Jogou como NUNCA, perdeu COMO SEMPRE



E a pergunta em Roland Garros continua. Quem vai parar Rafael Nadal ?

Hoje o espanhol Nicolas Almagro jogou muito tênis, mas perdeu, e por 3 sets a 0. Sobre Almagro é aquele velho lema, JOGOU COMO NUNCA, PERDEU COMO SEMPRE. Obviamente que boa parte deste lema se aplica ao nível fenomenal de jogo impresso por Nadal.

Mas Almagro fez um ótimo primeiro set e não foi tão bem na hora de fechar. Teve break para se recuperar no segundo, não conseguiu, três chances para ter vantagem na terceira parcial e cometeu uns dois erros que não deveria.

O retrospecto mostra Nadal 8 a 0 sobre Almagro. Nicolas venceu 12 títulos na carreira, dez deles de ATP 250, dois de ATP 500 em Acapulco. Torneios que não contam com a presença dos top 4. Nunca passou das quartas de um Slam e nunca alcançou a final de um Masters 1000. Para conseguir tais feitos precisa bater os monstros atuais do tênis e ele, mesmo jogando bem, acaba falhando na hora H. Uma pena pois tem muita bola.

De qualquer forma Nadal teve seu 1º GRANDE TESTE em Paris e escapou ileso, sem ceder sets. Voltou a jogar bem, foi muito atacado, se defendeu demais, mostrou que o físico está em dia e quando tinha a chance atacava, além de sair de algumas situações delicades usando bem seu poder mental.

Nadal x Ferrer – Costuma sempre ser o 3º jogo mais duro para Nadal no psio lento após os enfrentamentos contra Federer ou Djokovic. Ferrer vem melhorando cada vez mais, com um jogo bem sólido no fundo, na parte defensiva e também atacando o espanhol com regularidade, mas ainda peca um pouco na parte mental. Em Roma e Barcelona este ano teve várias chances de derrotá-lo, mas faltou finalizar. Terá mais uma oportunidade e Nadal precisa se cuidar muito mesmo com o retrospecto de 12 a 1 no piso lento.

Acredito que Ferrer possa beliscar um setzinho do Nadal, mas Rafa levará em quatro sets.

Justiça seja feita. Os quatro melhores do saibro nas semis de Paris. Agora é estranho ver o Ferrer chegar apenas agora em sua 1ª semi em Paris, um tenista que ganha tanto no saibro, já fez finais de Masters 1000 e tudo mais. Ele merece um bom resultado neste piso. Já Murray fez seu papel e caiu até tarde demais para as atuações e problemas que vinha tendo.

No feminino após alguns momentos nervosos, Maria Sharapova alcançou a semi diante de uma também nervosa Kanepi e terá um duelo muito interessante contra Kvitova. A tcheca chega com menos pressão. O peso do favoritismo para vencer Paris pela primeira vez e para ser número 1 está nas costas da russa e Kvitova tem bola para batê-la. Promessa de um duelo super equilibrado nesta quinta-feira.

A outra semi também pende com favoritismo de Stosur joga com um top spin pesad enquanto que Errani joga com bolas mais altas, variações que a príncipio não devem incomodar a australiana. Stosur também já conquistou seu Slam, no US Open ano passado, fez final em Roland Garros em 2010 e a rival disputa sua primeira semi em Major. Ou seja, Errani pode sentir a pressão.

Curtinhas:

Não temos mais brasileiros em simples no juvenil em Paris, apenas dois nas quartas de duplas, Bia Maia e Thiago Monteiro. Seguimos na torcida.



  • Ronaldo Ponce

    Nadal ja ganhou esse GS. perdeu a graça ja. só se ele se machucar pra eprder esse titulo. RG nao tem mais graça, triste. até o publico tá desanimado, muito mais gente no jogo do ferrer e murray do que do nadal.

    • Vandenberg Gouveia Dias

      É mesmo! Você viu a reação chocha da torcida hoje após a vitória do Nadal. Caramba. Será que eu vou morrer e não verei mais um jogador decente no saibro? Era do saibro está falida, só tem um jogador: Nadal.

    • Fabrizio Gallas

      calma jovem, o torneio ainda não acabou, tanto Ferrer quanto Federer e djokovic podem derrotá-lo

      • Gavio

        Do jeito que o Nadal jogou hoje contra Almagro, é TOTALMENTE VENCIVEL pelo Servio.

        E acho que o Ferrer arranca set dele na semi.

        O Almagro teve varias chances FÁCEIS de quebrar o saque do Nadal no terceiro set, e como estava defendendo bem o seu serviço, pois tem um saque forte e bolas agressivas, teria grandes chances de ganhar o terceiro set e mexer com o astral do jogo, é bom lembrar que Almagro é muito lento lateralmente para o padrão de jogo do Nadal, e mesmo assim ele deu varios Winners e colocou Nadal na parede por muito tempo.

        Acho que se Djokovic passar pelo Federer como fez em Roma, o Nadal vai levantar outra bandejinha, dessa vez “dentro de casa”.

        Djokovic tem mente de campeao, idade ideal, experiencia, jogo e retrospecto recente bem positivo em finais de Slam contra Nadal, então o servio tem tudo para fechar o Grand slam em anos consecutivos.

