Os problemas físicos de Bellucci



Thomaz ellucci mostrou muita raça no Brasil Open para virar aquele jogo de quartas de final e de certa forma melhorou sua imagem com o público nacional. Mas por outro lado os problemas físicos voltaram à tona com as cãibras que corriqueiramente aparecem.

Bellucci é sim um tenista para se torcer, tem muita qualidade e volta e meia vai nos dar esperanças ganhando jogos empolgantes.  Mas ao mesmo tempo tem alguns defeitos técnicos que vem sendo trabalhado assim como sua parte  física. Algo que o torcedor precisa entender que não será resolvido de uma hora pra outra.

Anos atrás relatei em uma coluna entrevistando um ex-preparador físico . Ele sua mais que um atleta comum, perde mais líquido e aí tende a ter cãibras com mais facilidade.

Fazendo um breve histórico.  A última Copa Davis contra Mikhail Youzhny onde ele lutou demais, aguentou 5h, mas confessou antes do rival. Na Davis contra a Índia foi igual e diante da Colômbia também.

Não só para Thomaz, mas para qualquer jogador é complicado sair de quadra de uma partida desgastante física e mentalmente às 0h30 e estar bem para jogar às 15h como ocorreu em São Paulo.

Está aí uma dica pro Brasil Open para quem sabe em 2013 colocar os jogos de semifinal um pouco mais tarde para facilitar esta recuperação de quem joga o último duelo noturno. De qualquer forma o torneio na capital paulista colheu muito mais frutos do que no Sauípe vide a atração de mídia e de público que no final de semana de pleno Carnaval lotou as arquibancadas do Ibirapuera.

Curtinhas:

Bellucci não jogará Buenos Aires alegando o problema no tornozel oe exaustão. O torneio argentino está muito forte com condições de quadra lentas e já na segunda rodada poderia vir um Nicolas Almagro pela frente. Mas o próximo compromisso de Thomaz será em Acapulco odne defende 180 pontos. Risco de cair após a leve subida desta semana pro 34º lugar.



MaisRecentes

Nadal chega em Paris com sobras. Djokovic pode brigar



Continue Lendo

Nadal não será afetado por derrota em Madri. Zverev cresce, mas precisa confirmar em um Slam



Continue Lendo

Triplo 11 de Nadal ?



Continue Lendo