Nadal x Djokovic para fazer história. Alguma aposta ?



Quarta final de Grand Slam consecutiva que teremos Rafael Nadal x Novak Djokovic. Não é nada leviano dizer que Roger Federer fez papel de coadjuvante no circuito nos últimos 365 dias. Foi um belo papel do suíço que se diga de passagem. Ganhou alguns torneios como Masters, o ATP Finals, mas quando o Major aparecia se viu nítido que os dois melhores do ranking ainda são os protagonistas.

A decisão de domingo às 10h é também a mais esperada por todos e um deles entrará para a história do esporte. Novak Djokovic será o primeiro desde o australiano Rod Laver em 1969 a vencer os quatro Majors consecutivamente e o oitavo a ganhar o Career Slam, todos os torneios grandes em temporadas diferentes.

Enquanto isso, Nadal busca ser o recordista de troféus em Paris desbancando o sueco Bjorn Borg – que NÃO é esperado para acompanhar a decisão in loco e assim, na minha opinião, se tornar indiscutivelmente como o MAIOR DE TODOS no saibro.

Sobre as semis. Os jogos desta sexta-feira foram abaixo do esperado no quesito emoção. Nadal sobrou diante de um Ferrer que só jogou os quatro primeiros games. David se perdeu na consistência, contra-ataques e bolas pesadas de Rafa, mas poderia ter lutado mais assim como o fez em Roma e Barcelona. Mesmo assim ficaria difícil tirar algum set de Rafa com o que ele jogou hoje e vem fazendo durante todo o torneio.

E a outra semi Federer teve alguns lâmpejos, alguns frutos de oscilações de Djokovic, mas errou demais. Perdeu um segundo set que parecia ganho após ter 3/0 e duas quebras e saque com 5/4. Teve seu potente serviço quebrado quatro vezes na mesma parcial. Isso derruba a confiança de qualquer um. Federer jogou abaixo do esperado e Djokovic foi melhor do que vinha sendo, mas nem tanto assim.

Projeção para a final. Meu favorito é o Nadal. Se continuar atuando do jeito que está certamente ele leva o caneco. Mas Djokovic não vai querer entregar de bandeja e após as derrotas de Roma e Monte Carlo entra um pouco como franco-atirador.

Como sempre o jogo passa pelo revés de Nadal que por enquanto está tinindo. O primeiro set seja ultra-importante para a confiança de Djokovic ao longo do encontro. Ele sabe que sair atrás só deixara o Touro mais enfurecido e que terá uma montanha a escalar contra alguém que é quase imbatível no torneio.

O sérvio precisa entrar ligado, evitar o nervosismo comum de uma final de Slam e aproveitar que nos últimos jogos Nadal tem demorado alguns games para “esquentar” e jogar seu melhor. Para Nole a agressividade com consistência será fundamental.

E Nadal precisa se ligar no início da partida, manter o backhand longo e o saque potente. Um detalhe curioso é que Rafa teve o saque quebrado APENAS UMA VEZ em todo o torneio, e na primeira rodada para Simone Bolelli. Número incrível.

Bem de resto é esperar que o jogo seja emocionante algo que não ocorreu hoje. Alguma aposta amigos ?

Curtinhas:

Bia Maia na final de duplas em Paris. Ela iguala Guga, Guilherme Clezar e Tiago Fernandes finalistas de Slams juvenis brasileiros. Guga ganhou Roland Garros com Nico Lapentti em 1994, clezar foi vice de duplas em 2009 e Tiago Fernandes foi campeão de simples na Austrália em 2010. Um ótimo resultado para uma tenista que tem muito futuro.



  • marivaldo nunes do nascimento

    nadal e djokovick são batedoress de bola. federer quando perde, perdepara ele mesmo, so perde porque erra muito. Se´rá que ele tem que parar

    • Rafael

      Discordo. Já foi o tempo que Federer sobrava no circuito e apenas perdia pra ele mesmo. Atualmente ele realmente é a terceira força do tênis mundial e seus adversários superam ele não apenas na constância mas também fisica e mentalmente.

