Não dá pra entender…



Se por um lado teve um grande acerto em trazer o Brasil Open para São Paulo atraindo jogadores de qualidade e provavelmente um ótimo público para o Ginásio do Ibirapuera, por outro a Koch Tavares, organizadora do torneio, comete um enorme erro ao não oferecer NENHUM convite sequer a tenistas da casa.

 

Os dois outros convites pode-se entender, para Nicolas Almagro, atual campeão e 11º do mundo – que deveria ter se inscrito na competição não é ? – e Fernando Gonzalez, ex-top 5. Mas o último foi dado para o espanhol Javier Martí, 181 do mundo. QUEM ????

Calma que eu explico. Martí é tenista da Octagon, parceira da Koch Tavares. Está aí a justificativa.

Mesmo assim não dá pra entender. É até ridículo ter um torneio de calibre no país e não se dar nenhum convite para os nossos jogadores.

Em torneios na Índia, no Qatar, nos Emirados Árabes que a safra de jogadores é praticamente ZERO, a organização costuma a pelo menos reservar um destes convites para locais.

Piora a decisão do Brasil Open quando vemos que já saiu do papel o projeto de desenvolvimento do nosso tênis elaborado por Guga/Larri Passos em conjunto com a CBT e ainda a boa safra de valores como Guilherme Clezar, Tiago Fernandes, Bruno Sant´Anna, João Sorgi, Thiago Monteiro, Christian Lindell além da subida de Rogério Dutra Silva.

Quanto menos nossos tenistas jogarem contra rivais de alto calibre, menos vão se desenvolver para o futuro. E o Brasil Open definitivamente paga um mico com esta atitude e se rebaixa no conceito com os nossos jogadores. Uma pena.



  • Ridiculo isso aí. Ta, o Marti é bom jogador, uma promessa espanhola, gostei muito do que vi dele ano passado contra o Tsonga no ATP 500 de Valência (ganhou o primeiro set), mas se é pra dar o convite para uma promessa, dá para um brasileiro!!!

    Ok, o cara é da empresa Octagon, mas o bom senso da empresa em entrar em um acordo com a Koch Tavares não conta? Se eu não me engano há um limite de convites que cada jogador pode receber por temporada, e como há vários torneios na Espanha, o Marti poderia receber convites a vontade lá que ia sobrar torneio pra ele.

  • JOAO luiz

    nao tem cabimento o convite para o espanhol que sem duvida esta my bem acessorado…enquanto isso guilherme clezar, rogerinho, e thiago alvez atual campeao do aberto desao paulo, foram todos 3 eliminados no quali…é só no brasil certas coisas acontecem inclusive no maior torneio de tenis do pais …lamentavel e PATÉTICO

  • Guilherme Cirilo

    Lamentável. Almagro era top 10 na época da lista, se fosse pra jogar que se inscrevesse. Gonzalez é justificavel, mas nenhum brasileiro é ridiculo, uma atitude deplorável da organização.

  • Carlos

    Que legal isso hein, o Rogerinho e o Clezar já perderam no quali, o Tiago e o Lindell vão jogar um future em Itajaí e a Koch convida 3 gringos pro BR Open!! O Almagro que tivesse se inscrito na lista, o González que jogasse o quali e o Marti, esse sim, é muita palhaçada, o Tiago Fernandes também é atleta da Octagon, porque não ele então?

    • Carlos

      Ainda tem o Sant’anna no quali, o Thiago Monteiro e o Sorgi(esse vindo da pré-temporada ainda) em Itajaí… Melhor safra dos últimos anos do Brasil tendo uma ótima oportunidade renegada pela Koch Tavares.

  • Otavio Neves

    Concordo plenamente com você meu caro. Foi ridícula essa decisão da org. do Aberto do BRASIL.
    Aproveito a oportunidade para pedir uma dica. Sou do RJ e estarei aí em SP só na 2ªF dia 13/02/12. Pelo jeito não conseguirei ver jogando nenhum dos tops. Mas quem sabe será possível ver um treino do BELLUCCI, e/ou do SIMON, GONZALEZ (última chance) …???? A organização poderia divulgar o horário de treino deles nas quadras secundárias … É possível ver ? Tais quadras são longe do Ginásio principal – dá pra ir sem carro, andando??? Por favor me ajude …

    • Fabrizio Gallas

      Horários dos treinos só estão no torneio e mesmo assim na organização. Procure se informar por lá ok ?

  • José

    Ridículo…quem acompanha o tênis em seus detalhes, sabe que SEMPRE se puxa a sardinha, ou seja quando se organiza um evento tenta se promover os da casa, e não gente de fora, repito, RIDICULO msm, interesses pessoais se sobrepondo sobre os interesses do tênis brasileiro, sem contar que a Espanha deve ser o país com o maior número de tenistas no top 100, os americanos no ano passado cansaram de promover tenistas da casa, afinal a caracteristica deles é essa, apoiar os seus filhos, depois os filhos dos outros, se der é claro.

