Negligência ?



O US Open gostou mesmo de ter a final numa Segunda-Feira. Não é possível. Pelo quinto ano seguido a mesma situação vai ocorrer.

Milhões são investidos para melhorar o complexo, mas o teto retrátil é deixado de lado com a explicação que de que é preciso investir os ganhos para a melhoria do tênis local. Mera desculpa.

O torneio, que já nega a cobertura das quadras, também não adota a lonas, como acontece em Wimbledon. Chove, os boleiros correm, puxam, ela infla e toda a água que cair escorre para o ralo evitando que a quadra molhe. Sem isso, são necessários de 30 a 45 minutos para que as máquinas de sacagem trabalhe e até o jogo recomeçar, ou iniciar, em uma hora aproximadamente, novos pingos podem aparecer.

Se não bastasse isso, a organização ainda negligencia a precisa previsão do tempo dos Estados Unidos. Com uma janela curta de horas sem chuva e com um TORNADO bem próximo, evita colocar dois jogos ao mesmo tempo nas principais quadras. E aí o que acontece ? Bem, não preciso explicar.

O erro do US Open já começa na programação com a primeira rodada terminando na quarta-feira e colocando os tenistas para jogar a semi num sábado e a final no dia seguinte algo que não legal. Partidas de simples de cinco sets em dias seguidos não é legal para nenhum tenista.

Minha revolta, não só minha na verdade, de muitos jogadores/imprensa também, não é de agora, vem de anos, só que desta vez eles bateram o recorde. A negligência foi grande. A final na segunda-feira poderia ser evitada. Eles gostaram da NOVA programação. Só pode.

O que tem de ruim o torneio terminar na segunda-feira ? Em primeiro lugar fere o público que pagou (e caro!) pela final. São 22 mil pessoas que precisarão mudar sua programação/voos ou então nem comparecer ao complexo. Afeta os jogadores que ficam mais um dia no torneio, perdem um de descanso. Pior para aqueles que disputam a Copa Davis na sexta-feira seguinte. E claro, todo mundo envolvido no torneio precisa trabalhar mais um dia. Dor de cabeça para a organização.

Murray se dá bem – Andy Murray, que teve uma vitória amarrada contra Tomas Berdych, sai com a vantagem física de poder descansar neste domingo, fazer um treino, e chegar mais descanso que Djokovic que pode ter que encarar uma batalha de cinco sets e atuar no seguinte.

Não dá muito para servir de parâmetro o jogo do escocês visando uma final. Ele se adaptou melhor ao vento que Berdych. Nada surpreendente. Murray é mais versátil, baixou bem a bola, usou mais efeitos. Berdych controlou o ímpeto das bolas pesadas e planas apenas em duas parciais. O jogo aliás foi fraco, mas não poderia ser diferente, as condições eram péssimas.

Entre as mulheres, em final também adiada para este domingo, Serena é favorita contra Azarenka. Não perdeu sets para a rival nos últimos cinco encontros e vem numa forma espetacular. Mas, ao contrário das outras, a bielorussa deve oferecer resistência. O primeiro set será fundamental, assim como sacar bem para evitar tomar bordoadas na devolução. E aceitar que Serena vai aplicar aces, não baixando assim a guarda para as oportunidades que tiver.



  • Adriana Novais

    Concordo totalmente com o que escreveu. Como amante do tênis, vim ao meu primeiro (e último) US open. Vi jogos das oitavas (já muito prejudicados pela incompetência da organização) mas estou INDIGNADA, agora, pois, essencialmente, vim para ver a FINAL e não vou ver porque NÃO posso ficar mais um dia em New York por compromissos profissionais. PÉSSIMO! Enquanto não cobrirem essas quadras (uma, que seja), continuaremos passando por essas situações… Também passei por isso em Roland Garros em 2010. É humilhante para o público e, muito mais, para os jogadores. Falei…

  • Lucas

    Análise perfeita do jogo de hoje Fabrizio. O Murray ganhou por ser mais versátil e o Berdych perdeu porque ficou brigando, lamentando o fato de ter muito vento, ao invés de tentar se adaptar às condições.

    Não vi o jogo do Djocko, mas já estava pensando que seria a chance do Ferrer, porque correndo muito, e passando a bola pro outro lado, poderia aprontar alguma coisa pro Djoko

  • Rodrigo

    “… poder descansar neste domingo, fazer um treino, e chegar mais descanso que Djokovic que pode ter que encarar uma batalha de cinco sets e …”
    Bom, amanhã então o Ferrer não precisa nem entrar em quadra! Pra que né? Bota o Djoko pra correr em volta da quadra por uma hora. Pra cansa em pouquinho, simular as condições de uma partida. E deixa o Ferrer descansando em casa. Daí na segunda o sérvio decide o título com o Murray.
    Absurdo menosprezar um tenista que chegou pelo menos nas quartas de todos os Slams desta temporada.

    Fica aqui minha indignação com este post.

    Abraços

    • Fabrizio Gallas

      Mesmo com o Ferrer liderando, será uma zebra se ele vencer o Djokovic.

