Tá bom pro Murray…



Roger Federer está fora. Rafael Nadal voltou a ter problemas no joelho e está alternando bons e maus momentos com alguma dificuldade na movimentação. Novak Djokovic não está jogando aquele tênis exburante do ano passado, vem cometendo mais erros. Por esses motivos eu classificaria como ótimas as chances de Andy Murray vencer Miami.

O britânico não teve também tudo a seu favor, mas parece ter um problema menor que os outros. Pelo que disse em coletiva de imprensa, alguns problemas estomacais sentidos por uma super hidratação o atrapalharam diante de Janko Tipsarevic. Ele exagerou em alguns líquidos e ficou até arrotando durante o jogo.

O que pode dificultar sua vida é que Nadal terá um dia de descanso que pode ser fundamental para amenizar os problemas físicos que sente desde Indian Wells e jogar com mais confiança. Mas olhando pelo nível nos dois durante todo o torneio, as possibilidades do escocês são boas. Precisa, como sempre, sair do jogo defensivo, atacar o backhand do espanhol sistematicamente e partir pros winners, inclusive na direita.

E Nadal, é claro, necessita jogar bolas longas e ser agressivo além de sacar bem e ser mais consistente neste tipo de jogo. Vem alternando com momentos defensivos que ontem lhe causou muito problema com Tsonga.

O francês ficou de chororô. Acusou o árbitro de favorecer Nadal nas marcações, em não corrigir as bolas fora do espanhol marcadas dentro pelos juízes de linha. De fato os árbitros estão mais relaxados com o advento do Hawk-Eye e marcações horríveis foram notadas por exemplo no Australian Open, mas isso é com todos os jogadores. Ninguém favorece ninguém.

Hoje tem Djokovic x Ferrer. O sérvio precisa elevar o nível para vencer. O espanhol vem com ótimas e consistentes atuações e bateu Del Potro de forma convincente. Será um jogo interessante e muito perigoso para Nole.

E no feminino chegou ao fim a invencibilidade de Azarenka. Ela já havia batido na trave contra Dominika Cibulkova saindo de 4/6 1/5, mas não resistiu contra Marion Bartoli. Foram 26 vitórias seguidas e quatro títulos. Uma excelente série. Fico curioso para vê-la no saibro onde não costuma a obter seu melhor desempenho. Será que manterá a confiança ?

E as portas se abrem para Sharapova levantar o caneco, mas terá uma confiante Wozniacki pela frente em outro jogo que promete. A dinamarquesa derrotou Serena Williams e dá mostras de ter recuperado o tênis que ainda não havia apresentado este ano.



MaisRecentes

51 vezes Nadal. Uma boa ideia



Continue Lendo

Djokovic está de volta!



Continue Lendo

Um racha no circuito ? 



Continue Lendo