Bellucci zicado. 1ª rodada promete!



Quando a maré é ruim sai debaixo! Thomaz Bellucci enfrentará RAFAEL NADAL na primeira rodada de Wimbledon. Não poderia ter pior sorteio para o brasileiro no Grand Slam da grama. Só consolida a fase negra que vive o paulista. Só recapitulando. Um pouco de incompetência por algumas derrotas inesperadas, mas também a falta de sorte por uma lesão no abdômen justo nos torneios onde tinha mais chances de somar pontos. Em seguida a consequente não classificação para a chave das Olimpíadas por conta dos dois tópicos anteriores citados. Bem certo que pode vir um convite ou desistências para jogar em Londres, mas no momento Bellucci está fora.

O brasileiro revelou esta semana publicamente pela primeira vez um problema fisiológico. Nada novo. Há alguns anos já havia entrevistado um ex-preparador físico de Thomaz que apontou que o brasileiro suava mais, perdia mais líquido do que o normal para um atleta e por isso sofria com cãibras com regularidade e consequente queda de rendimento. Durante a parceria com Larri Passos Bellucci chegou até a melhorar fisicamente, mas por pouco tempo. O tenista passou a não ter mais um preparador particular com o técnico gaúcho e segue bem abaixo dos demais competidores no quesito. É bom lembrar que Bellucci voltou a contratar um preparador físico hoje em dia. Ter um bom preparo é fundamental no tênis para se recuperar rápido de jogos desgastante e aguentar em partidas longas.

Mas falando de Wimbledon. A primeira rodada é muito ruim pro brasileiro, mas indigesta para Nadal que terá dificuldades se o brasileiro estiver afiado no serviço. Bellucci não tem o mesmo tênis do piso de saibro, mas não é uma negação na grama e pode causar dificuldades. Como é primeira rodada e jogará sem pressão, mais uma boa oportunidade pro brasileiro mostrar seu valor e pegar um Rafa sem aquele ritmo de jogo. Ou seja, dá pra morder um set.

Nadal não tem Federer em sua chave, mas não terá uma vida fácil, de acordo com a projeção. Além de uma rodada perigosa pode ter na terceira fase Philipp Kohlschreiber, que o eliminou em Halle, ou Tommy Haas, campeão do torneio alemão, logo na terceira fase. Nas quartas o sempre perigoso Jo-Wilfried Tsonga nas quartas – lembre que ele eliminou Federer ano passado e quase bateu Djokovic no saibro de Roland Garros.

Pela 13ª vez nos últimos 15 Grand Slams Federer caiu no lado de Djokovic em projeção para a semi de um Slam. Há quem diga que existe conspiração nas chaves dos Slams, mas o que importa é que está apenas nas mãos do suíço a condição para voltar ao topo. Derrotando Nole na semi e sendo campeão a seguir ele volta a ser o líder. E a chave de Federer tá bem agradável até a semi.

Alguns jogos da primeira rodada, além de Nadal x Bellucci, prometem agitar o All England Club. Djokovic pega o sempre respeitado Juan Carlos Ferrero, que já fez quartas em Wimbledon anteriormente. Jo Tsonga pega o campeão de 2002, Lleyton Hewitt e Janko Tipsarevic duela contra David Nalbandian. Jogos assim de primeira rodada são sempre ruins para os principais favoritos que chegam com pouco ritmo diante de rivais com nome no circuito mas que jogam com menor pressão. E pra quem acredita em um sorteio dirigido (não é meu caso), aí vai outra. John Isner pode pegar Nicolas Mahut na segunda rodada. Lembra deles ? 70/68 em 2010 com 11h05min e duelo na primeira rodada também ano passado.

No feminino Sharapova terá uma rival complicada na segunda rodada caso encontre Tszvetana Pironkova. Ela não faz tanto no circuito, mas na grama já derrotou Venus Williams em Wimbledon há alguns anos. Duelo interessante seria nas quartas contra Kim Clijsters, mas a belga voltou a sentir lesão e é incógnita. A belga terá uma estreia dura contra Jelena Jankovic. A russa tem também possíveis embates contra a semi do ano passado. Lisicki, que segue em ano ruim com lesões, e a alemã Angelique Kerber, em ascenção no ano.

A situação piora na parte debaixo com Victoria Azarenka, Caroline Wozniacki, Petra Kvitova e Serena Williams podendo se cruzar antes da final.

Façam suas apostas amigos! Será que Nadal sobrevive ? E Federer pode alcançar o topo com o troféu ? E no feminino quem leva ? E o que Bellucci pode fazer com Nadal ? Opine!



MaisRecentes

Nem sempre se pode ganhar todas



Continue Lendo

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo