Clássico é classico



Novak Djokovic x Rafael Nadal. Serena Williams x Victoria Azarenka. Os números 1 e 2 do masculino e feminino na final do US Open. Nada como os melhores para atuarem na decisão do último Grand Slam do ano.

Sempre um está melhor do que o outro pelo momento e por isso leva o status de favorito. No masculino, sem dúvida Nadal vem tendo atuações mais convincentes e vem de uma série de 21 vitórias no piso duro no ano com títulos em dois Masters 1000 prévios e uma vitória sobre o sérvio na semi de Montreal. Mas isso não significa que ele irá vencer.

Este jogo já se tornou um clássico com 36 partidas, 21 vitórias pra um, 15 pro outro, cinco finais de Grand Slam com o sérvio liderando por 3 a 2 e jogos sempre encardidos. A velha máxima do futebol pode ser aplicada na celebre frase “clássico é clássico”. Sendo assim, favorito ou não, vencedor será aquele que anular as armas do outro, for mais consistente, firme e melhor nos momentos cruciais, além da essencial parte física que é característica do confronto. Ou seja, a batalha estará aberta e a tendência é de mais um emocionante jogo. Para os torcedores de um o de outro, sinônimo de coração na mão. Para o restante dos fãs de tênis, é pegar a pipoca e apreciar a batalha.

No feminino a situação é um pouco diferente. Azarenka vem de vitória sobre Serena, mas a americana está em melhor forma, detonando as adversárias e já venceu o Aberto dos Estados Unidos em quatro oportunidades contra nenhuma da rival.

Não posso qualificar este jogo como um clássico afinal ambas jogaram poucas finais de Slam e Azarenka venceu a rival pouquíssimas vezes, mas a bielorussa é a tenista no circuito com maior capacidade de bater a rival e terá sua chance.

Minhas apostas para os campeões: Nadal e Serena. Nadal levando em quatro sets e Serena em três. E as suas ? Opine!

Curtinhas:

Nadal jogará pelo 13º Grand Slam e o 60º título na carreira, também pela 60ª vitória do ano e 10º caneco de 2013. Djokovic tentará o 7º Major. Os dois tenistas buscam o segundo caneco do US Open.

Serena luta pelo 17º Slam, quinto do US Open e nono caneco so ano. Azarenka tenta o terceiro Major, primeiro em Nova York.

Menção honrosa a Wawrinka. Jogador cada vez mais firme no mental após o início do trabalho com o sueco Magnus Norman. Hoje o físico pesou, mas por pouco ele não derrotou Djokovic.

 

 

 



MaisRecentes

Djokovic está de volta!



Continue Lendo

Um racha no circuito ? 



Continue Lendo

Federer com muitos concorrentes para o All England Club



Continue Lendo