Final fraca. Federer e Nadal pela 1ª vez fora do top 2 desde 2003



Emocionante só nos últimos games e muito pela condição física deficiente e entrega dos dois em quadra. Em termos de nível técnico os números falam por si só, 95 erros não-forçados e 37 bolas vencedoras. Foram 15 quebras de serviço em 31 games disputados, ou seja, a cada dois games, um era de quebra.

Resumindo. Para um Masters 1000 fraco com ausências de Federer, Nadal e várias desistências por lesões, um joguinho bem fraco para fechar o caixão do que esse ano ficou bem longe de ser considerado o quinto Grand Slam.

O público reflete neste aspecto. Foram 307.809 pessoas esse ano contra cerca de 330 mil ano passado. A única, das 24 sessões, a bater o recorde foi a de quinta-feira à noite com os jogos de Berdych x Gasquet e Serena x Radwanska nas quartas do Masters 1000 e semi do WTA Premiere.

Falando do Murray. Lado positivo de ter ganho jogando mal basicamente boa parte do torneio incluindo a final. Ganhou quanto tinha a pressão enorme de ser o favorito após a eliminação de Djokovic. Dado importante pra ele. E sinto pena de Ferrer que merecia a vitória, tinha tudo no finalzinho para sair com o troféu, mas novamente falhou no mental na hora de fechar entregando a partida pro rival. Ainda carece de um título grande contra um top 4, deixou uma bela chance escapar. Mesmo retornando ao top 4, fica ainda aquela sensação de que apenas está ali por um acaso, pela saída de Nadal por conta da lesão.

Com o título, Murray retorna ao número dois pelo qual ficou apenas algumas semanas em agosto de 2009. E pela primeira vez desde 2003 que nem Federer e nem Nadal estarão no top 2 sejam juntos ou apenas um deles. Um dado significativo e que retrata a menor consistência nos dois últimos meses de ambos, seja por resultados ou por lesões. Federer é o único top 5 a não ganhar títulos esse ano e parece não estar muito de olho nisso visto sua ausência de Miami e provável em Monte Carlo.

O detalhe interessante é que no emparelhamento das chaves de Masters 1000 de Madri por exemplo e talvez Roland Garros, se as posições se mantiverem, poderíamos ter no mesmo lado da chave Djokovic ou Murray com Federer na semi e Nadal nas quartas. Interessante não ?

No feminino, Sharapova começou muito bem, mas perdeu consistência quando Serena foi crescendo na partida e acabou tomando 10 games seguidos. Claramente a americana merece o número 1, é superior quando está bem fisicamente e com motivação. A final feminina, apesar do pneu no último set, teve bem mais qualidade que a masculina. Sinto pena de Maria também que perdeu a 12ª em 14 jogos contra Serena e sua quinta final na Flórida. Não vejo ímpeto pra ela mudar sua característica, procurar mais variação (slices ou jogar a rival de um lado a outro) para vencer a americana. Vencerá quando Serena não estiver bem.



  • eliezer

    ola equipe…sempre gostei de tênis,mas foi nesse ano q comecei a acompanhar com mais afinco…acompanhei muitos torneios esse ano, gosto do jogo do Nadal, Ferrer , e Del Potro…acompanhei hj a descisão de Miami e tb acho q Ferrer pecou no emocional para vencer o torneio….agradeço a vcs por nos deixar informados..

  • diego

    Parabens aos campeoes. Serena e sensacional, a melhor tenista q vi jogar.
    Quase 10 anos de hegemonia no top2 de Federer e/ou Nadal.
    Logo mais o suiço volta ao #2,pois o Murray infelismente nao e sustentavel
    a isso. Ainda continuo em duvida com o Nadal, ele pode arrebentar na gira
    do saibro,mas depois nas quadras dura e grama vai ser dificil. Tbm acho
    muito dificil uma nova comquista de Nadal em RG.
    Go Federer, na preparaçao para o saibro.

