Os 14 breaks, 56 games e a confiança de Federer e Nadal



E o US Open continua carente do duelo entre Roger Federer x Rafael Nadal. O único Grand Slam que nunca viu uma das 31 batalhas dos dois maiores rivais e que terá que esperar pelo menos mais um ano. Uma pena.

O culpado ? A confiança. Se de um lado ela sobra para Rafael Nadal, do outro carece para Federer. Nem sempre os números dizem alguma coisa, mas esses falam tudo do momento que os dois passam. Federer aproveitou apenas dois dos 16 break-points que teve contra Tommy Robredo, ambos no primeiro set. E Nadal, nos quatro jogos do US Open, confirmou TODOS os 56 serviços que teve.

Aproveitar um break-point faz toda a diferença. Certa vez seu adversário acaba lhe entregando ele com dupla-falta ou erro, certa vez você acaba perdendo chances capitais que te custam um set e o jogo. E o segundo caso foi o que ocorreu com Federer. Em várias das oportundades ele escolheu bolas erradas, tentou o contra-pé quando o rival ficou parado, levou passadas, cometeu erros, não conseguiu colocar a devolução em quadra. Tudo pela falta de confiança que passa na temporada como um todo.

Do outro lado, Nadal, com apenas três derrotas em 60 jogos no ano, nove títulos e agora 19 vitórias seguidas no piso duro, viaja em velocidade de cruzeiro em um horizonte totalmente diferente. Sua estatística de saques confirmados é incrível, ele teve sete break-points contra e salvou todos. Perdeu um set hoje pois viveu o mesmo drama de Federer ao perder seis breaks no primeiro set. Mas prontamente se recuperou. Suas boas atuações no piso duro passam pelo serviço e backhand mais firme e isso está funcionando muito bem.

A confiança tem um grande papel no tênis. E está difícil para Federer achá-la. Sem dúvida esse ano não é o dele. Mas ainda há torneios para minimizar o prejuízo. E Nadal caminha a passos largos para a final.

Federer recriminou totalmente sua atuação hoje. Ele preferiu culpar bem mais a si e deu pouquíssimo crédito a Robredo. Aqui as palavras dele.

“Infelizmente não encontrei meu jogo que o público pudesse curtir e ficar entusiasmado. Sinto que perdi pra mim mesmo hoje, sem tirar o crédito do Tommy Isso acontece às vezes. Sem dúvida ele estava colocando as bolas e estava comigo fazer a diferença. Eu me destruí, o que é desapontador, ainda mais numa quadra mais rápida. O dia foi frustrante”, disse Federer que continuou descrevendo sua atuação abaixo da média.

“Tommy fez um bom trabalho em manter a bola em jogo e tornar o jogo difícil pra mim, mas perdi muitas oportunidades, fiquei sem ritmo. Fiz uma partida de altos e baixos e isso dificulta contra alguém de qualidade”.

Federer pareceu ser honesto nas palavras, não vi nenhuma maldade. Mas ao mesmo tempo o pouco crédito ao rival soou um pouco prepotente. Afinal, se não fosse a consistência e bravura de Robredo, o espanhol entregaria a rapadura e o resultado seria outro ou então um jogo mais complicado.



  • Mário

    Fabrizio,
    Pelo menos nisto o Federer aceitou, o Robredo jogou muito bem, mas nada de outro mundo, o Federer mesmo é que acabou com o jogo, no mau sentido, infelizmente.
    Ano passado sim podemos dizer que o Berdych voou em quadra, o Federer deu suas bobeadas, mas a verdade é que o tcheco sobrou, jogou muito.
    Hoje isto não ocorreu, o resumo do jogo foi o aproveitamento de 2 de 16 breaks, isso é fatal. E o pior é que não foi o Robredo que salvou a maioria, foi o Federer que entregou mesmo.
    Se o Federer jogou mal e ainda teve 16 breaks, não podemos achar que o Robredo ganhou, a verdade é que o Federer é que perdeu.
    Torço para que ele ache a confiança, pois bola ele ainda tem, um fim assim seria injusto com sua história.
    Abs.