      Da mesma forma foi-se o tempo que Nadal e Djokovic eram meros rebatedores. Os dois podem não ter a técnica tão refinada quanto a de Federer, mas evoluiram são tenistas completos, que usam todos os golpes no jogo.

      Pra mim é bem claro quevmuito da queda de Federer se deve ao aumento do nível dos seus principais rivais tb.

      • Carlos Eduardo

        Rafael, peço licença p/ discordar de vc tb:

        – Federer já tem 30 anos e já ganhou tudo o que vc possa imaginar (talvez falte a medalha de ouro nas olímpiadas). Acredito que ao Federer esteja faltando motivação, pois Tênis lhe sobra. Quanto a Rafa e Nole, são 2 excelentes tenistas, mas ao meu ver, quando jogam contra o Federer, tem de definir uma estratégia de jogo, tipo bolas altas no back de Federer. O suíço não define nada disso, joga o jogo…

        – Acho que o Federer já está pensando na aposentadoria, por conta da família (principalmente p/ curtir as gemeas).

  • Ronaldo Ponce

    nadal vence. ta jogando muito. pra ser parelho só se fosse o Djoko do ano passado mas ele nao é nem sombra daquele. Nadal em 3 sets.

  • Marcos

    RAFA NADAL NA CABEÇA…1,2,3 EM ROLAND GARROS “TODO MUNDO É FREGUÊS”… ESTAREI TORCENDO.

  • Joao Alves

    O djoko nao esta voando baixo igual ano passado ate o a.o desse ano. Acho que especificamente por isso o Nadal leva. Nao vejo nenhuma melhora significativa no jogo do espanhol mas vejo uma visível queda no rendimento do sérvio. Este sera o fator determinante. Quanto ao espanhol nao ter perdido set ou o saque a resposta é simples e clara: só pegou amigo e freguês pelo caminho. Mônaco, almagro, ferrer. Melhores amigos dele no circuito. Todos tem imensa desvantagem psicólogica. Por se conhecerem Tao bem, entraram com a cabeça baixa, achando que o jogo estava perdido. Ai ficou fácil, o Nadal só jogou pro lado de lá e esperou o erro. Mesmo sabendo que o Sérvio esta numa mA fase, ele tem
    Chance. Vamos ficar na torcida para que tenhamos um bom jogo.

  • Roberto Rocha

    Nadal vence em sets diretos, mas no sufoco!
    Acredito em 6/4, 7/5 e 6/4…em umas 4 horas de jogo! rsrsrsrsrsrsrsrsrssrsr

  • Ismael Piantino

    Federer hj perdeu para si mesmo, incapaz de usar uma tática definida, quando sua excelência técnica não está funcionando. Insiste num modo intuitivo de jogadas, contra Nadal e Djoko, penso que deva achar algo menor (jogo sujo), explorar o ponto fraco do adversário. Já a final será equilibrada, com leve favoritismo para o Nadal, o ponto chave para Djoko roubar tal taça, seria se manter constantes nos pontos e ao contrário de Federer explorar o backhand do espanhol. O primeiro set será fundamental para que o sérvio comece a colocar água no chopp do número 2 do mundo, um bom exemplo disso o jogo do Nadal contra o Almagro.

  • Lina

    Pelo retrospecto dos jogos do Djokovic, que quase perdeu para o Seppi e o Tsonga, Nadal na cabeça. Quanto ao jogo do Federer e Djokovic, sinceramente , o Federer não jogo nada, errou muito e isso deu confiança para Djoko. O Federer teve chance de mudar a cara o jogo, quando teve duas quebras a seu favor. As condições do vento e da quadra também não favoreceram ao Roger. Paciência.

  • Fabrízio,

    Porque no tênis é tão difícil a gente vê as zebras ? Vimos hoje um Nadal, número 2 do mundo, massacrar o Ferrer número 6 do mundo, sem dó e nem piedade ! Assisti o jogo completo e como você mesmo disse o Rafa sobrou e Ferrer não ofereceu nenhum tipo de resistência.
    Assisti o jogo com minha namorada(leiga no quesito tênis) disse, nossa esse cabeludinho ai forte é muito melhor que o outro rsrs assim nem dá graça de ver !!! rsrsrrs

    O porque disto tudo ? sendo são apenas 04 posições no Ranking da ATP.

