Os 4 melhores em ação. A sorte de campeão ?



Londres verá os quatro melhores tenistas que entraram na chave em ação na fase semifinal. Sim, com a ausência de Rafael Nadal, pra mim, Federer, Djokovic, Murray e DEL POTRO, são os melhores do circuito. David Ferrer ficou fora nas oitavas, foi uma surpresa, mas mesmo merecendo estar no grupo dos top 5 não tem os golpes necessários para ganhar dos top 4 nos principais torneios.

Mas o caro leitor deve estar me achando um louco, questionando pois Delpo não vence um desses top 4 há tempos e perdeu os últimos encontros com Ferrer. Isso não faz ele ser pior que os outros. Só remete a um problema físico que fez com que a confiança do argentino contra os grandes ficasse abalada. Um ano de fora das quadras não é fácil você retomar o auge vivido em 2009 que chegou após muito custo.

Delpo mostrou por A + B que tem bola e já ganhou de todos lá em fases decisivas de grandes competições, inclusive em final de Grand Slam, o que falta é aquele passinho a mais nos momentos importantes. Aquela boa devolução ou direita vencedora ou saque potente no break a favor ou contra. Terá mais uma chance.

Mas o problema de Delpo é que a fase de Federer é ótima e a freguesia com o argentino é enorme. São 12 vitórias em 14 jogos, cinco só este ano. Federer vem jogando bem, mas ainda não deu aquele show na Olimpíada e na partida de hoje contou com o fator sorte para justo no match-point conseguir uma devolução slice triscando na fita e caindo indefensável para John Isner que sacava muito. Federer me parece com sorte de campeão.

A outra semi também promete. Será o primeiro encontro de Murray e Djokovic na grama. O sérvio vem alternando exibições excepcionais e alguns deslizes e Murray fazendo jogos bem equilibrados com muita consistência. Djokovic pode se aproveitar do fator pressão em cima de Murray que sempre atua nas rodadas decisivas em Wimbledon. De qualquer forma será um jogo para três sets ou dois bem equilibrados.

A minha aposta ? Final entre Federer x Djokovic.

Interessante que temos a batalha pelo número 1. Por enquanto Djokovic vai recuperando a liderança mesmo que ele e Federer percam na semi. O suíço precisa então torcer contra o sérvio ou conquistar o título para se manter na ponta.

E no feminino a ‘intrusa’ é Maria Kirilenko nas semis. Serena é a favorita ao OURO na minha visão em final contra Sharapova. Deu pneu em Zvonareva em Wozniacki e está com um tênis muito agressivo com saque potente. Não deve ser tão fácil assim contra Azarenka e tampouco numa provável final contra Sharapova, mas vem mostrando nível acima das demais na semana.

Uma pena a derrota da dupla Melo/Soares. Os mineiros pegaram rivais que sacam e voleiam bem e acabaram pecando um pouco no serviço, poderiam ter jogado melhor. Mas a campanha foi ótima e lutaram com muita bravura para trazer uma medalha. É seguir no circuito com seus parceiros fixos (o croata Dodig de Melo e o austríaco Peya o de Soares) e se concentrar para a importante batalha de setembro na Davis.



MaisRecentes

Nadal de outro planeta. O Adeus da Rainha Maria Esther Bueno



Continue Lendo

Pode Zverev segurar Thiem ? Djokovic comendo pelas beiradas



Continue Lendo

Nadal com caminho mais aberto. Bellucci regrediu



Continue Lendo