Tomic pode dar trabalho a Federer ? Bellucci preocupa



Duas rodadas e poucas emoções para os principais favoritos tanto do masculino quanto do feminino no Aberto da Austrália.

Quem vem tendo e pode ter ainda mais trabalho por enquanto é Roger Federer, por conta da chave com jogos mais difíceis que os rivais. Se por um lado é ruim enfrentar tenistas de calibre logo cedo, podendo dificultar jogos e arrancar energia preciosa da parte física, por outro dá mais ritmo e confiança. E foi o que Federer mostrou hoje. Debaixo de um calor de 40º C jogou demais e derrubou o sempre eficiente Nikolay Davydenko.

Seu próximo rival é Bernard Tomic e nas oitavas pode ter Milos Raonic. Caminho nada fácil. Mas falemos do primeiro por enquanto. Será que o polêmico garoto pode oferecer mais resistência e até batê-lo ? Vencer, acredito que não. Mas dar trabalho, sim. Tomic mostrou, contra Daniel Brands, que está com um saque afiado e servir bem contra Federer será fundamental. Ele melhorou sua movimentação em relação ao ano passado, mas parece ainda um pouco lento para chegar em algumas bolas. E como já vimos, o garoto é muito talentoso.

Ao meu ver, o problema de Tomic é ser muito autodidata e teimoso, não parece ter um amadurecimento para buscar aquela disciplina tática. Ele não pode cair na ideia de 2012, quando perdeu fácil para Roger na Austrália, de simplesmente explorar o melhor golpe do suíço, a direita. Precisa explorar a esquerda e procurar sempre começar bem cada set, não dando brechas para que Roger o quebre e assim deslanche no encontro.

E o fundamental. Tomic necessita acreditar o tempo todo, não largar mão e mostrar ‘falta de respeito’ (no bom sentido, ok ?) dentro de quadra – a mesma que ele costuma mostrar em suas declarações, se mostrando confiante, que é a hora certa para enfrentar Roger.

Sendo assim, teremos fatores para um ótimo jogo no próximo sábado. Mas continuo com a idea que a boa fase e a experiência tornam Roger favorito.

O que dá pra comentar de Murray e Djokovic é que ambos estão voando, com ótimas devoluções e muito leves em quadra. Mas os dois ainda não foram testados. Não acredito que Stepanek e tampouco Berankis possam fazer muita coisa.

E no feminino quem se assustou foi Serena Williams por conta da torção no tornozelo. Mas mesmo assim e se poupando um pouco , ela vai e aplica 6/2 6/0. Maria Sharapova aplicou duas bicicletas e não sabe o que é perder games. E hoje terá uma vida bem dura contra Venus Williams. Victoria Azarenka, que começou um pouco sonolenta em relação às rivais, acordou. A noite desta quinta, manhã e madrugada de sexta prometem com Venus x Sharapova e Jankovic x Ana Ivanovic.

Bellucci lesionado. E agora ? De acordo com seu técnico, o argentino Daniel Orsanic, Thomaz Bellucci vem sofrendo com dores no ombro que complicam sua vida na hora de sacar. Mesmo jogando muito mal ele não tomaria 6/3 6/1 6/3 de Blaz Kavcic. O que preocupa é que temos uma Copa Davis dentro de duas semanas e a seguri um Brasil Open onde defende semifinal.

E Thomaz já estava com essas dores no fim do ano passado, mas foi jogar o Challenger Finals, exibições da Federer Tour…

De certa forma a situação parecia favorável ao Brasil com os problemas de Mardy Fish, lesão de John Isner (que ainda é dúvida) e de Brian Baker. Mas com um Bellucci baleado ficará muito difícil. Aguardemos.

Nadal no Chile. O Rei do Saibro confirmou sua participação no ATP de Viña del Mar. Ruim para o Brasil Open pois a volta do espanhol será no Chile, logo perde-se o foco de mídia de ser ‘a volta’. Mesmo assim só a presença dele terá muita visibilidade e seráexcelente para o torneio.

O lado positivo é que ele chegaria com mais ritmo de jogo para encarar o duro torneio brasileiro podendo chegar um pouco mais perto de sua plenitude. Mas corre-se um risco. Após sete meses parado, vindo de lesão, jogar dois torneios seguidos pode gerar um cansaço ou até dores que o façam desistir do segundo evento. Torcemos para que isto não ocorra.



MaisRecentes

Djokovic está de volta!



Continue Lendo

Um racha no circuito ? 



Continue Lendo

Federer com muitos concorrentes para o All England Club



Continue Lendo