  • É uma pena o Federer ter perdido,mas como ele mesmo disse, jogando como ele andava jogando não iria ganhar mesmo do nadal ou do próprio alemão,que vinha muito firme tbm, muito se fala da agressividade do nadal e do backhand mais consistente, mas acho que o saque é que tem feito mais diferença e facilitando pro nadal ser mais agressivo,mas não é por acaso que ele vem ganhando tanto, melhor saque,melhor backhand e mais agressividade com quase a mesma consistência teria que dar muito resultado mesmo, VAMOS RAFA!!

  • Luciano

    Bom dia Fabrizio!!! No calor ainda do jogo é normal o cara se lamentar, mas não achei que ele deu pouco crédito. O Robredo devolveu tudo na quadra e foi eficiente, mas realmente o Federer perdeu para ele mesmo. RF nunca foi muito de ficar falando dos adversários… esse ano está sendo trágico para ele e para nós que gostamos de ver um tennis bem jogado!!!

  • pereira

    Tem q fazer q nem no futebol, precisa de uma mudança drástica, demite esse técnico, manda sua excelentíssima esposa ficar tomando conta das crianças em casa, contrata o Bernardinho pra técnico ou alguém do UFC pra dar uma sacudida no Federer, senão só resta a aposentadoria.

    • Altaisio Paim

      (rsrsrsrs) Concordo, amigo.

  • É, Federer precisa mudar algumas coisas, se continuar assim, caíra ainda mais no Ranking.
    do jeito de atuou ontem, perderia rapidamente p/ Nadal em Set diretos!! Seria outro Masacre!!!

    Parece que o “leão da montanha” está em uma fase de “carnerinho”, perdendo p/ Tenistas
    que munca havia perdido em outra/horas. O que até 2012 era somente p/ os tops..

    Precisa buscar mudanças URGENTEMENTE!! ainda lhe resta alguns torneios nesta temporada p/ buscar a tal CONFIANÇA, o bom é em 2013 defenderá poucos pontos, podendo recuperar-se rapidamente… A esperança é a ultima que Morre!! Go Federrerrr..

  • Mário Fagundes

    Mais um dia triste na carreira de Roger Federer nesta temporada horrível de 2013. As primeiras rodadas foram uma ilusão. As subidas constantes à rede funcionaram contra adversários menos expressivos, mas contra o Robredo foi um festival de passadas. O espanhol, mesmo depois de dois jogos duríssimos, se superou mais uma vez dentro de quadra e aproveitou bem as oportunidades que teve. Mas, em minha humilde opinião, Federer perdeu para Federer. Ninguém esperava uma derrota para um freguês como o espanhol. As escolhas erradas nos pontos decisivos foram fundamentais para a derrota. Não lembro de uma estatística de MP tão ruim em uma derrota do suíço. Certamente essa derrota ira fazê-lo refletir (e muito) sobre o futuro. Antes, as dúvidas eram acerca de suas chances de vencer os outros tenistas do Top 4. Hoje, cada vez mais, ele precisará jogar (e muito) contra qualquer adversário do Top 30. E tenho minhas dúvidas se, durante a partida de ontem, ele não teria pensado se aquele nível de jogo apresentado por ele fosse diante de Nadal, no jogo seguinte. Será que quis evitar outra surra? Como RF conseguiu perder 14 MP numa partida? Incrível! Olhando para o ranking, condições para se manter no Top 10 ele tem por mais um ou dois anos, no máximo. Mas acho que para um grande campeão como ele isso não será suficiente. A eminente possibilidade de Nadal superá-lo em muitos números deve incomodá-lo bastante. Talvez seja essa a maior motivação para o suíço continuar no circuito. Enquanto isso, o “Touro” continua seu passeio em Nova Iorque. Ontem perdeu um set no detalhe. O Kolsh teve sua grande chance no quarto set, quando errou um smash “fácil”. Não sei se confirmaria o serviço seguinte, mas estava sacando bem. Depois disso, acabou o mental e ele foi atropelado pelo espanhol, que agora se aproxima, a passos largos, até a final do torneio, jogando o melhor tênis da carreira. Pelo visto, o joelho está mais que 100%, não há mais dores, nem bandagem de proteção, nem lembranças da lesão. E a cura total veio justamente com a temporada de quadras duras! Incrível, não?! Vou rezar para que Nadal nunca mais sofra uma “lesão séria” como a que o afastou por sete meses dos torneios. Já imaginaram o que ele poderia fazer? Vou deixar de torcer contra o Nadal. Definitivamente, isso não faz bem à saúde. Depois daquele toque na rede do Nole, o smash do Kolsh… Será que esse espanhol não firmou algum pacto diabólico, como afirma um certo comentarista em outro blog? (rsrsrs). Se esse espanhol vencer o US Open, além de tudo, vai ratificar um grande feito que tenho dito desde a temporada assombrosa que ele fez no saibro, de que esta é a mais espetacular recuperação de um atleta em todos os tempos. Não há registro, em nenhuma modalidade esportiva, de um retorno tão vitorioso de um atleta, depois de uma parada tão longa para tratamento de lesão. Como torcedor de RF, não consigo mais visualizar uma conquista de GS pelo suíço. Também deixo de acreditar nesses tais “deuses do tênis”, pois faz tempo que esses caras não ajudam o Federer. Daqui em diante, vou desfrutar o máximo possível os últimos capítulos que virão da carreira de Federer. A única esperança é ver alguns momentos de genialidade. Mas sem grandes expectativas, sem ilusões. Só diversão mesmo. Que ele (Federer) tenha a sabedoria suficiente para encerrar a carreira com dignidade por seus memoráveis feitos e por respeito a sua imensa torcida no mundo inteiro.

