Ainda falta aquela vitória para Federer. E Bruno consegue aquela vitória



Roger Federer fez uma ótima semana, conquistou ótimas vitórias, virou jogos difíceis e mostrou estar melhor fisicamente. Fez uma campanha muito importante e está a um triunfo, em Paris, da vaga no ATP World Finals de Londres ou com a vaga caso Milos Raonic não conquiste o torneio e uma semifinal de Richard Gasquet e Stanislas Wawrinka.

Apesar da boa semana Federer não deve estar de todo contente. Ainda falta AQUELA vitória para engatar a quinta marcha. Aquela vitória me refiro a bater um Del Potro, um Nadal, um Djokovic que são disparados os três melhores do momento.

Falando daquela vitória, Bruno Soares a conseguiu com Alexander Peya. A dupla derrotou os irmãos Bob e Mike Bryan salvando quatro match-points em um jogo super equilibrado. Certamente vai dar aquela confiança para os dois torneios de fim de ano colocando Bruninho e Peya numa condição de favoritos no ATP World Finals de Londres e cada vez mais como dupla consolidada. Abre também aquela porta no mental dos dois que, se mantiverem a consistência para 2014, podem sim alcançar o número 1 do ranking. Este ano os Bryans ganharam tudo até antes do US Open e não perdem mais a posição.

Importante ressaltar. Tanto Bruninho e Peya quanto Marcelo Melo e Ivan Dodig derrotaram os irmãos Bryan recentemente (Melo e Dodig em Xangai na semi).

Curtinhas:

E David Ferrer mostra que pode ser o patinho feio do ATP Finals. Mais uma final, mais um vice em jogo onde era favorito. Espanhol também mostrando estar longe daquela confiança e daquele tênis do ano passado e da primeira parte do ano. Uma pena.

Serena Williams tinha que coroar seu belo ano com o título do WTA Championship. Mesmo com dores na lombar e cansada, a americana foi buscar e venceu Na Li, que jogava muito, dando um pneu no terceiro set. O Masters feminino foi ofuscado por uma Azarenka sem condições físicas, a ausência de Sharapova e más participações de Agnieszka Radwanska. Apesar disso, Petra Kvitova volta a mostrar um bom tênis que parecia perdido até a gira asiática.

A partir de agora começará uma queda de Teliana Pereira. Ela vai descer para fora do top 90 nesta segunda-feira e perderá mais pontos nas próximas duas, três semanas. São dois challengers e uma semi a defender. Na torcida para ficar no top 100 para disputar o Australian Open.

 



MaisRecentes

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo

Del Potro pisa mais forte que Nadal no US Open. NextGen ainda não embala



Continue Lendo

Emoções no US Open



Continue Lendo