        • Roberto Rocha

          Só faltou vc dizer, meu caro Gavio, que se Nole jogar como jogou contra Seppi, é completamente vencível por qualquer um! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
          Cada jogo é um jogo, mas tenho certeza que se Nadal e Nole se encontrarem na final, será um jogão!
          Abraço!

      • jarlon

        caro Fabrizio Gallas, não tem nada haver com os comentários e se não for antiético; pois gosto e acompanho muito seus comentários depois de cada partida e sei que por vc ser um critico e comentarista do esporte, não mostram seu lado torcedor, mas mesmo assim vou perguntar, qual tenista vc admira mais?

        • Fabrizio Gallas

          Gosto de todos os tops 3, Federer pela plástica de jogo e cavalheirismo como pessoa, Nadal pela determinação, raça e luta sempre pela evolução e educação fora das quadras, Djokovic por uma mescla disso tudo e irreverencia

          • jarlon

            vlew pela atenção caro Fabrizio, pois torço pelo Nadal, inclusive foi por essas virtudes que ele tem de superação que me fez criar gosto pelo Tênis, mas admiro tbem essas outros montrons do esporte!

  • Sei que vou comentar um assunto fora do que foi postado,estive em Roland Garros e assisti o jogo do Bellucci.Confesso que fiquei envergonhado com a atitude do tenista que após estar vencendo por dois sets a um saiu desesperadamente fora do jogo após um erro da arbitragem no início do quarto set,Fabrizio estavamos ao lado da quadra e tentamos de tudo para incentivar o menino e ver se ele voltava para o jogo, mas nao teve jeito ele abaixou a cabeça e entregou o jogo para o sérvio,sinceramente Fabrizio, Bellucci precisa urgentemente de um psicologo pois nao pode ser contrariado,nao passa de um garoto mimado e super protegido dentro de redomas,saudades do GUGA.

    • Fabrizio Gallas

      psicólogo ele diz que tem, mas vai demorar para fazer efeito, Bellucci tem muita variação mental.

  • André

    Caro Ronaldo, tenha calma. Não diga que o público de RG está desanimado, tenho certeza que você viu ou leu, pelo menos, sobre a rodada de ontem. Existem prós e contras em termos três tenistas dominando absolutos o circuito mundial. Ainda temos jogos pela frente, Nadal vem firme, mas nada de já estar com o torneio na mão.

  • com certeza agente vai ter um jogo de 3 ou 4 sets do Nadal contra o Ferrer,com vitória do Touro,e quanto ao djoko e federer,acho que fazia tempo que nao tinhamos um duelo tao imprevisivel,os dois podem ganhar e ganhar até atropelando,com os dois variando desse jeito,se um deles resolver jogar vai ser feio para o outro…Ferrer vem jogando muito,se o Nadal nao estivesse barbarizando tbm,até daria mais credibilidade pra ele nessa semi… e fabrizio,deve ser um saco fazer prognóstico no feminino heim? é quase impossível saber como cada uma delas entrará em quadra…se jogando como campea de slam ou se vao jogar como top 50…

  • Olha só, lembro-me muito bem no ano passado, do Nadal chegando á Paris sem o mesmo favoritismo de antes, depois de perder duas finais no saibro para o Djokovic, jogando 5 sets na primeira rodada, vencendo adversários na bacia das almas, no final das contas deu ele. E o Djokovic que era o grande homem da época vinha varrendo os adversários em quadra, perdeu para aquele que nem era cogitado entre as apostas, Federer. Esse ano a situação se inverte, Djokovic já esteve a beira do precipício por mais de uma vez no torneio, Federer também não está lá essas coisas, já o Nadal vem soberano, com um torneio impecável, acho que podemos ter alguma surpresa nesse final de semana. Abraço Fabrizio!

  • Carlos Renato

    Fabrício, você sabe por que o Nadal vai jogar primeiro amanhã?

    Ano passado ele era o cabeça número 1 e jogou primeiro. Este ano é o número 2 e vai jogar primeiro novamente.

    Será que é pelo motivo de que se chover amanhã os mais prejudicados serão os jogadores do segundo jogo que podem jogar até no outro dia?

    Não entendo mais nada de sorteio e posição dos jogos.

    • Fabrizio Gallas

      Os organizadores acreditam que Federer x Djokovic é um jogo com maior apelo e por isso colocaram depois. Justo

  • É bom lembrar que Gulbis também fez estrago contra o espanhol com os drop shots, mas falhou em todos no fim do jogo. E não é nenhum segredo: curtinhas são golpes extremamente arriscados para usar em momentos decisivos. Especialmente porque Federer as usa quando está em vantagem no ponto. E fica a eterna dúvida: melhor tentar definir o ponto partindo para o winner do fundo ou pegar Nadal de surpresa com a curta, mesmo correndo o risco de dar o ponto de graça?

MaisRecentes

Federer acirra disputa com Nadal



Continue Lendo

Nadal manda recado para Federer. Halep, enfim, realiza



Continue Lendo

Laver Cup faz história e dá um tapa na cara da Davis. E Bia Maia muda seu patamar no circuito



Continue Lendo