    • Altaisio Paim

      Sábias palavras, Mário. Eu particularmente, ainda acredito no Federer.

  • olha gente eu acho que depois que o federer contratou aquele tecnico carrancudo que nem o olhar dele transmite algo positivo a vida do roger mudou nas quadras para pior. ele deveria dispensar essa criatura e arrumar um tecnico mais maduro que alem de sabedoria do jogo de tenis tivesse tambem sabedoria de vida. isso faria um bem enorme para federer. eu aposto nisso. a fase que federer esta passando ele precisa de um tecnico assim na sua vida. que seja amigo verdadeiro para ele.que tire de dentro dele a alegria que esse anaconde aprisionou. vamos roger voce consegue mude mude tudo que voce puder mudar. boa sorte. voce merece.

  • Jorge

    Prepotente? Tá de brincadeira… que comentário sem nexo..

    o Federer falou que jogou mal e realmente jogou muito mal.. e em duas partes do que ele disse, ele deu crédito ao Robredo:

    “Fiz uma partida de altos e baixos e isso dificulta contra alguém de qualidade”
    “Tommy fez um bom trabalho em manter a bola em jogo e tornar o jogo difícil pra mim”

    Não sei o que esse blog tem contra o Federer…

    • Sales

      Normal cara, o autor do post sempre destila sua torcida contra o Federer quando pode, até mesmo tentando forçar um ponto de vista que se contradiz com o próprio conteúdo da matéria.

  • Jonas

    Federer está acabado! É fato! Não veremos o suíço levantar canecos de Majors. Acho que a aposentadoria está próxima.