    • estou contigo diego… o federer vai ter que voltar rapidamente pro posto de numero 2, pra posteriormente voltar ao topo…
      espero que ele tenha se recuperado da lesão nas costas, e esteja treinando muito no saibro.. ate pq sera o divisor de aguas pra ele essa gira europeia no saibro, pra ter alguma pretensão em continuar entre os primeiros…

      GO ROGER… RUMO AS 1000 VITORIAS NO CIRCUITO!!!

  • Fabricio,o que não entendi foi que estamos no mês de abril,os dois tiveram um dia de descanço,e na semana anterior o Murray caiu nas quartas e o Ferrer na estreia…Por que já no começo do terceiro set os dois já estavam tão cansados,sendo começo de temporada?

  • alexandre Cunha

    pra mim o Murray é o eterno numero 4, nunca vai chegar nas condiçøes e conquistas dos 3 tops, e hoje ficou mais que provado, porque bem ele não jogou, e ganhou porque Ferrer , parece que tem medo de ganhar as vezes, este Master 1000, foi o mais “boring”da temporada e se tivesse alguém pra ganhar seria o HASS, que joga muito mais que os 2 da final, pena que nao soube aproveitar as chances contra Ferrer.

  • Renan Vinicius

    Eh só analisar as ultimas previsoes e chegar à algumas conclusões. No comeco do ano todos diziam oq? Djokovic era imbativel; murray viria como o unico q supostamente teria alguma chance contra o servio; federer logo atras e nadal acabado para o tenis….
    E oq aconteceu ate agora?? Ok, djoko venceu o AO, mas por um triz nao perdeu para o wawrinka nas oitavas, escapou por um milagre. Depois o servio nem chegou nas finais de indian wells e miami; o murray, com lendl, ouro olimpico e us open parecia q ia engrenar de vez, mas voltou a jogar aquele tenis sem personalidade; ja o Nadal, esse sim queimou a lingua de todo mundo. Ele voltou aos poucos,venceu indian wells e em RG vai estar no seu ápice fisico, tecnico e mental -oq o torna imbativel no saibro; ja o federer, esse sim me parece q nao tera mto tempo de sucesso, com alguma chance em Wimbledon, onde exige menos fisicamente. NO ENTANTO, as previsoes foram todas por agua abaixo….E na minha sincera opiniao RG sera do Rafael novamente, o resto eh impossivel prever

    • rui costa

      Ei cara,voce e bruxo ou adivinho ou o ke? citando suas palavras “Ok,djoko venceu o AO,mas por um triz nao perdeu para o wawrinka.por milagre…” (pessoalmente ate torcia para o wawrinka) Vinicius,o tenis è mesmo assim,so terminas o jogo quando ganhas o ultimo ponto,coisa que o suiço nao fez e por isso o djoko teve o seu merito…por essa linha de raciocinio tambem se podia dizer k nadal teve muita sorte em I.WELLS quando esteve a 2 pontos da derrota contra o gulbis…enfim.o fanatismo dá nisso mesmo..quanto ao nadal,sim e verdade que ele calou muitas bocas mas vamos esperar porque ainda nao fez nada de extraordinario…e quanto ao Federer,tambem é verdade que esta em declinio mas ainda e cedo para estares a `pregar-lhe pregos no caixão´ ,ja o tinham dado como morto o ano passado e ele calou muitas bocas,ganhando WD e masters e regressando ao numero um,pode ser que ainda lhe venha a calar a boca tambem….

    • altair maciel

      Belo comentário, e eu arrisco dizer que se NADAL conseguir se manter sem lesão por 4 anos ainda… Federer terá de comer pelas beiradas algum slam aqui, outro ali para não ver seu principal recorde
      cair nas mãos do monstro espanhol.Todavia o divisor de aguas do tenis mundial para história do grand slam chama-se Djokovic impendindo ou não do touro miúra del conseguir tudo e mais um pouco.

