Federer com a chave mais dura na Califórnia



Roger Federer pegou o caminho mais duro até a final de Indian Wells e Rafael Nadal um dos mais fáceis.

O quadrante do suíço conta com fortes nomes como Milos Raonic logo para a terceira rodada, tenista com muito potencial e um saque demolidor no piso rápido, um Gael Monfils e Jurgen Melzer para as oitavas e novamente Juan Martin Del Potro para as quartas. Mesmo sendo freguês, o argentino mostrou em Dubai que apenas detalhes o fizeram cair. E como sempre, pra semi, sua principal pedra no sapato, Rafael Nadal.

Caso zebras não ocorram e facilitem seu caminho – algo que pode ocorrer – seriam bons testes para medir a confiança e possibilidade de Federer retomar o número 1. Afinal seus maiores adversários hoje são os que se encontram a frente na tabela.

Falando no espanhol, a vida dele parece facilitada até as quartas na Califórnia, o ideal para ganhar ritmo para quem não joga há mais de um mês. Na estreia um sul-americano que não mete medo, nas terceira rodada um dos piores cabeças de chave dos 32 disponíveis, nas oitavas o freguês Lopez ou o talentoso, porém ainda não muito disciplinado taticamente Dolgopolov. Nas quartas a situação aperta com Jo-Wilfried Tsonga.

Do outro lado da chave Djokovic e Murray tem caminhos parecidos e podem novamente se cruzar nas semis. Duelo que marcaria a revanche de Dubai e que sem dúvida trará um maior empenho do sérvio.

Por falar nisso, Djokovic inicia a defesa de um caminhão de pontos e tem menos de 3 mil de vantagem para Nadal que defende muita coisa e tem menos de 2 mil em relação a Federer. Qualquer final que não seja Nadal x Djokovic tanto na Califórnia quanto em Miami trará uma animação maior para o ranking.

E Bellucci ? Uma boa estreia contra Lukas rosol que só ganhou três jogos no ano, dois em ATPs e um em uma partida já amistosa na Copa Davis. Sua chave é ótima. Na segunda rodada tem o austríaco Melzer, jogador de saque e voleio, chato, mas que não é nenhum bicho-papão. Se jogar bem dá pra ganhar e pbeliscar pelo menos uma terceira rodada.

O feminino está interessante. Poderemos ter duelos como Ivanovic x Wozniacki nas oitavas e Azarenka x Radwanska nas quartas. A polonesa tornou público seu ódio com a bielorussa recentemente ao perder para ela na final em Dubai. Mais polêmica por aí ?

Curtinhas:

Uma pena a derrota de três brasileiros no quali de Indian Wells. Mello se recuperou, ganhou o 2º set, mas levou um inexplicável 6/0 na etapa final. Feijão esteve à beira de derrota fácil, mas deu a volta por cima, salvou match-point, levou ao tie-break, mas acabou derrotado. E Julinho não resistiu em dois sets. Uma pena.

 

E essa exibição em Nova York ? Federer perdeu pro Roddick mas não conta ne ?! Viagem longa de dubai, descanso nenhum, fuso de 9h na cabeça…Roddick pelo menos se anima pois sua moral estava baixa.



  • O Feijão decepcionou nos atps esse ano no saibro mas até que jogou bem ontem pois todos sabemos de suas dificuldades no piso rápido, e agora Fabrizio ele volta pros challengers? pois ele não ta tendo sequencia de jogos em nível atp

  • Eduardo

    Fedrer chega bem até as quartas onde deve ter parada dura com Del Porto
    Nadal não terá vida facil tambem com Tsonga.
    Djocovik pasa bem por Berdich
    Murray pode ter um surpreendente e perigoso Isner.
    Daí pra frente tudo é possivel.
    Aposto numa final Federer e Djoco.

MaisRecentes

Novo título em Wimbledon significaria muito para mim, afirma Federer



Continue Lendo

O melhor Rafael Nadal entra para a história do esporte



Continue Lendo

Djokovic ou Thiem podem parar Nadal ?



Continue Lendo