Rafa is back! Segura o homem!



Quatro torneios, quatro finais e três títulos. Quatro vitórias sobre top 10, três delas no piso duro. A coroação do retorno incrível de Rafael Nadal veio neste domingo com o título de Indian Wells. A alegria, nítida nos olhos do espanhol e nas atitudes dentro de quadra. Como poucas vezes faz, apenas nas mais emocionantes, foi ao staff na arquibancada e até abraçou o diretor do torneio Larry Ellison – pelo gesto dá para se imaginar que Ellison convenceu ou ajudou Nadal a mudar de opinião para jogar o torneio.

Nadal não enfrentou ainda Djokovic e Murray, mas isso não quer dizer muita coisa, ele acabou de bater o cara que eliminou estes dois em Indian Wells, o que diz que está preparado para alcançar títulos de igual importância e voltar a sonhar com Grand Slams em outros pisos fora do saibro.

Nadal está de volta e com todo o gás e bom tênis que já vimos outrora, talvez até melhor do que antes.

Como se esperava tivemos um jogo disputado, nervoso e com reviravoltas e um ótimo nível. Juan Martin Del Potro tinha vencido Novak Djokovic e Andy Murray e confiante tem o número para derrubar Rafael Nadal. Mas o espanhol mostrou a garra de sempre, a força mental para sair de situação delicada e virar um jogo que se mostrava muito difícil com um set e quebra abaixo no segundo.

A confiança trazida das vitórias anteriores, a parte física mais conversada do que o rival e o ajuste de postura para um jogo mais agressivo para o piso rápido foram fundamentais para a retomada. Não obstante os números do jogo mostram a adaptação no jogo, Rafa fez mais winners que o super agressivo argentino, 33 a 28. E ainda há quem diga que Nadal joga de forma defensiva e o chame de baloeiro. Pobre dos que se remontam a um passado, há cinco, seis anos atrás.

E para Del Potro o físico acabou pesando um pouco, mas fora isso, mostrou que está encorpado para brigar por finais e títulos dos torneios mais importantes. Perdeu para um Nadal impossível. Só isso.

Sharapova dominou – A musa não deu chances para a dinamarquesa Wozniacki e conquistou sem contestação o título de Indian Wells e tomará o segundo lugar de Victoria Azarenka. Wozniacki já não consegue fazer frente as top 3 com seu jogo na regularidade, só passando bola. Resultado disso foram seus apenas 2 winners na partida. Não dá ne ?

Na semifinal seu jogo contra Angelique Kerber foi horrível, esse sim com vários balões. Funciona com parte das tenistas. Para ela, ter sido número 1 foi uma obra do acaso, de problemas com Sharapova/Serena e uma Azarenka ainda sem aquela firmeza nos resultados.

Curtinhas:

E Nadal não joga Miami, vai preservar os joelhos para a temporada de saibro. Faz bem ele. Defende os títulos de Monte Carlo, Roma, Barcelona e Roland Garros. São 4500 pontos.



MaisRecentes

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo

Del Potro pisa mais forte que Nadal no US Open. NextGen ainda não embala



Continue Lendo