  • marcelo

    Sei q o q não falta por aki é torcedor do RF…mas acabou. Foi muito bom enquanto durou. “Atualmente” é o tenista mais vitorioso de todos os tempos e jogou um tenis de altíssimo nivel. Só vi dois caras jogarem mais e, resmungos à parte, o q vale é dentro de quadra, onde nadal e nole mostram o q será o futuro do tenis. Voltando ao enterro…a idade pesa para todos. Para o federer não seria diferente. Conheço várias pessoas q achavam q ele jogaria até os 40 pq tem iso e aquilo..realidade é q ele já parou há algum tempo e estamos vendo uma cena triste. Um grande campeão destruindo sua historia. Não pela derrota. Ele pode jogar até os 50 e perder para qquer um q isso não mancha sua carreira, agora perder e dizer q foi p ele mesmo, ah isso é coisa de….
    Perdeu para o robredo pq o espanhol jogou melhor..ah mas ele podia ter quebrado e blá blá blá. Podia, mas n teve capacidade de fazer. Anos atras ele teria, sim, mas agora o joguinho dele é o q estamos vendo. Então chega dessa melancolia. Ele não tem tenis nem para estar entre os top 10 e breve cairá de ranking. Espero q ele deixe de ser …. e aceite q hj em dia seu joguinho é inferior ao de muitos tenistas e comece a dar os parabéns aos q o superarem…chama.se papel de homem. O q mtos tiveram c el durante sua vitoriosa carreira. Torcendo para q ele peça as contas antes q comece a quebrar….e claro, continuem torcendo contra o nadal q só ajuda. Abraços.

  • Marta

    Mais ou menos 1 mês atrás você somente lia aqui que ia começar a temporada de quadra dura e Rafa Nadal não ia fazer nada, diziam que ele só sabia jogar saibro e que não tinha físico para estas quadras? Kd este povo? Ah, devem estar todos tristinhos, tristinhos, pq Rafa não está apenas jogando bem, mas sim arrasando!!!!!!!!!!!! Sobrando!!!!!!!!!!!! Jogando muito!!!!!!!!!!!! Por isto sou sua fã, por ter alma de campeão, determinação! Além de toda a humildade em saber que precisava mudar e treinar um novo estilo para jogar se queria vencer e sobrar! A pessoa para isto precisa ter sabedoria e inteligência! Algo que por exemplo o Federer não tem, ou seja, continua insistindo naquele joguinho ultrapassado! E continuo afirmando o que sempre disse aqui, que Federer só conseguiu ser alguma coisa na época que não tinha ninguém, pura sorte. Prova disto que não consegue ganhar principalmente do fenômeno Nadal, Murray e etc.
    Todos estão precisando engolir que Rafa Nadal é o melhor de todos os tempos!

  • Carla

    Mais ou menos 1 mês atrás você somente lia aqui que ia começar a temporada de quadra dura e Rafa Nadal não ia fazer nada, diziam que ele só sabia jogar saibro e que não tinha físico para estas quadras? Kd este povo? Ah, devem estar todos tristinhos, tristinhos, pq Rafa não está apenas jogando bem, mas sim arrasando!!!!!!!!!!!! Sobrando!!!!!!!!!!!! Jogando muito!!!!!!!!!!!! Por isto sou sua fã, por ter alma de campeão, determinação! Além de toda a humildade em saber que precisava mudar e treinar um novo estilo para jogar se queria vencer e sobrar! A pessoa para isto precisa ter sabedoria e inteligência! Algo que por exemplo o Federer não tem, ou seja, continua insistindo naquele joguinho ultrapassado! E continuo afirmando o que sempre disse aqui, que Federer só conseguiu ser alguma coisa na época que não tinha ninguém, pura sorte. Prova disto que não consegue ganhar principalmente do fenômeno Nadal, Murray e etc.
    Todos estão precisando engolir que Rafa Nadal é o melhor de todos os tempos!

    • Antonildo

      Você esta de brincadeira(Carla), dizer que Nadal é o melhor de todos os tempos, tanto tempo no circuito profissional e não conseguiu ganhar um único título de atp finals, e apenas 102 semanas como líder do ranking, até o Djokovic está prestes a ultrapassa-lo. Abraços!!!!!!!

    • Raul

      Ouve Carla, tá ouvindo……o barulho da penela de pressão no fogo, vai cozinhar mulher, que lá é seu lugar, e pare de falar besteira, já que pelo visto vc nunca jogou tenis e não entende nada do esporte.
      Federer ganhou em uma época que não tinha ninguém; vai estudar sobre o assunto antes de falar besteira. O cara detém a maioria dos recordes do esporte, e vc fala que nunca ganhou de ninguém. ah.. mais ele perde em confrontos para o Nadal, grande merda. Alguém só poderá dizer que é o melhor da história quando bater seus recordes, enquanto isso vai tratar esse seu TOC, espanhol doente.