    Parabéns pela cobertura de RG.

  • Paulo Fernandes

    Que o Nadal ganha esta final de RG é óbvio, mas a pergunta que fica no ar é…e dai? Qual significado real isso, a vitória do espanhol, determina para a história e para a evolução do tênis?
    O Nole não é nem sombra do que pode render e do que jogou em 2011, quando dominou os torneios, em todos os pisos, e humilhou o Nadal e demais adversários (exceção à RG, onde levou uma cacetada do Federer).
    O Federer cada vez mais vem jogando sem vontade, lento, desinteressado e, por conseqüência, com técnica muito sofrível e irreconhecível para quem chegou ao patamar de sua carreira brilhante e para um gênio de sua categoria indiscutível. Está chegando a hora de pensar na aposentadoria…
    Hoje, esses dois pareciam, em alguns momentos, que “lutavam” para oferecer gentilmente a vitoria ao outro e o “privilegio” de encarar o touro espanhol na final. O Federer acabou prevalecendo nessa “luta” pela insistência de tanto erros em todos os fundamentos, sobretudo em sua esquerda pífia, que se tornou “área de recreio” dos seus oponentes, de tão ridícula, vulnerável, patética que ela é.
    E o Nadal… bem, o Nadal é o Nadal! Muita força, muito músculo, muita garra, muita energia e agilidade, uma capacidade mental que tritura os seus adversários, e uma técnica minuciosamente planejada e produzida em laboratório, pelo seu tio-técnico, que complementa isso tudo e o torna, sem dúvida, o maior jogador de saibro de todos os tempos, praticamente invencível nesse tipo de piso, até que alguém produza um clone a partir do seu modelo científico.

  • Ana Paula

    “e assim, na minha opinião, se tornar indiscutivelmente como o MAIOR DE TODOS no saibro”. Nadal, independente do resultado no domingo, já é o maior de todos os tempos no saibro.

  • Olá,

    NADAL, indiscutivelmente!
    Pela consistência em todo torneio, disparado o melhor de todos nem Djoko, Federer, nem ninguém.
    Estarei torcendo como sempre para esse monstro do tenis e principalmente em terra batida!
    Vamos Rafa! A machacar Djoko!

  • Nadal

    CALEM A BOCA!

  • rui

    djoko apenas foi consistente ,nada mais…federer perdeu por culpa propria,teve break a maior no 1 set ,estava jogando de forma fantastica e de repente foi viajar…no segundo set foi vergonhoso te-lo perdido…3-0 e a servir,depois 4-2 e com 2 breaks para fazer 5-2,nao aproveitou e ainda teve a hipotese de fechar servindo em 5-4,..ou seja fed perde por demerito e nada mais…força djoko para ganhar essa final contra o bombardeiro…

  • ghjg

    é na verdade vcs não entendem p.. nenhuma de tenis , cada partida é uma partida , não importa que o nadal ta arrasando todos e triturando todo mundo , vcs acham q la no domingo ele vai arrasar o djoko do jeito q fez com todo mundo ?
    o djoko salvou 4 macht points , joga bem em pontos importantes e joga na hora q precisa jogar
    esqueceram q ele ganhou 3 slams seguidos do nadal e agora soh pq ele perdeus ” 2 masters 1000”
    dizem q vai ser massacrado e acham q o cara eh o numero 1 a toa

  • djoco vai ter que se superar, jogar nadal para trás e variar com curtinhas, volear quando necessário, mudar a velocidade da bola e errar o menos possível… enfim ele vai ter que ser perfeito e se vier a peder o primeiro set de uma forma facil( exemplo 6 X 2 ) ele vai para o chuveiro em 2h de jogo, QSL?na torcida para um grande jogo um abraço amigos e não esqueçam! Somos privilegiados de poder presenciar NADAL, FEDERER e JOKOVIC na mesma geração; não duvidem que ao final de suas carreiras vamos ter o maior número de slams se comparados a quaisquer outros três tenistas do passado. minha previsão se cada tiver 32 anos quando parar.NADAL 17, FEDERER 17, e DJOCOVIC 14. PS concordo que há um certo otimismo mas vamos ver se não acerto na mosca.

