As Brochadas de Bellucci. Federer deve confirmar vinda ao Brasil nesta quinta-feira



Antes que me perguntem ou me critiquem quero deixar claro que o título deste post não tem nada a ver com a atividade sexual de Thomaz Bellucci.

Infelizmente nosso número 1 mostra a cada torneio que é difícil confiar nele. Quando faz uma boa campanha em um torneio de expressão, dá calor em um super jogador, decepciona no seguinte. Dá aquela verdadeira brochada com o torcedor.

Chave de Miami não era das piores. Frederico Gil, jogador de saibro, na primeira rodada, Philipp Kohlschreiber, último cabeça de chave e que não está em sua melhor fase na segunda. E Bellucci perde na estreia perdendo um caminhão de break-points e sem tirar um setzinho do tenista lusitano que é um jogador muito guerreiro, mas tem pouco talento.

Que eu me lembre, com este, são quatro os torneios onde Bellucci acaba dando um banho de água fria e perdendo boas chances após ótimas campanhas no torneio anterior.

– Campeão em Santiago 2010 – Semana seguinte perdeu para Ricardo Mello no Sauípe onde era franco favorito
– Semi de Madri derrotando Berdych, Murray e quase batendo Djokovic – Semana seguinte perdeu para Paolo Lorenzi na estreia de Roma
– Quartas em Hamburgo 2010 quase indo pra semi – Semana seguinte perde na estreia em Gstaad onde era franco favorito e defendia o título

São decepções como essa que causam problemas para subir ou manter o ranking e ainda afetam a confiança. Falta a Bellucci a regularidade nos bons resultados. Nosso número 1 não pode ter exibições esporádicas de um top 20. Continuando assim, nunca chegará lá, ou terá passagem muito breve.

Federer no Brasil – Nesta quinta-feira alguns membros da imprensa convidados pela Gillette entrevistarão Roger Federer em Miami. O assunto não foi divulgado, mas muito provavelmente o suíço anunciará sua exibição no Brasil no fim de ano. Adversário, local e data serão divulgados provavelmente nesta quinta-feira.

Federer jogará no dia 14 de dezembro na Colômbia, em Bogotá, contra Jo-Wilfried Tsonga. E deve assinar esta semana contrato para exibição com Juan Martin Del Potro na Argentina.



MaisRecentes

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo

Del Potro pisa mais forte que Nadal no US Open. NextGen ainda não embala



Continue Lendo