Desempenho ruim. Rogerinho incrível pega Djokovic



Quem quer subir no ranking, somar pontos não pode se dar ao luxo de fazê-los apenas em torneios 250. É preciso ir bem nos eventos maiores. E neste ano Thomaz Bellucci não foi bem em nenhum Grand Slam. Ganhou apenas uma partida, no Australian Open, diante do israelense Dudi Sela.

De suas quatro derrotas na sequência, as mais justificáveis foram para Gael Monfils, em Melbourne, e Rafael Nadal, em Wimbledon. Mas acabou decepcionando com quedas em Roland Garros e agora no US Open. Não que os rivais fossem uma baba, pelo contrário, tem alguma qualidade, mas sim por conta do potencial que Thomaz tinha para vencê-los e acabou derrotado em detalhes.

No ano Bellucci fez apenas duas boas campanhas em torneios grandes, nos Masters de Monte Carlo e Indian Wells com as oitavas de final. De resto a sequência boa no saibro em julho.

Agora uma coisa é certa. Thomaz não pode justificar que faltou ritmo de jogo para sua derrota hoje. Ele jogou apenas um torneio prévio ao US Open. Perdeu cedo na Olimpíada e poderia muito bem ter arriscado os qualies em Toronto e/ou Cincinnati. Não fez porque não quis e chegou com apenas duas partidas disputadas no piso duro.

Buscando achar um lado positivo. Agora Thomaz terá tempo para se preparar para a Copa Davis no saibro em Rio Preto (SP) contra a Rússia que vale muito para nós. Isso se não entrar na chave de duplas em Nova York onde está como primeiro alternate ao lado de João Souza, o Feijão.

Rogerinho épico encara Djokovic.  O adversário não era tão talentoso, mas já esteve no top 60 e havia furado o quali e Rogerinho tem pouco experiência em Grand Slams, mas o brasileiro mostrou muita raça e venceu sua primeira partida no 5º set na carreira numa virada sensacional de 4h12. Mostrou que o físico está bom e terá uma oportunidade muito legal de enfrentar Novak Djokovic provavelmente na quadra central do US Open.

É entrar solto em quadra, sem pressão para fazer uma boa exibição e deixar uma impressão legal no mundo do tênis e também pros brasileiros que pouco o conhecem. Rogerinho é um jogador de muita raça, luta e merece bons resultados no circuito e todo o nosso respeito.

Pensar em vitória contra Djokovic é um pouco utópico. O sérvio está voando. Pegou uma baba na estreia hoje, mas jogou um tênis muito firme. Mas Rogerinho pode sim equilibrar e fazer bonito.

Copa Davis – Com a vitória de hoje, Rogerinho, que já era favorito, fica praticamente com a vaga assegurada para ser o número 2 de simples do Brasil na Davis. A fase de João Souza, o Feijão, não é das melhores e Ricardo Mello não gosta do saibro. A convocação sai até a semana que vem.



  • André T.

    Bellucci é o eterno reclamão. Se joga os torneios preparatórios e perde logo de cara nos grandes diz que é pq tava cansado. Qdo não joga, diz que faltou ritmo, ou seja, sempre com uma desculpa. A verdade é que ele é um jogador mediocre, que não tem regularidade e nunca será um top 15 da vida.

    • Lucas

      Bellucci é o eterno reclamão. Se joga os torneios preparatórios e perde logo de cara nos grandes diz que é pq tava cansado. Qdo não joga, diz que faltou ritmo, ou seja, sempre com uma desculpa. (2)

      O pior é que, se ele acreditasse nisso mesmo, a escolha de calendário mostra que é burro também. Agora começa a gira asiática e ele está inscrito direto em um ATP500 e depois um ATP1000, mesmo tendo um 250 para se preparar na semana anterior. Aí se perder, vai dizer a mesma coisa???

      Eu estou ficando acostumado em não esperar nada do Bellucci, talvez tenha sido a primeira derrota em jogo bem ganhável que não fiquei decepcionado. Acho que temos que aprender a torcer para ele, e a palavra que mais define ele é INSTABILIDADE!!!

  • paulo

    esse era o tenista que tinha condições reais de ganhar de Murray na terceira rodada??? Precisa escrever mais alguma coisa???

    • Fabrizio Gallas

      Infelizmente quando se tem maiores expectativas no Bellucci ele decepciona. Imprevisível.

  • Sabe quando o Bellucci vai embalar? Quando ele começar a ganhar partidas mesmo jogando mal, sempre com desculpa, se eu fosse o treinador dele diria pra ele ganha as partidas não importa como for, ele se acomoda com a derrota.

  • Pessoal encontrei um jogo de FUTEBOL ONLINE em que você é o tecnico do time muito legal, é igual brasfOot, e cartola, só que lá é com players reais 24h onlines, e ainda dá premios (CAMISA OFICIAL DO SEU TIME E MP4), NAO PRECISA DE BAIXAR NADA! E SO JOGAR 🙂 E GANHAR SEUS PREMIOS: cadastro aqui: http://futmanager.com/futebol-online/tonyf.html.

  • Ricardo Lourenço

    Bellucci é um verdadeiro pipoqueiro, não entendo como podem colocar ele para fazer a exibição com o Federer!!!

  • Alan

    Como não foi possível assistir ao jogo fica difícil tecer qualquer comentário tático e/ou técnico a respeito. Contudo, a questão a ser analisada é a postura que o nosso número 1 vai adotar daqui para frente. Está claro que não dá mais para pensarmos em termos de especilistas no atual cenário do tênis mundial. Portanto, é necessário evoluir em pisos diferentes da terra. Favorável a ele é o fato de que na atualidade essa distância entre as suprefícies não é mais tão gritante quanto outrora. E ademais, há jogadores que já frequentaram o top 10 bem limitados tecnicamente, como, por exemplo, o Mônaco. Resta parar com as desculpas evasivas e treinar duro ou então contentar-se com a mediocridade.

  • GLADIMIR PRESTES

    PARABENS DUTRA, EU E MEU FILHO QUE ESTA COMEÇANDO NO TENIS DE 9 ANOS,VIMOS SEU JOGO NO TORNEIO DE PELOTAS NO RIO GRANDE DO SUL ,E QUE MERECE MAIS VITORIAS POIS É UM GAROTO HUMILDE,TALENTOSO E BOM DE BOLA ,DALEEEE BRASIL

  • Thiago Rodrigues

    Bellucci é um típico atleta brasileiro. Sabemos que tem potencial mas dá demonstrações claras de falta de força mental. O psicológico dele é fraquíssimo, sempre falhando em momentos-chave. Quanto ao Rogerinho parabéns pra ele. Contudo, faço um adendo à sua matéria. O Djokovic terá outra ‘baba’ na próxima rodada contra o brasileiro. Essa é a verdade. Respeito à parte, é grosseira a diferença. É jogo pra ganhar experiência e só. Abs

  • Pierre

    Gigolo de cuadra….

  • henriques

    Eu acredito no Bellucci. Ele tem potencial para ser um top 5. Falta só um pouco de paciência que vai adquirir com o tempo. Ainda vai brilhar no futuro. Força nas duplas com Feijão. Bellucci merece nossa torcida. Valeu !

MaisRecentes

Qual o limite de Roger Federer ?



Continue Lendo

Cilic e a missão (quase) impossível contra Federer



Continue Lendo

O verdadeiro Dia Mundial do Tênis



Continue Lendo