube como se nada tivesse ocorrido,fim dos tempos ,viva Londres.

MaisRecentes

Laver Cup faz história e dá um tapa na cara da Davis. E Bia Maia muda seu patamar no circuito



Continue Lendo

Nadal no Olimpo



Continue Lendo

O enorme coração de Del Potro



Continue Lendo