Sabão em pó. Bellucci a 20 pontos de ficar fora da Olimpíada



Gostei do apelido de um internauta dado no twitter ao saibro azul. A inovação de pintar o pó de tijolo de outra cor é puramente comercial para agradar o principal patrocinador do evento – até o papel higiênico leva a cor – e fazer marketing atraindo as atenções para uma competição que tem a utopia de ser um Grand Slam.

Para quem vê pela televisão ficou mais nítido ver a bolinha sobretudo quando está sol. Só isso. Além de romper com o tradicional, o saibro azul parece mais um sabão do que qualquer coisa. Escorrega mais do que o comum e vira uma batalha para os jogadores se manterem em pé, o que gera riscos de quedas e lesões. Ou seja, reprovo totalmente a novidade.

Some aí a altitude de 600m de Madri, um ar mais rarefeito, bola andando mais. Leva vantagem aquele tenista que ataca primeiro e saca bem. Por esses motivos tenistas como Federer,  Raonic, Isner entre outros, podem se dar bem.

Pudemos atestar isso na partida entre Bellucci x Gasquet. O brasileiro foi mais agressivo no 1º set diante de um defensivo rival e venceu com certo conforto. Quando Richard passou a jogar mais dentro de quadra e sacando com mais força virou o encontro.

Bellucci a 20 pontos de ficar fora da Olimpíada – O brasileiro caiu para o 69º lugar no ranking e por enquanto estaria a apenas 20 pontos de ficar de fora dos Jogos Olímpicos de Londres. De acordo com a tabela desta segunda-feira, a linha de corte olímpica é o 71º colocado do ranking (veja abaixo a lista olímpica de momento!)

São 56 vagas diretas sendo que cada país aceita até quatro em simples e que eles tenham ficado aptos para disputar confrontos da Copa Davis nos últimos quatro anos, um deles em 2011 ou 2012. Por enquanto a Espanha estaria cortando seis tenistas, a França quatro, a Argentina dois e os Estados Unidos não contará com Mardy Fish (joga Washington). A Rússia é outro caso a ser discutdi pela ITF.  Alex Bogomolov Jr.  era americano e se tornou em outubro passado tenista de cidadania russo ficando apto a disputar apenas a 1ª rodada deste ano.

A lista olímpica será baseada no ranking de Roland Garros, 10 de junho, e só divulgada no fim deste mês após a indicação dos tenistas pelas confederações dos países que escolherão os 4 melhores ranqueados de cada país.

Infelizmente Bellucci perdeu outro jogo duro contra um top e deixa de ganhar 35 pontos que podem fazer a diferença. Bellucci se aperta já que só terá o Masters de Roma ou o próprio Roland Garros para somar sendo que ainda descartará 90 pontos da terceira fase de Paris. Pressionado

1 Novak Djokovic (SRB)
2 Roger Federer (SUI)
3 Rafael Nadal (ESP)
4 Andy Murray (GBR)
5 Jo-Wilfred Tsonga (FRA)
6 David Ferrer (ESP)
7 Tomas Berdych (CZE)
8 Janko Tipsarevic (SRB)
9 Juan Martin Del Potro (ARG)
10 John Isner (EUA)
11 Gilles Simon (FRA)
12 Nicolas Almagro (ESP)
13 Gael Monfils (FRA)
14 Juan Monaco (ARG)
15 Fernando Verdasco (ESP)
16 Alexandr Dolgopolov Jr. (UCR)
17 Kei Nishikori (JPN)
18 Stanislas Wawrinka (SUI)
19 Milos Raonic (CAN)
20 Richard Gasquet (FRA)
21 Marin Cilic (CRO)
22 Philipp Kohlschreiber (ALE)
23 Radek Stepanek (CZE)
24 Marcel Granollers (ESP)
25 Andy Roddick (EUA)
26 Florian Mayer (ALE)
27 Viktor Troicki (SRB)
28 Andreas Seppi (ITA)
29 Jurgen Melzer (AUT)
30 Bernard Tomic (AUS)
31 Mikhail Youzhny (RUS)
32 Kevin Anderson (AFS)
33 Juan Ignacio Chela (ARG)
34 Carlos Berlocq (ARG)
35 Albert Ramos (ESP)
36 Robin Haase (HOL)
37 Marcos Baghdatis (CYP)
38 Denis Istomin (UZB)
39 Fabio Fognini (ITA)
40 Jarkko Nieminen (FIN)
41 Nikolay Davydenko (RUS)
42 Donald Young (EUA)
43 Alejandro Falla (COL)
44 Santiago Giraldo (COL)
45 Gilles Muller (LUX)
46 Mikhail Kukushkin (CAZ)
47 Lukasz Kubot (POL)
48 Robin Soderling (SUE)
49 Ryan Harrison (EUA)
50 Yen-Hsun Lu (TPE)
51 Ivo Karlovic (CRO)
52 Go Soeda (JPN)
53 Steve Darcis (BEL)
54 Olivier Rochus (BEL)
55 Lukaz Lacko (SVK)
56 Thomaz Bellucci (BRA) (último a entrar direto)
57 Matthew Ebden (AUS)
58 Tatsuma Ito (JPN)
59 Dudi Sela (ISR)
60  Flávio Cipolla (ITA)

Mardy Fish não se encontra na lista pois se comprometeu a jogar o ATP de Washington e não disputar a Olimpíada. Robin Soderling se encontra na lista, mas está com mononucleose e não joga desde julho do ano passado então seria provável baixa.

Alex Bogomolov Jr. não se encontra na lista. Ele jogava pelos Estados Unidos até ano passado e só passou a atuar pela Rússia a partir do fim do ano passado, ou seja só esteve apto a disputar 1 duelo de Copa Davis pelo seu novo país. Enviei um email à ITF e eles responderam que o Comitê Olímpico ainda decidirá sobre este caso.

Curtinhas:

Bellucci na semana passada: “Saibro azul não é muito diferente do convencional”. Após perder para Gasquet hoje: “ano que vem terei que levar chuteiras de trava se a quadra continuar azul”. Como pode mudar de opinião assim de uma hora para outra ? Quando treina é boa, quando joga escorrega e não presta mais?



MaisRecentes

51 vezes Nadal. Uma boa ideia



Continue Lendo

Djokovic está de volta!



Continue Lendo

Um racha no circuito ? 



Continue Lendo