A rivalidade cada vez mais acirrada



Mais um confronto entre Federer x Nadal. Este duelo passou a ser um pouco mais comum no piso rápido de um ano pra cá por alguns motivos – a queda de Federer pro 3º lugar e de Nadal pro 2º com um certo favorecimento no sorteio das chaves é claro (1º x 2º só em finais) e a melhoria de Nadal na superfície.

Falar sobre as questões técnicas que levariam Federer a ser favorito e as táticas de Nadal que anulam Roger em 66% dos confrontos – espanhol tem 18 a 9 no retrospecto – é chover no molhado.

Mas o que é claro é que independente do momento Federer tem um problema sério quando vê Nadal do outro lado em uma superfície que não seja um piso coberto que passa mais pela questão mental, em estar 100% focado o tempo inteiro, sem nenhum deslize, do que qualquer coisa. E este é o X da questão. Federer vem de uma série de dois títulos, com bastante confiança e tudo levaria a crer que ele fosse o favorito, mas Rafa tem o número do suíço e sabe as armas para enfrentá-lo. Igual ao que ocorre com Djokovic quando enfrenta o espanhol.

Del Potro fez uma má partida contra Roger. Com razão reclamou da jogada no primeiro game, mas perdeu a concentração de forma desnecessária, deixou o suíço escapar no placar e não se encontrou mais. Nadal não foi mal contra Nalbandian, teve um duro teste que é até bom para ele após três rodadas bem fáceis. Em termos físicos os dois estão mais ou menos iguais. Federer fez duas partidas desgastantes mentalmente contra Raonic e Bellucci e Nadal esta contra Nalbandian.

Meu palpite para a vitória ? Desta vez vou de Nadal. Mas Federer como sempre pode estar em um dia iluminado e assim sendo Rafa terá poucas chances.

Ponto que desejo ressaltar. Federer vinha sendo muito questionado até o início desse ano e ainda deseja retormar o número 1, sonha com isto até este ano. Em sua série até agora não bateu nem Nadal nem Djokovic. Está aí a chance para provar que pode voltar ao topo.

Ao mesmo tempo Nadal vem com o suíço entalado na garganta por suas últimas declarações, principalmente a derradeira, da demora de sacar que não vem sendo coibida pelos juízes. Como já disse, essa história de amizade Nadal e Federer é história para boi dormir. Eles se respeitam e muito. Só.

Na outra semi Djokovic é bem favorito, mas precisa tomar aquele cuidado com o saque de John Isner. Com a queda de Murray ´sua chave ficou muito fácil. Por enquanto a graça foi o susto para Andujar perdendo um set. Um mico.

Curtinhas:

É cada vez mais latente a preguiça dos árbitros de cadeira. Bola claramente fora no saque de Federer, o juiz de linha deu boa e o árbitro deixou pro Hawk-Eye. O aparelho não funcionou, a marcação pela regra foi mantida e prejudicou Del Potro.

Sabe porque a máquina não funcionou ? A internet do torneio caiu. Certamente um torneio com US$ 4,7 milhões de premiação aos tenistas não tem grana pra pagar um bom servidor não é ?

Sobre o ranking. Federer vencendo, a vantagem cai pra 1,5 mil pra Nadal. Se for o campeão diminui pra 1,1 mil. Bellucci subirá pro 47º lugar.

A as rusgas no feminino só aumentam. Azarenka x Radwanska. A polonesa reclamou e só a prejudicou, levou um 6/0 6/2. Sharapova reclamou que Kirilenko batia com a raquete no chão para distraí-la. Bem como se sabe há poucas amizades entre as mulheres no circuito. O ciúmes entre as meninas é grande. Sharapova já revelou que não tem amigas.



MaisRecentes

Nadal de outro planeta. O Adeus da Rainha Maria Esther Bueno



Continue Lendo

Pode Zverev segurar Thiem ? Djokovic comendo pelas beiradas



Continue Lendo

Nadal com caminho mais aberto. Bellucci regrediu



Continue Lendo