Injustiça com Rogerinho. Quem deve receber o último convite pro Brasil Open ?



Resta apenas um convite para o Brasil Open que começa na próxima segunda-feira em São Paulo. Os outros dois foram para …. Fernando Gonzalez e Nicolas Almagro! Cadê os brasileiros ? Concordo que Gonzalez deveria receber já que foi top 5 e com ranking ruim tenta voltar ao evento. Mas o convite de Almagro veio pouco tempo depois da lista ser divulgada.

Entendo a organização que não deve recusar um wild-card para um tenista ali bem perto do top 10 e que é o atual campeão do torneio, ainda mais sendo o evento que está pouco acostumado a receber tenistas de alto calibre. Mas acaba tirando a possibilidade de dar oportunidade aos brasileiros.

Rogério Dutra Silva não receberá este último wild-card segundo informou a assessoria do jogador. Injustiça. Rogerinho vem dando um salto de qualidade desde o último ano, furou o quali de Viña del Mar, fez oitavas de final, e era o que mais merecia.

Então assim quem na sua opinião deveria receber esse wild-card ?

A falta de opções me faz priorizar os jovens. Guilherme Clezar seria a melhor delas. Evoluiu em 2011 ganhando vários futures e as primeiras partidas de challenger, treinando com o time da Copa Davis. Mas ainda seria melhor que ele disputasse o qualificatório já que sua experiência em nível ATP se resume ao ano passado quando recebeu convite pro Sauípe e perdeu sem muita resistência na estreia.

Outras possibilidades. Thiago Monteiro não tem um bom início de ano e João Sorgi só começará a temporada neste mês. Ou seja, descartados. Tiago Fernandes não vem bem há meses e só ganhou uma partida nesta temporada. Bruno Sant´Anna teve um ótimo resultado no Aberto de São Paulo e seria um nome para concorrer com Clezar, mas ainda com 18 anos a melhor opção seria o quali,

Quanto aos mais velhos. Thiago Alves foi campeão em São Paulo, mas depois não foi bem ao voltar pro saibro, em Bucaramanga. Este piso não é sua especialidade. E Julinho Silva é um batalhador, adoro sua garra e perseverança, mas infelizmente está há muito tempo no circuito e ainda não rompeu devidamente a barreira dos 140, 150 do ranking.

Curtinhas:

Christian Lindell voltou a jogar com a cidadania brasileira na ATP. Uma ótima notícia! Tomara que esta escolha o tranquilize para voltar a ter bons resultados. A temporada passada não foi boa para o jovem carioca de 20 anos que apareceu com foco ao tirar set de Thomaz Bellucci na semifinal do challenger de São Paulo em outubro de 2010.



MaisRecentes

Nem sempre se pode ganhar todas



Continue Lendo

Djokovic a caminho de recordes



Continue Lendo

Indomável, Djokovic agora postula ida ao Nº 1. Brasil tem por quem torcer



Continue Lendo