  • Roberto Rocha

    Nadal vai espancar todo mundo no saibro. Está voando e poupando físico. Talvez na grama ainda tenha um gás. Com o que tenho visto de Nole (instável), Federer (com problemas físicos aparecendo como as tais dores nas costas) e Murray, (sempre impossível de prever), não vejo ninguém capaz de impedí-lo de arrasar na gira de saibro europeu.

    • altair maciel

      Certo, e digo mais!QUEM SERÁ O PRIMEIRO masculino a conseguir ganhar 8 títulos de um mesmo grand slam…NOVO RECORDE PARA NADAL (RG) ou FEDERER (W).Abço

      • com certeza o federer vai conseguir primeiro, ate pq esse ano o nadal vai ter uma vida mais dificil em RG, com djokovic com fome, atras do titulo de slam que lhe falta…

  • Cassiano

    A ATP anda tão sem graça… Djokovic esta na pior fase dele desde que assumiu o númeor ! em 2011 e mesmo assim esta 3000 pontos a frente do segundo. Motivo? Federer e Nadal não estão nem aí pra Ranking e só jogam os torneios que lhes interessam… Murray é número 2 por acaso e o big four ja não é tão big assim.

    Muito pelo contrário ao caminho percorrido pela ATP vêm a WTA, com Serena fazendo jús ao número 1 e seguida de perto pela Sharapova e Azarenka… Acho que ainda este ano Sharapova vence a Serena… Um big three está estabelecido e não parece ter data para cair… Com exceção ao Australian Open a 3 primeiras do ranking não caem antes das semi-finais os torneios em que disputam, e a briga pela ponta do ranking promete ficar cada vez mais forte, visto que Sharapova tem um caminhão de pontos a defender no saibro e Serena terá de defender mais de 7000 pontos conquistados a partir de Abril do ano passado, porém há de somar muitos em Roland Garros…. Quem agradece é Victoria Azarenka que deve correr por fora e dar um grande trabalho pra quem pegar e bielorrussa nas semi-finais dos grandes eventos…

  • ANDREI Felipe Camargo

    Mais esse Masters 1000,foi estranho.Djokovic.DEL Potro,Tsonga não foram longes.o calor hoje acho que atrapalhou muito.sobre o Djokovic.ele não está no melhor momento no ano.mais isso é normal,já ele volta!

  • Said

    A final de Miami reflete a chatice que o tênis mundial se encontra nos últimos meses. Com a queda de rendimento de Roger e a lesão de Nadal, estamos vendo jogos baseados no físico e mental e nada mais, com exceção da final de Indian Wells. Murray e Djokovic não possuem talento, o que é diferente de competencia, para ocupar a lacuna deixada pelos dois citados ali em cima. O tênis precisa de um novo gênio e urgente, para termos novamente jogos que nem a final de Wimbledon 2008 (Fed x Nadal), Semifinal US Open 2009 (Fed x Djoko), Semifinal AO 2009 (Verdasco x Nadal), entre outros memoráveis. Bons tempos…

  • Vinicius

    Fabrizio, para mim na verdade o numero 4 hoje e o Nadal, ele só esta atras do Ferrer pelo tempo que ficou lesionado. Todos sabem que o Nadal é muito mais jogador que o apenas esforçado David Ferrer. é apenas uma questão de tempo pro Nadal retomar o quarto lugar no ranking.

  • Marcio

    Felicidade, agora a melhor parte da temporada vai começar! INdian Wells e Miami são hoje os Masters mais cansativos por conta da longa duração! Deveria ter pelo menos mais um Master 1000 no saibro!

    • rui costa

      Sr.Marcio,mais um master 1000 no saibro?? nao acha que havendo 9 Masters 1000,sendo que 3 deles são no saibro ja não é suficiente? so se for para o baloeiro e super defensivo nadal ganhar mais alguns titulos…deveria haver era na grama,porque nesse piso nao existe nenhum masters 1000…por amor de Deus…

    • deveria ter mais um masters 1000 na grama…
      aí o federer ia aumentar o numero de masters na carreira…

  • Horácio

    Foi patético ver o Murray fingindo estar lesionado e na sequencia correr feito um louco para devolver as bolas do Ferrer! Foi assim o terceiro set inteiro!