  • Lina

    Fabrizio, boa tarde.
    Às vezes fico lendo esses comentários , (Federer, só perde pra ele mesmo). Conversa, adoro o Federer, mas sua condição física não é a mesma, afinal são quase 31 anos e isso pesa. Quanto aos erros, sempre foram muitos é só rever alguns jogos desde que ele começou, não houve muita mudança, sabe porquê? O Federer, sempre fez muitos winners e ganhava assim. Hoje ele continua errando mais e os adversários errando menos.
    Abraços.

  • JOÃO CÂMARA FILHO

    MEU PALPITE?
    EMPATE!!!???
    MAS COMO NO TENIS ISSO NÃO É POSSÍVEL, CREIO QUE O RAFA SERÁ O VENCEDOR!
    MAS JOKOVIC É PERIGOSO… E A ZEBRA PODE ATÉ OCORRER SE O RAFA SE DESCUIDAR…!!!
    SE O RAFA ENTRAR NA QUADRA CHEIO DE ÂNIMO, ENTUSIASMO, SUPER-CONFIANÇA EM SEU
    MARAVILHOSO TENIS, O JOKOVIC TERÁ QUE FAZER MILAGRE PARA DERRUBAR O “TOURO MIURA”…!!!

    • rui

      tenis maravilhoso???? e um grande campeao,sem duvida pela força e garra demonstrada mas seu tenis de maravilhoso nao tem nada ,por amor de Deus…ate da sono ve lo jogar,por tamanha falta de criatividade e falta de variaçao de jogo…parece um robot..

  • Quais foram os últimos torneios em quadra realmente rápida no circuito? Madri, Rotterdam, Dubai, Marselha e Memphis. No fim do ano passado, tivemos Basiléia, Valencia, Paris, Shanghai e ATP Finals. Dos que o Federer participou, venceu todas. Dos que os maratonistas Nadal e Djokovic participaram, nenhuma final sequer, já que trocar 500 bolas por ponto nestas quadras não é fundamental.

    Como disse o Murray após perder Dubai para o suíço, se houvesse mais quadras rápidas no circuito, o Federer seria o nº 1 pelos próximos anos. Como na maior parte do ano temos quadras lentas, inclusive nos Grand lams e em Wimbledon até, os maratonistas são os líderes. Aliás, desde o US Open do ano passado, Federer tem 7 títulos e Djokovic e Nadal, somados, têm 6. Não se pode dizer que o Federer seja coadjuvante, já que atualmente os pisos dos Grand Slams não o favorecem, e sim aqueles que se plantam atrás da linha de base, prontos para correr por seis horas. Imagino o estado em que estarão quando tiverem 30 anos.

  • wellington

    A final de hoje não foi emocionante como as ultimas 3 de grands que os dois fizeram. O Djokovic não jogou o seu melhor, pois errou muito, sacou mal e principalmente demorou para entrar em jogo, já o Nadal não fez nada de mais, correu em todas as bolas, e jogou no erro do Djokovic, e só foi ofensivo hoje por que teve uma pausa por causa chuva, pois naquele momento o sérvio estava melhor no jogo. Parabéns ao nadal que foi mais raçudo e errou menos que o Djoko e mereceu a vitória, e com isso ele vem como favorito a vencer Wimbledon,pois derrotou o seu maior rival. Já para o Djokovic , tem que rever o seu jogo contra o espanhol, principalmente melhorar o seu saque , errar menos e entrar ligado no inicio do jogo, e adiquirir aquela confiança do ano passado que esta perdida.

  • Tenho pouco a acrescentar ao que já escrevi aqui, há dois dias . O título deste sábado, que parecia questão de tempo, foi apenas a pitada de canela sobre o galactobureko (“cereja no bolo” seria uma versão mais popular para este comentário). Ninguém esperava, de verdade, que Sharapova perdesse esta final.

MaisRecentes

Zverev é mais que uma realidade. Federer deveria jogar Cincinnati ?



Continue Lendo

Qual o limite de Roger Federer ?



Continue Lendo

Cilic e a missão (quase) impossível contra Federer



Continue Lendo