De barco…



É bem incomum. Pelo menos no tênis não conheço torneio algum onde se chega de barco no local da competição. Em Londres, para o ATP World Finals, é assim. Não é nenhuma novidade, o meio de transporte já é usado desde o início do evento. Quando se está de perto se entende que, além do glamour, a facilidade de deslocamento são dois motivos para tal transporte.

Em primeiro lugar o trânsito. Pelo que vi, Londres não parece ter aquela fama de São Paulo, mas o trânsito não é dos melhores e o local do evento é um pouco longe de onde os tenistas se hospedam. Em segundo lugar o hotel, escolhido a dedo, fica às margens do rio Tâmisa, colado à London Eye (a roda gigante famosa da cidade), o hotel Marriot. Por fim é claro, o passeio é muito agradável e percorre alguns dos pontos turísticos da capital britânica.

E os tenistas pegam os barcos na estação London Eye, a mesma do público geral, um local que costuma ser bem movimentado. Obviamente eles vão com segurança, mas é algo curioso. Você pode estar na fila da roda gigante ou na mesma querendo fazer um passeio e vê Nadal ou Federer passando do seu lado, por exemplo.

Como chegar à O2 Arena – Para o brasileiro que virá ao evento torcer por Bruno Soares, Marcelo Melo e seu tenista favorito, além de ônibus e taxí, o metrô e o barco são duas boas opções. Como me referi acima, o barco, da linha thames clippers, é bem interessante e diferente. Custa 10 libras um ticket para se usar o dia todo, em qualquer lugar podendo descer e subir em qualquer estação. A estação da O2 Arena é a North Greenwich e o barco te deixa na porta da entrada. (olhe o itinerário e detalhes aqui!)

O metrô também te deixa na porta, na estação de mesmo nome. Basta tomar a linha cinza, a Jubile, com direção à Stratford. O metrô com jornada para o dia todo custa 7.30 libras.

Não utilizei nem taxí e nem ônibus para dar detalhes.

Dentro da O2 Arena não faltam opções de comida para todos os gostos, como o TGI Friday´s, pizzarias e até uma churrascaria para o visitante se lembrar do Brasil. Confesso que ainda não tive tempo de provar as demais opções e também não sou expert em gastronômia, mas fica a dica que comer aqui não será um problema.

Gafe na O2 Arena – Ao chegar dentro da O2 Arena e dar de cara com o término dos preparativos do torneio, encontroalguns cartazes de propaganda do torneio com Andy Murray. Se ele tivesse desistido do evento na semana passada teria uma desculpa, mas o fez há mais de um mês…



MaisRecentes

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo

Del Potro pisa mais forte que Nadal no US Open. NextGen ainda não embala



Continue Lendo