Federer, mais coração do que nunca



As últimas 24 horas do tênis foram de muitas emoções nesta que é a 1ª semana mais agitada em anos de um Grand Slam. Por pouco Wimbledon fica sem Rafael Nadal e Roger Federer na segunda semana. Seria um pecado. Mas pode já ser o Efeito Rosol de ontem. Os tenistas teoricamente mais fracos passam a acreditar mais em si mesmos quando monstros perdem em rodadas iniciais.

Mas Federer, ainda bem, sobreviveu a um quase irresistível Julien Benneteau e em mais uma batalha emocionante se qualificou às oitavas. Está virando característica do suíço passar por sufoco nos últimos Majors até mesmo onde ele dominava.

O ponto positivo é que as dificuldades que tem passado estão mostrando um Federer está cada vez mais lutador, indo buscar jogos impossíveis – algo que não é bom só para seu torcedor cardíaco. Na verdade Federer sempre foi assim, ele só que como resolvia mais fácil seus jogos, acabava pouco mostrando essa garra de agora.

O negativo é que Federer apresenta uma pequena deficiência na parte física, pela avançada idade e talvez algumas lesões que vão e voltam (ele não gosta muito de falar delas). Resistência para jogos longos Federer tem, mas aquela explosão e vigor não é a mesma de alguns anos atrás. Com sua extrema agressividade e impaciência para trabalhar os pontos, os erros aparecem em maior sequência vez por outra.

Os adversários com alguma qualidade sabem dessas deficiências e passam a ver que Federer já não domina seus jogos nos Slams como outrora e passam a acreditar mais em si mesmos “desrespeitando” o suíço.

Detalhe muito positivo hoje foi a recuperação, o grande poder mental e a confiança que Federer pode ganhar com esta vitória, mas além dos aspectos abordados acima, Federer precisa cuidar de seu voleio que o deixou na mão em momentos importantes do jogo.

E só até esta sexta na primeira semana 4 top 10 foram embora – John Isner, Tomas Berdych, Janko Tipsarevic e Rafael Nadal -, Federer esteve a dois pontos da derrota, Novak Djokovic e Andy Murray perderam sets. A bruxa parece estar rondando o All England Club. É bom os favoritos que ainda restam abrir o olho.

Federer sobre derrota do Nadal ? “Sinto pelo Nadal, mas esse 5º set foi uma piada, fiquei rindo por uns 10 minutos sem acreditar na atuação que o Rosol teve”. Essa foi a declaração de Federer sobre a derrota de Nadal.

Deixo a caixinha de comentários aberta para você meus caros leitores sobre essa declaração e também a vitória de Federer hoje!

Curtinhas:

Federer vence sua 850ª partida na carreira e 62ª em Wimbledon. Pete Sampras, heptacampeão, tem 63. A frente somente Boris Becker com 71 e Jimmy Connors com 82.



MaisRecentes

Djokovic, o mais completo de todos ?



Continue Lendo

51 vezes Nadal. Uma boa ideia



Continue Lendo

Djokovic está de volta!



Continue Lendo