Federer x Djokovic O clássico que pode valer o Nº 1. Palpites ?



Desculpe não escrever ontem pessoal, tive febre, dores de cabeça e hoje constatei que estou com problemas na garganta. Pude acompanhar os jogos de Federer e Djokovic antes de ir ao hospital para exames. Vitórias mais do que esperadas. Até mais fáceis do que esperava. Youzhny segue sendo um “patinho” de Federer – perdeu todos os 14 jogos -, mas poderia ter dado mais trabalho. Federer, é óbvio, fez uma ótima apresentação, mas sempre a frente no marcador não foi incomodado, não foi testado e Federer com a liderança costuma jogar mais solto. Djokovic viveu um momento de perigo ao ser quebrado no primeiro set, mas foi apenas um susto.

E agora aquele grande duelo que esperavamos acontecerá. Será a primeira vez que os dois duelam em Wimbledon e na grama. Fisicamente Djokovic tem a vantagem se a partida se alongar, agora o sérvio tem vantagem se alongar também os pontos nas trocas de fundo. Para Federer sacar bem será fundamental. Assim ele ganha os pontos mais facilmente e evita levar as bombas do sérvio na devolução.

A motivação de ambos ? É alta. Federer luta árduamente para retomar o número 1 que virá com o título – se vencer Djokovic chega com favoritismo à final – que também lhe daria o hepta igualando Sampras e Renshaw como o maior campeão do mais tradicional torneio de tênis. E Djokovic joga no fio da meada, querendo manter seu número 1 e provar que pode superar Federer na grama.

Não vou ficar em cima do muro. Meu palpite é a vitória de Djokovic em quatro sets. Se bem que este jogo merecia cinco sets não é ? E a sua aposta amigo ?

Da outra semi. Em primeiro lugar, não pude acompanhar os jogos, apenas o placar. Fiquei sabendo que Ferrer teve uma boa chance de fazer 2 sets a 0 e que o jogo foi bem parelho. Ferrer é um trabalhador nato e mostrou evolução na grama. É como um vinho, quanto mais velho vai ficando melhor. Mas ainda falta um detalhe a mais pra chegar numa final de Slam.

Murray terá a sua grande chance de chegar à final em Londres, mas terá que sofrer com os saques de Tsonga que já bateu na trave ano passado. Tudo para ser um jogo nervoso e também com cinco sets. Este jogo eu não arrisco um resultado. Se o francês não estiver afiado no serviço com certeza será derrotado.

No feminino Serena vem sem pressão – ela não luta por número 1, já venceu Wimbledon quatro vezes e joga muito bem na grama – e por isso é favorita contra Azarenka. A outra semi será tensa, duas tenistas que nunca chegaram na final de um Slam e uma delas sonhando com o topo. Promete ser aquele típico jogo feminino com diversas quebras e tenistas perdendo chances. Palpito por uma final Serena x Radwanska.



MaisRecentes

Zverev tem tudo, mas ainda falta muito. Estranho, não ? 



Continue Lendo

Nem sempre se pode ganhar todas



Continue Lendo

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo