O circo está pegando fogo…



Pra quem duvidada, o Homem, ele, Roger Federer, está de volta e consolida uma semana onde superação – jogou com gripe, febre, resfriado nos primeiros encontros – e confiança falaram alto.

Às vezes se diminui muito o fator de ganhar torneios pequenos, mas é bom que se leve em consideração que conquistas dão confiança, trazem o bom tênis e dão grande passo para maiores conquistas ou bons resultados.

no caso de Federer são seis títulos nos últimos oito torneios disputados, três canecos consecutivos e três vitórias em cinco eventos da temporada. A sequência e as vitórias sobre tenistas como Rafael Nadal, Andy Murray e Juan Martin Del Potro faz com que Federer definitivamente se postule a bagunçar o esquema consolidado no ano passado na briga entre Nadal e Djokovic com o domínio do sérvio.

Como dito no post anterior, a situação fica a seguinte no ranking. Djokovic com 2,5 mil de vantagem para Nadal que tem somente 800 a frente de Federer e os dois primeiros defendem muito mais coisa que Federer nos próximos meses. Ou seja, há uma chance real de Roger se tornar número 1 ainda nesta temporada.

Mas certamente Nadal e Djokovic não vão deixar barato e entrarão com tudo em Miami. E circuito daqui em diante promete pegar fogo com certamente os top 3 chegando na maioria das decisões. E nunca deixemos de lado Andy Murray que deu a maior mancada de Indian Wells.

A chave de Miami sai nesta segunda-feira e mais uma vez os cruzamentos de semi serão os destaques. Também a nossa expectativa em Thomaz Bellucci para que mantenha a regularidade de boas atuações e não pegue uma pedreira logo de cara.

No feminino só dá ela: Victoria Azarenka. Tirando a primeira rodada, fez um torneio perfeito e passeou sobre Sharapova na final. São 23 vitórias seguidas. Onde isso vai parar ? Talvez no saibro. Veremos.



MaisRecentes

Zverev tem tudo, mas ainda falta muito. Estranho, não ? 



Continue Lendo

Nem sempre se pode ganhar todas



Continue Lendo

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo