1ª semana louca. Palpites das 8ªs



Em anos, talvez uma década esta deve ser a 1ª semana mais louca de um Grand Slam. Aconteceu de tudo. Teve monstro favorito sendo eliminado (Rafael Nadal) por um 100º do mundo que nunca havia jogado o torneio, outros três top 10 bem favoritos às rodadas finais caindo, teve Roger Federer contra a parede virando jogo de cinco sets, teve muita discussão com a polêmica da igualdade dos sexos levantada por Gilles Simon e as tenistas atacando e zombando do francês.

Se não bastasse isso, o sábado fechou com chave de ouro a semana. Com grandes jogos. Primeiro Marin Cilic fazendo o 2º jogo mais longo do torneio com 5h31min com 17/15 no 5º set e jogo que por pouco não foi adiado pela falta de luz natural e Andy Murray vivendo um drama contra Marcos Baghdatis, apressando o término do jogo. Em Wimbledon o horário limite para término dos jogos é às 23h e Murray tinha 4/1 às 22h56 aproximadamente.

Não é que o então hiper defensivo escocês acelerou o jogo ? Contou com a contribuição de Baghdatis, mas quando quis jogou bem agressivo e em seis, sete minutos fechou contando com o bom senso (acertado!) da organização. Seria horrível esperar dois dias para jogar provavelmente um game não é ?

Obviamente que a derrota de Nadal fica como o FATO da semana, mas deixo a caixinha aberta para você eleger o segundo deles.

Wimbledon que já está emocionante promete jogos mais eletrizantes no masculino e feminino. Eis meus palpitões.

Murray vence Cilic em três sets. O croata terá um dia de descanso, mas não será o suficiente para chegar 100% após uma batalha mental e física da rodada anterior. Pro croata o primeiro set será crucial. Se sair atrás seu ânimo tende a despencar pela montanha a escalar.

Federer leva em quatro sets. Malisse andava meio sumido, mas já fez semi em Wimbledon em 2002 e é bem perigoso.

Djokovic leva em três sets. Não vejo aquele ímpeto de Troicki para ser uma surpresa. Jogo para tirar um set de Nole ele tem, mas não me convence. Nole por enquanto é o top que menos problemas passou no torneio, só um sustinho com Stepanek.

Tsonga em quatro sets contra Fish. Jogo apertado, mas Tsonga vem confiante e seu saque funciona muito bem na grama. Está descansado fisicamente.

Del Potro e Ferrer, jogão em cinco sets. Ferrer leva pela boa devolução que pode fazer a diferença. Ele não perdeu nenhum jogo na grama este ano, vem de título na Holanda.

Youzhny leva em quatro sets sobre Istomin e Kohlschreiber em quatro sets sobre Baker.

No feminino minhas classificadas são Serena, Kvitova, Paszek, Azarenka, Sharapova, Clijsters, Radwanska e Peng. Nenhuma surpresa, mas jogos apertados. Ivanovic tem mais uma oportunidade na carreira de dar aquele passo que lhe falta nos principais torneios.

E você tem palpites ? Deixe na caixinha!

Curtinhas:

Lukas Rosol terminou rápido seu encanto. Perdeu em três sets para Kohlschreiber. Normal. O cara joga tudo contra um monstro e provavelmente ‘comemora’ demais. O grande jogador mostra o seu valor não só numa partida, mas sim em várias, e seguidas. Gulbis, que derrotou Berdych na estreia, perdeu na seguinte pro qualifier polonês Janowicz. Bem provável que Rosol não faça muita coisa mais no ano, mas já fez. Causou por enquanto A ZEBRA da temporada.

Curioso resultado. Vice em Paris, Errani NÃO fez NENHUM ponto no 1º set contra Shvedova. É a primeira top 10 a perder dessa forma na história no que é o chamado GOLDEN SET. Incrível não ?



MaisRecentes

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo

Del Potro pisa mais forte que Nadal no US Open. NextGen ainda não embala



Continue Lendo