  • DOMENICA

    O Brasil não apoia seus jogadores até que eles provem que são “magníficos”, ainda bem que descobriram Pelé, Senna e Guga…senão seriam meros coadjuvantes em qualquer esporte! TEM QUE ACREDITAR, TEM QUE PATROCINAR, daí surgirão resultados. Vergonha não haver nenhum convite a um brasileiro que poderia estar despontando para o mundo ELITISTA do tênis.

  • Luiz Fellipe

    Provavelmente deve ter dinheiro envolvido nisso, não é possível. Rogerinho merecia o convite e, com essa chave, não vamos ter nem dois jogadores na terceira rodada.

    Quem sabe, em algum torneio espanhol terá um convite para brasileiro, o que eu duvido, já que brasileiro sempre se fode com essas coisas.

  • devanir nunes

    isso sim e uma palhaçada

  • cleber lima

    Brasileiro, gosta de moleza.

    Veja se os caras passaram da 1 fase do quali.

    Não sou favorável a dar convite não, tem que entrar em quadra e ganhar.

    • jadir

      Cleber, é isso aí!!! E ainda temos que aguentar o João Souza, sendo menos que juvenil no jogo contra o Ranescu.

  • Mani

    Olha, tudo bem que teria sido de bom tom dar o último convite para um brazuca. Mas como o João Luiz disse: todos os brasileiros foram eliminados no quali (hoje o Sant’Anna levou pneu e também está fora). Se nenhum deles tem bola para passar por esse quali, de que adianta dar o WC para um deles? Prá dar vexame na primeira rodada?

    Fabrizio, você mesmo disse há alguns “posts” atrás que é melhor deixar a molecada jogar o quali para ganhar experiência. Para o Sant’Anna eu tenho certeza de que foi o melhor que poderia ter acontecido para ele, pelas estatísticas ele jogou um segundo set bem parelho com o Chardy. Com certeza valeu a experiência de jogar contra um cara desse nível.

    Todos os moleques ainda estão longe de merecer um lugar na chave principal de um ATP. O Javier Martí, como foi dito, já ganhou set de top 10.

    No final das contas, o único brasileiro que merecia o wild card era o Rogerinho. Mas esse decepcionou no quali, então talvez não teria sido uma boa idéia….

  • Marcio

    Pois é Fabrizio, eu bem que havia comentado na sua última postagem que o último WC poderia ir para outro estrangeiro, acho que até fui otimista na época achando que pelo menos escolheriam alguém do calibre de Ferrer, que na próxima semana estará em Buenos Aires… pois é, a Kock Tavares está caindo no meu conceito, eles possuem o monopólio do esporte no Brasil então fazem o que querem… dai uma boa oportunidade do projeto Guga/Larri em abrir uma empresa para fazer concorrência à Kock Tavares, ou não teremos torneios onde colocar nossas futuras promessas.

  • Paulo Varjão

    Realmente se busca recolocar o tênis brasileiro depois da prematura saída de Guga do circuito mundial e oq vemos é triste…O maior torneio jogado no país e o momento de aproveitar a chance de usar o”bom senso” e por fim é isso…simplesmente só 3 tenistas irão defender o Brasil…Repercutiu negativamente essa decisão de quem organiza o torneio…Lamentável.

  • Lucas

    A Octagon não é só parceira da Koch Tavares, como é a DONA da data do BrOpen (e aluga para a Koch Tavares), então para renovar o contrato por mais alguns anos e mudar o local devem ter exigido colocar um jogador deles como WC. Mas aí, se o Tiago Fernandes também é representado pela Octagon (como dito em um poster anterior), aí não dá pra entender nada, porque poderiam ter conversado melhor e ter indicado ele.

    Bom, de qualquer maneira os brasileiros que decepcionaram no qualy ainda perderam a inscrição do future de Lages, acontecimento que beira a catástrofe para eles…

    • Fabrizio Gallas

      Exatamente, uma pena. Mas o Tiago Fernandes não anda bem das pernas…

  • concordo com tudo isso que foi dito mas vejo por outro lado a fase que o tennis atravessa nao e boa por isso essa atitude deveria prestigiar nossos tenistas mas acho que eles pensam que nenhum ira longe por isso dao o convite para qualquer um e triste mas e a realidade no momento so nos resta torcer pelo projeto do guga e o larri daqui alguns anos colher seus frutos

  • Carlos

    Mudando de assunto, eu não quero que isso aconteça, mas já tô vendo o Mello ganhando do Bellucci…

MaisRecentes

Nadal no Olimpo



Continue Lendo

O enorme coração de Del Potro



Continue Lendo

Federer, Nadal ou Zverev ? Quem é o favorito ao US Open ?



Continue Lendo