Garra de Bellucci. Miami perdeu o status…



O nível de atuação de Thomaz Bellucci não me animou tanto, eu diria que foi um jogo de regular pra bom visto que o rival cometeu alguns erros. Mas o que foi notável e importante foi a luta demonstrada por ele e cabeça positiva para se manter no jogo, se livrando dos break-points que Janowicz teva a disposição. A torcida brasileira o apoiou, não o jogou pra baixo como em São Paulo e teve papel fundamental na vitória do brasileiro.

Ganhar jogando mal é importante e ainda mais para Bellucci nesta fase negra que vivia de cinco derrotas seguidas. Para se ter noção, é apenas a primeira vez do ano que ele vence duas seguidas.

Na terceira rodada o rival é Andreas Seppi, um tenista que troca mais bolas de fundo e dá mais ritmo para Bellucci. Com mais confiança e um tenista melhor ranqueado, a esperança é de uma atuação melhor e sem pressão. Bellucci disse que o problema na perna esquerda sentido contra Janowicz a princípio não foi nada grande, apenas um desconforto.

E o torneio de Miami segue sem empolgar tanto e cada vez mais com desistências. Já se contabiliza, com duas rodadas no masculino e duas e meia no feminina, onze desistências sem contar as ausências de Federer e Nadal. E estamos chegando aos três meses de torneio, todos deveriam estar bem não é ?

Pelo número de ausências e a menor premiação em relação a Indian Wells, Miami perde seu status de quinto Grand Slam. O torneio da Flórida não tem o Desafio Eletrônico em todas as quadras como Indian Wells. Resta alguma dúvida de qual é o “quinto Grand Slam” ? Pelo menos deste ano não, a competição de Miami terá que reagir para 2014.



MaisRecentes

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo

Del Potro pisa mais forte que Nadal no US Open. NextGen ainda não embala



Continue Lendo