Dureza para Federer e Bellucci em Madri



Saiu o sorteio do Masters e do WTA Premiere de Madri. E a sorte não sorriu tanto para Roger Federer quanto para o brasileiro Thomaz Bellucci.

Primeiro sobre o brasileiro. Como apontado duas semanas atrás ele descartará já nesta segunda-feira os pontos da semi de Madri do ano passado e vai cair para o 68º lugar do ranking. Terá agora na Espanha sua primeira chance de recuperação, mas não será nada fácil. Logo na estreia o francês Richard Gasquet, tenista muito talentoso que venceu Bellucci nos dois encontros que tiveram.

O que que Thomaz precisa fazer ? De acordo com relato dos tenistas a quadra está dura, rápida, favorecendo os serviços e quem joga mais veloz. Ponto positivo para que o saque do brasileiro funcione e que jogue agressivo sem dar ritmo para o francês. O problema é que Gasquet varia muito o jogo, bate firme, cadencia, joga slices e isso vez ou outra acaba incomodando Thomaz. Mas outro dado favorável para o brasileiro é que Gasquet virá direto de Estoril onde se joga com muito vento e numa quadra mais lenta com condições totalmente diferentes de Madri. Mesmo que chegue confiante, não terá praticamente tempo para se adaptar.

Se vencer Thomaz pode até ter um jogo mais fácil na rodada seguinte. Troicki e Donald Young não são especialistas no saibro. Em uma eventual oitavas de final a situação aperta ainda mais pois o provável adversário seria o Federer. Aí dispensa comentários.

Falando dos favoritos o suíço foi o que pegou a chave mais dura. Não joga desde fevereiro no saibro e pega um torneio com uma quadra e condições diferentes e logo na estreia terá um Milos Raonic ou David Nalbandian na estreia. Um saca demais e mostrou que não é bobo no saibro e outro é bicho conhecido que já derrotou Federer oito vezes em 19 jogos no circuito. Tanto Nalbandian quanto Raonic já estarão com ritmo de jogo no torneio enquanto que Federer virá “cru”, ou seja, não terá vida fácil.

Enfrentando Gasquet ou Bellucci nas oitavas, Roger também não terá vida mole e nas quartas já pega o especialista David Ferrer e para semi o sérvio Novak Djokovic atual campeão do torneio e que está com uma chave favorável até a semi.

Comparando com outros favoritos a vida de Rafael Nadal ficou um pouco mais facilitada. De última hora Andy Murray anunciou sua desistência e seus rivais mais perigosos na serão Jo-Wilfried Tsonga, Juan Martin Del Potro ou John Isner. Todos eles no mesmo lado e probvavelmente um irá sobrar para encarar o espanhol.

Mesmo assim a vida de Rafa não promete ser tão fácil assim. Pegar um Karlovic com as condições velozes de Madri sem dar ritmo não é o melhor dos cenários para uma estreia. E Davydenko é uma incógnita. O venceu seis vezes, mas não está confiante e o russo pode se tornar presa fácil. Mas vai que o russo encaixa seu melhor jogo justo contra o espanhol e pode sim complicar bastante. Na sequência o rival que mete mais medo seria o Berdych nas quartas, mas Rafa vem com seguidas vitórias sobre ele.

A chave de Nole está aparentemente tranquila até o provável duelo com Federer na semi. Tem o Simon, Wawrinka, Tipsarevic. Bons tenistas, mas que não são aqueles ganhadores. Se estiver bem da parte mental tende a avançar sem sustos.

Na chave feminina o lado de Sharapova está mais interessante que o de Azarenka. Poderemos ter uma oitavas entre Serena x Wozniacki, Sharapova x Jankovic e na parte de cima Kvitova, Zvonareva e Stosur. Ou seja, o caminho da russa pode ser árduo. Na parte de cima Azarenka pode encarar Ivanovic nas oitavas e em seguida tem um caminho um pouco mais livre para retornar à final.

Feijão em Belgrado – Não deu pro brasileiro na Sérvia. Foi dominado por Nalbandian. Teve suas chances de endurecer mais o primeiro set, mas não aproveitou um 0/40 no 3/5. Feijão precisa aliar mais a agressividade com a consistência. Assim conseguirá melhores resultados. Mas fez uma ótima semana, bateu um top 60 talentoso, Ryan Harrison, e já ficará coladinho no top 100 novamente o que o deixa com ótimas chances de entrar em Wimbledon.

A lamentar somente por não ter jogado o quali de Madri. A organização de Belgrado colocou seu jogo para a noite enquanto era realizado o sorteio do quali de Madri. Dada regra da ATP, um jogador não pode jogar o quali de outro torneio caso o sorteio do mesmo esteja sendo realizado e ele ainda esteja disputando uma competição. Se a partida contra Nalbandian fosse na parte da manhã ou tarde em Belgrado, ele poderia jogar na Espanha. Seria corrido e chegaria sem adaptação nenhuma, mas com confiança.



  • Joao Alves

    NENHUMA NOVIDADE NO SORTEIO. NADAL COM A CHAVE MAIS UMA VEZ FACILITADA, MOSTRANDO O PODER DO SEU LOBBY NOS BASTIDORES. ELES COLOCAM OS TENISTAS QUE PODEM COMPLICAR A VIDA DO NADAL SEMPRE DO OUTRO LADO DA CHAVE, E DEIXAM OS QUE O ESPANHOL TA ACOSTUMADO A BATER DO MESMO LADO, COMO POR EXEMPLO O VERDASCO.

    MAS VAMOS LÁ…A TEMPORADA DE SAIBRO PRO DJOKOVIC E PRO FEDERER TA COMEÇANDO AGORA. O NADAL VEM DE UMA VITORIA EM CIMA DO NOLE GRAÇAS AS PÉSSIMAS CONDIÇOES DO SERVIO, TANTO PSICOLOGICA QUANTO FISICA. PRINCIPALMENTE PSICOLOGICA, QUEM ASSISTIU O JOGO VIU Q O DJOKOVIC NAO JOGOU NEM 10% DO SEU NIVEL, SENÃO ERA OUTRO COURO EM CIMA DO ESPANHOL.
    VEJAMOS O QUE ACONTECERÁ ATÉ RG. VALEU

    • Fabricio Teles

      Até hoje a mesma ladainha CHORÃO ALVES?
      Você acredita mesmo nessas bobagens que você diz?
      “Chave facilitada”, “lobby nos bastidores”. Vc é uma piada mesmo!!!

      • jadir

        Fabricio, o pior cego é aquele que tem dois olhos, mas a burrice não o deixa enxergar!!!

  • Kauê

    Fabrizio, não é estranho toda vez o Federer pegar a chave mais dura enquanto o Nadal sempre pegar á mais fácil?

    • jadir

      Kauê, voce acha que um nadalete, fã do tourinho, vai admitir que as chaves do baloeiro espanhol, são as mais faceis SEMPRE?

  • THESS

    Visite o blog: http://livrocibercelulas.wordp
    ou busque no google: LIVRO CIBERCÉLULAS
    A princípio pode parecer um livro sem relevância; porém, trata-se de uma
    análise aprofundada do universo subconsciente – sabedoria que existe
    dentro de nós mesmos. Permita-se conhecer a existência humana por um
    novo prisma.
    ESTE LIVRO IRÁ TE SURPREENDER!

MaisRecentes

Um novo patamar para o Next Gen



Continue Lendo

Touro afia as garras para Roland Garros



Continue Lendo

Maior de todos no saibro, Nadal já pode almejar liderança na temporada



Continue Lendo