    • Evandro Fernandes

      Realmente não entendi esse desprezo ao Ferrer. Lógico que Djokovic é favorito, mas não dápra simplesmente desprezar o Ferrer assim.

    • Edmárcio

      Zebra é zebra…. Nole na final fácil.

    • caio

      Concordo plenamente com você Rodrigo, dei um Ctrl+f só pra ver se fui só eu que me indignei com a falta de bom senso desse post Ferrer tem chances reais de ganhar assim como o Delpo tnha tambem, quanto ao Slam eu ouvi que a estrutura que cobriria a quadra é impossivel de ser instalada pois o terreno não suportaria o peso do complexo mais a estrutura, se é verdade não sei.

  • Claudinei R Machado Jr

    Belo post, sempre leio aqui e no tenisnews. Eh a melhor forma de nos atualizarmos sobre o circuito, noticias sempre em primeira mao.
    Mas deixo uma pergunta: por que cita o Murray chegando mais descansado que o Djokovic na final?
    O servio ainda não está na final, e alem disso tera uma batalha bem dificil para tirar o Ferrer em vantagem e bem disposto.
    Pq foi parcial dessa maneira? Nao faz o seu genero.

    • Edmárcio

      Ferrer é zebra homérica… deculpa mas Nole está na final… fácil.

  • Fernando Duarte

    Fabrizio, algumas observações. na verdade, é a quinta vez consecutiva que a final masculina não é disputada no domingo. Em 2009, Federer x Del Potro, a final aconteceu na TERÇA-FEIRA ! Eu estava lá, e passei sufoco porque meu vôo era segunda, e tive que pagar uma grana de multa para mudar para quarta, além de transtornos profissionais. E eu não fui o único.
    Eu ouvi uma entrevista do executivo do complexo, que foi perguntado sobre a possibilidade de instalação de um teto retrátil na quadra central, e a resposta dele foi bem “americana”:
    “Orçamos o teto em aproximadamente US 120 milhões (a quadra teria que ser remodelada para receber um slidding-roof), e pelos índices de audiência televisiva de segunda, quase igual a domingo, concluímos que o custo x benefício não é compensador”.
    Ou seja, choveu, os jogos foram adiados, perdeu o vôo ??? Dane-se.
    Vai ser preciso acontecer muita coisa para mudar a cabeça deles.

  • Talles

    O Ferrer é um tenista chato – no bom sentido. Devolve todas as bolas, luta em todos os pontos e tem um coração de leão. Não é a toa a sua atual posição no ranking.

    Na minha opinião, se o Djocko não for regular, o Ferrer engole ele, aos poucos, ponto a ponto, mas engole sim!!

  • Caro Fabricio..você tem toda razão..no tocante a organização nota zero.A Máfia agiu ali hoje…podem acreditar….porque não suspenderam todas as partidas..ja que sabiam que poderia atrapalhar…o mais prejudicado foi o pessoal..que pagaram caro..agora você cara como fala isto..você quer apostar como o Ferrer ganha..o Nole não joga como jogou com o Del-Boy…ele está abaixo do seu rendimento Nadal colocou ele no seu lugar..Ferrer ganha!depois volto aqui.para te perguntar quanto foi o jogo?me fale só uma coisinha porque seria zebra se Ferrer ganhar?ele é o numero5 e Nole o 2..e ai h2h 8 para Nole e 5 para Ferrer..caramba você também hem!abraços.

  • Edmárcio

    Sinceramente… não vejo diferença na audiência de um jogo no domingo ou na segunda… pode ser horrível para quem esperava assistir o jogo no domingo e o mesmo só acontecesse no sábado… entendo e acho abominável.

    Mas do lado do marketing, dinheiro e organização… não faz diferença… continua igual… por isso enquanto não mexer no bolso da organização não vai mudar.

    Tb não vejo problema para os tenistas… e reclamar de vento é demais para a minha cabeça… tenista que é tenista se adpta a qualquer condição ambiental existente no dia.

    De resto… o tenis continua fraco.

  • Cris

    Talvez se no próximo US Open tivesse um boicote de público, o prejuízo poderia dar uma sacudida na organização e mudar ou as datas, ou a estrutura…

    Vi o jogo de ontem e o Ferrer tava botando o Novac no bolso, mas com a interrupção do jogo, isso pode ter dado um certo alívio pra q o Novac se recuperasse desse baque e hj acabe com o Ferrer. Isso é ruim, pq condições adversas q poderiam ser resolvidas pela organização, acabam prejudicando os jogadores, e o público tb. Dinheiro não é capim né, se eu pago pra ver uma final no domingo, eu quero ver a final é no domingo.

    • Fabrizio Gallas

      difícil enquanto Federer, Nadal e Djokovic estiverem jogando…

MaisRecentes

Novo título em Wimbledon significaria muito para mim, afirma Federer



Continue Lendo

O melhor Rafael Nadal entra para a história do esporte



Continue Lendo

Djokovic ou Thiem podem parar Nadal ?



Continue Lendo