Bellucci foi muito macho, mas o público hostil



Estive em Santiago em 2010, ano em que Bellucci foi o campeão. Na semifinal o brasileiro teve que enfrentar o fanatismo aliado à hostilidade da torcida no duelo contra Fernando Gonzalez na semifinal. Ele passou esta barreira, mas os hinchas chilenos perturbaram demais.

Ontem, no Ibirapuera não foi muito diferente. Quem sofreu foi o argentino Leonardo Mayer com a falta de educação de uma parte do público brasileiro. Comemorar o erro do adversário é absolutamente normal, afinal temos um brasileiro em quadra e em dificuldades no jogo, agora gritar no meio do ponto, na batida do argentino, o xingando, ficou até pior do que muitos confrontos de Copa Davis.

Nós e eu reclamamos demais da falta de público na Costa do Sauípe e aplaudimos a ida do Brasil Open para São Paulo que ganhou mais notoriedade por aqui e muitos adeptos no Ginásio do Ibirapuera, mas o público nacional exagerou e desrespeitou o argentino.

Mesmo que tenha sido bastante exagerado, o público deu aquele empurrão vital para Bellucci conseguir a virada. Aliás, poucas vezes vi o paulista se mostrar tão emotivo dentro de quadra. Bellucci ontem foi extrovertido, jogou pra fora seus sentimentos e teve muitos méritos ao saber chamar para si o público correndo atrás de todas as bolas e vibrando mais a cada ponto conquistado.

Bellucci ontem foi muito macho, colocou o coração na ponta da raquete e fez talvez seu jogo mais memorável em território brasileiro. Conseguiu aquela vitória que pode lhe fazer gerar uma melhor imagem no Brasil e retomar a confiança perdida no segundo semestre do ano passado (não vencia duas seguidas desde junho).

Que este espírito lutador prossiga durante toda a carreira do brasileiro.

Curtinhas:

O problema é a recuperação para hoje. O jogo de Bellucci terminou 0h30, ele deve ter ido dormir, se dormiu algo, umas 4h por conta da adrenalina, ou seja, não muito tempo para jogar às 15h30. O tenista não pode acordar na hora do jogo, tem que se adequar, fazer o aquecimento poucas horas antes da partida. Tudo isso fora o cansaço físico e mental que o jogo de ontem apresentou.

De qualquer forma a energia, confiança e motivação do brasileiro estão elevadas e o estilo de jogo de Volandri, mais cadenciado, com saque mais fraco, favorecem para que ele possa soltar seu jogo. O problema será se Volandri obtiver a mesma consistência do jogo contra Nalbandian. Aí a paciência de Bellucci será testada.



  • rick

    Com relação ao comportamento do publico, é justificavel, pois o Mayer é muito mal educado.Já chegou afrontando a torcida e até do Maradona ele se referiu em tom bem provocativo.
    Toda ação tem uma reação!

  • Augusto

    Mas uma vez ficou provado que a maioria não sabe a diferença entre torcer em um estádio de futebol e em uma quadra de tênis…

  • bom fabrizio que ele mantenha esse espirito nao apenas com o 80,90,do mundo e sim quando encarar um top 10 e tbm que ele tenha essa atitude nao apenas no saibro e sim nas quadras rapidas tbm

  • Edu Godoi

    Quem estava là ontem viu, a partida estava indo muito bem, o publico comportado, ate o argentino
    perceber a recuperação do Bellucci e começar a retardar a partida.
    Teve um momento que foi ao banheiro e demorou demais, demorava pra repor o jogo,
    e o torcedor brasileiro conhece a Manha do argentino.
    O Bellucci sempre concentrado e mesmo errando não desistiu.
    Parabens ao Bellucci, parabens, à torcida, afinal de contas ninguem tem sangue de barata
    aqui no Brasil.Quer ganhar? Tudo bem mas jogue o jogo.

    • Fabrizio Gallas

      Não tem justificativa o público gritar no meio do ponto corriqueiramente. Acho válido fazer muito barulho, mas no meio do ponto é uma tremenda falta de educação independente do comportamento do jogador em quadra.

  • linard

    Falando em manha e levar o jogo no banho-maria, o Bellucci fez tudo isso hoje contra o Volandri. Eu sempre falo o que acontece com o Bellucci: FALTA DE PREPARO FÍSICO. Ele não ficou em quadra mais tempo que o Volandri, e mesmo assim a diferença de idade é muito grande, portanto, mereceu perder.

  • Altaisio Paim

    Deu pra notar a hostilidade de alguns. Vi também na tv alguns ” dedo dando” pro argentino.

  • Wagner Amaro

    Bom dia !!

    Concordo com vc Fabricio que o pessoal exagerou, porém o Mayer provocou a torcida, eu estava próximo ao camarote que ele indicou ao juiz e o pessoal vibrou como todos os torcedores no ginásio. Sem dúvida o Belucci reagiu na partida depois que os torcedores inflamaram.

    Abraço.

  • Juan Carlos

    Infelizmente, Brasil seguirá con un torneo meia boca e os tenistas argentinos vão pensar duas vezes antes de participar. Os tenistas australianos já não pensam mais, depois do vergonhoso espetáculo que deu a torcida, anos há, em Santa Catarina.
    E Belucci…bem, o bom Bellucci sabe muito bem quem ganhou a partida contra mayer. Não foi ele.
    Ainda bem que uma lessão impidiu Bellucci de se aventurar pelo torneio de Bs. As. Hoje, as imagens da TV e a Internet não deixam dúvidas e lá, a trocida também assitiu.

MaisRecentes

Um novo patamar para o Next Gen



Continue Lendo

Touro afia as garras para Roland Garros



Continue Lendo

Maior de todos no saibro, Nadal já pode almejar liderança na temporada



Continue Lendo