  • Antonildo

    Depois que um desportista ganha tudo que poderia ganhar, é normal um certo relaxo, agora dizer que o gênio estar acabado, vocês estão de brincadeira(Jonas e Marcelo), vocês não se lembram de 2011, Roger não ganhava nada, porém no fim da temporada levou o másters de paris e o atp finals, e no ano seguinte com alguns másters 1000 e título de Wimbledon, voltou a ser nº 1 do ranking e completar as 302 semanas no topo. Concordo que o Nadal e djokovic são excelentes, mas pelo tempo que eles jogam no circuito profissional já eram para eles terem ganho atp finals e holand garros respectivamente, e outra dizer que o Melhor de todos os tempos não irá mais ganhas títulos relevantes, é outra prepotência. Falou!!!!

  • rui costa

    puxa a vida marcelo…voçe em cara,voçe é um entendido de tenis…parabens!
    o futuro do tenis com nole e nadal e murray (hoje tb levou festival de tenis) é o futuro do tenis…
    essa a frase mais bizarra que tenho ouvido em muito tempo…infelizmente o tenis esta a perder o seu brilhantismo porque se esta a tornar demasiado previsivel,é so força e passa-bolas,baloeiros,jogadores ultra defensivos que jogam no erro dos outros,e sem o melhor de todos os tempos (brilhantismo de seu jogo) e maior de todos os tempos (os titulos falam por si) ,o tenis vai perder muitos fãs…ainda tenho um pressentimento que vais engolir,nao sei por onde,as palavras que disseste k ja houve funeral…

  • rui costa

    “hoje ganhei ao melhor jogador da historia do tenis…” palavras de Robredo….como é lindo ouvir isto dum espanhol e amigo intimo do nadal rsrsrsrsrs….

  • jfk

    Bom, o mundo do tênis muda a todo instante. As equipes e técnicos passam o tempo todo estudando, analisando, fazendo gráficos e buscando meios de aprimorar o treinamento dos atletas. Isso sem contar a alimentação deles que está cada vez mais “envenenada”. Enfim, o treinamento é um terror para cada um dos atletas que enfrentam os grandes slams. Para todos os atletas exceto Roger Federer. Infelizmente ele parou no tempo, está indo para os vago~es de trás do grande trem que leva ao sucesso e ao aprimoramento esportivo. Ele tem a cabeça da velha geração, mesmo com um staff forte, técnico capaz e tecnologia de equipamentos ao seu dispor e jovens sparrings… a mente dele está no passado, ainda mergulhado nas glórias de um tempo que ficou na história do esporte. Aquele glamour da linda e emblemática vitoria sobre Pete Sampras no templo do tênis Wimbledon ficou lá naquele dia de 2001. Nunca mais retornará. Federer sempre foi um fenômeno, nasceu assim. Mas o tempo é cruel e não para. Ele não precisa trocar a raquete, precisa trocar sua forma de ver as coisas. Ir para a quadra, treinar, treinar, treinar… até que o suor de todas as suas glórias escorram pelo rosto, pelas mãos, e até que ele caia exausto na quadra e diga ao seu treinador: ” acho que agora posso tentar jogar novamente e vencer”. abraços a todos