  • Cátia

    A questão é, primeiro, Ferrer jamais estaria em quarto se Nadal não tivesse tido problemas e ficado tanto tempo ausente…
    Nadal vai se sobressair, como sempre, no saibro e ganhar seus pontos… logo Ferrer não estará mais lá… Não tem condições emocionais e, penso que fisicamente, infelizmente, as coisas vão se modificando com o passar da idade, por mais esforço que se faça….
    Djokovic está em uma fase excelente para ele, Murray (inconsistente), Ferrer (sem emocional para ganhar dos top 3), Nadal (afastado por tanto tempo por lesões), Federer (com problemas de saúde)…. e, poderia estar bem melhor na sua pontuação (mesmo que esteja bem, tem perdido várias vezes em momentos que não poderia…….Sem lembrar que tem muitos outros tenistas chegando por aí.. assim como ele e outros vieram, quando Federer estava muito bem..

    Federer para mim sempre será o melhor… E não me surpreenderei se, ao melhorarem as dores, melhorar nos treinos… logo, logo, estará de novo no segundo lugar….. sem sombra de dúvida….e, jogo com Federer, por pior que seja, nunca é esse joguinho feio que fizeram Murray e Ferrer na final…..na minha opinião é claro….
    Torço e espero seu retorno em breve no top 2, o mais rápido possível…..
    Nadal, sem comentários…. gosto muito do jogo dele…. logo ele desbancará Ferrer e, não duvido se esbancar Murray também…..

    Federer que não chegou em nenhuma final neste ano, não terá que defender muitos pontos ano que vem…..e, um grand slam vale muito mais que muitos outros pequenos campeonatos juntos….
    Vamos aguardar..
    Abraço a todos

    • rui costa

      apenas um reparo catia…nadal nao vai somar muitos pontos no saibro,ele so pode somar pontos em madrid onde ano passado perdeu cedo,de resto tem os titulos de monte carlo,roma e RG a defender…sera muito dificil passar o ferrer antes de Wimbledon…

  • RoBerval

    Murray jogou pro gasto, como sempre, mas ao amigo ai de cima, Murray chegou a final do Australian Open, e venceu o segundo atp 1000 do ano, ou seja, ta bem forte sim, so que tem jogos que ele joga ”desanimado”, e por isso é sempre o menos favorito dos 3.

    Rolando Garros vai ser o Tiro certo, pra ver como Nadal e Federer, que estaos e poupando, tem condiçoes de ainda serem os melhores.

  • Thiago Rodrigues

    Adoro tênis. Vejo tem pelo menos uma década e pela primeira vez devo dizer: sinto que perdi duas horas e tantas do meu tempo assistindo essa final. Que joguinho fraco!!! Como o esporte perde ao ter o Federer em final de carreira e em um mau momento, Nadal voltando de contusão sem poder forçar e o Djokovic caindo nas quartas. Aprecio o esforço e o crescimento do Murray e a entrega(de sempre) do Ferrer, mas a técnica fica totalmente de lado. O terceiro set com 8 quebras foi algo surreal, mas no mau sentido. Sinceramente, deveria ter que dividir o título, pois nenhum dos dois merecia. Talvez o Ferrer um pouco mais pelo primeiro set bem acima. Ainda assim, a final foi muito pouco pra uma decisão de Masters 1000.

  • pereira

    Que saudade da Justine Henin.

MaisRecentes

Federer o franco favorito em Londres. Pouco a se tirar do Next Gen Finals



Continue Lendo

Quanto Nadal está disposto a arriscar por Londres ?



Continue Lendo

Quem é o melhor do ano ? Federer ou Nadal ?



Continue Lendo