  • jfk

    Bom, o mundo do tênis muda a todo instante. As equipes e técnicos passam o tempo todo estudando, analisando, fazendo gráficos e buscando meios de aprimorar o treinamento dos atletas. Isso sem contar a alimentação deles que está cada vez mais “envenenada”. Enfim, o treinamento é um terror para cada um dos atletas que enfrentam os grandes slams. Para todos os atletas exceto Roger Federer. Infelizmente ele parou no tempo, está indo para os vago~es de trás do grande trem que leva ao sucesso e ao aprimoramento esportivo. Ele tem a cabeça da velha geração, mesmo com um staff forte, técnico capaz e tecnologia de equipamentos ao seu dispor e jovens sparrings… a mente dele está no passado, ainda mergulhado nas glórias de um tempo que ficou na história do esporte. Aquele glamour da linda e emblemática vitoria sobre Pete Sampras no templo do tênis Wimbledon ficou lá naquele dia de 2001. Nunca mais retornará. Federer sempre foi um fenômeno, nasceu assim. Mas o tempo é cruel e não para. Ele não precisa trocar a raquete, precisa trocar sua forma de ver as coisas. Ir para a quadra, treinar, treinar, treinar… até que o suor de todas as suas glórias escorram pelo rosto, pelas mãos, e até que ele caia exausto na quadra e diga ao seu treinador: ” acho que agora posso tentar jogar novamente e vencer”. abraços a todos.

  • rui costa

    jfk ,os tenistas nao sao robots em que tu chegas lá e reprogramas aquilo para jogar de forma diferente…voce quer chegar ao pe do federer e mudar seu estilo de jogo que está enraizado faz quase 2 decadas? quer por o federer a jogar com o backhand a duas mãos? impossivel…como pode vir aqui alguem questionar toda a carreira brilhante de um tenista e sua forma de jogar que trouxe sucessos atras de sucessos só porque está a fazer um ano muito ruim…todos os campeoes chegam a uma altura e deixam de ganhar,quer seja por falta de motivaçao ou pela idade avançada..no caso de federer ,creio que sao esses 2 motivos…agora custa ver aqui a este blog e ver comentarios fanaticos dizendo que Roger só ganhou porque jogava contra cegos…só para relembrar a essa senhora de nome Carla que o lleyton hewitt que nao tem mais titulos de GS á conta do suiço,acabou de ganhar neste US OPEN a um dos mais talentosos do circuito,Del potro…mas esse é apenas um pequeno exemplo…a senhora conheceu Marat safin? agassi,guillermo coria,nalbandian ou mesmo o Roddick que chegou a 4 finais de wimbledon e 2 do US Open?? todos com um talento incrivel,mas a senhora diz que são cegos…MAS NÃO VALE A PENA DISCUTIR COM LEIGOS QUE VIRAM UM GAJO CHEIO DE MUSCULOS E PASSAM A CONFUNDIR O DESPORTO EM QUESTÃO QUE É O TÉNIS E PASSAM A CONFUNDI-LO COM OUTRO DESPORTO QUALQUER…ENFIM,É MELHOR ATURAR A ESTE DO QUE SER COMO ELES RSRSRS…para finalizar,dar os parabens ao Nadal que esta a jogar um ténis mais agressivo,está menos passa-bolas e tem boas probabilidades de ganhar este US Open…tambem diga-se que teve uma chave muito facilitada até a final,mas isso são outras contas que ele não tem culpa…

    CUMPRIMENTOS AQUELES QUE GOSTAM E PERCEBEM DE TÉNIS SEM FANATISMOS

  • marcelo

    Já sabia q os apaixonados iriam se manifestar..paixão é assim mesmo. A gente enxerga o q mais ninguém v. Repito: RF só é destaque em velório. Claro q é o maior vencedor de slams assim como PS foi um dia. E tudo q vcs dizem agora era dito pelos apaixonados daquela época. Sou grato ao Federer…uma lenda do esporte, mas vivo no mundo real…Hj ele é só um ótimo tenista, mas distante dos atuais fenômenos. E volto a crítica…perdeu e não soube perder. Não interesa se vc agrada aos olhos do mundo na hora de bater ma bola…o q conta é o placar final. O dia q o Nadal levar uma surra de qquer um(outro dia levou do lucas machucado e a única coisa q fez foi dar parabéns ao adversário) e tirar o mérito do cara, pode me cobrar…o amor é lindo.

MaisRecentes

Nadal no Olimpo



Continue Lendo

O enorme coração de Del Potro



Continue Lendo

Federer, Nadal ou Zverev ? Quem é o favorito ao US Open ?



Continue Lendo